R.B. 17/NOV/14 "Acreditando que é possível fazer mágica"


R.B.

"Acreditando que é possível fazer mágica"

 

São Paulo, 17 de novembro de 2014 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, acompanhando a realização de lucros nas principais bolsas mundiais e afetada principalmente pela crescente perda de confiança na economia brasileira e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, mesmo diante do anuncio de que o BC de vai aumentar em quase 100% seu lote na ponta vendedora para tentar conter, mesmo que de forma artificial, a valorização da moeda norte-americana.

 

Sexta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu –0,2%, com reduzido volume de negócios (R$ 5,3bi) e recuperando ao longo do pregão as perdas registradas na abertura, quando na mínima recuou –1,8%, ainda bastante pressionada pela baixa das ações da Petrobrás, que retrocedeu -2,9% no dia e -7,5% na semana, diante de novas denúncias de corrupção na empresa e do adiamento da divulgação de suas demonstrações financeiras e (2) o DÓLAR 0,2% à R$ 2,60, no maior patamar em 9 anos, já que o clima de aversão ao risco entre os investidores continuou impulsionando a demanda por aplicações consideradas mais seguras.

 

Também sexta-feira, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,6% e China 0,2%, acompanhando o fechamento positivo das bolsas dos EUA no dia anterior e também beneficiadas pela divulgação de dados positivos da economia japonesa, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,3% e Alemanha 0,1%, sustentadas por indicadores mostrando que a economia da região se expandiu um pouco mais que o esperado no terceiro trimestre deste ano e (3) dos EUA, próximas da estabilidade e sem uma tendência única, S&P 0,1%, DJ –0,1% e NASDAQ 0,2%, com a queda das ações do setor de saúde ofuscando os ganhos das ações do setor de energia.

 

Considerado um dos economistas mais respeitados do Brasil, Affonso Celso Pastore, que já foi presidente do BC, afirmou sem rodeios que o ajuste necessário para colocar a economia tupiniquim em rota de crescimento vai gerar, no curto prazo, recessão e desemprego.

 

Desmentindo firmemente que esteja estudando o restabelecimento da Cide e negando-se a falar de reforma ministerial, a presidenta Dilma, "acreditando que é possível fazer mágica", anunciou ontem que seu governo fará um ajuste econômico que cortará gastos sem, no entanto, cortar a demanda.

 

Ressaltando que o Brasil é uma das economias mais fechadas do mundo, com participação pequena das exportações e importações no PIB", Philip Schellekens, economista do Banco Mundial, afirmou que o mercado está tomado por um pessimismo exagerado em relação a economia brasileira.

 

O G20, o grupo das 20 principais economias do mundo, anunciou ontem, no comunicado final de sua cúpula de Brisbane, que a economia mundial poderá engordar US$ 2tri até 2018, se funcionarem as iniciativas de crescimento que visam incrementar investimento, comércio e a competitividade, além de estimular o emprego.

 

Dando novos sinais negativos da economia brasileira, (1) em OUT/14, apresentando o primeiro resultado negativo desde 1999, o Brasil fechou 30.283 vagas formais de trabalho, resultado bem abaixo da expectativa de analistas e (2) segundo dados da FGV, a indústria operou, em média, com 28% de capacidade ociosa em OUT/14, o que representa o maior patamar desde AGO/09, quando o país se recuperava da crise global e é surpreendente pois foi registrado às vésperas do Natal, quando a produção deveria estar a todo vapor.

 

Ajudando um pouco o mercado de capitais brasileiro, foi sancionada a medida provisória 651, que define a tributação de ETFs de renda fixa, que poderão ser negociados em Bolsa, e que implementa uma redução de impostos para quem participar de operações de abertura de capital de empresas com receita bruta de até R$ 500mi por ano e valor de mercado de R$ 700mi.

 

Beneficiando as empresas brasileiras do setor pecuarista, principalmente a "queridinha" JBS, a China anunciou neste final de semana que, depois de 2 anos de embargo, a carne bovina do Brasil poderá voltar a entrar no país mais populoso do mundo a partir de JAN/15.

 

Apontando ameaças adicionais à retomada do crescimento econômico do Brasil, segundo cálculos da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior, em OUT/14 os preços das exportações do país caíram pelo quarto mês consecutivo e atingiram o menor patamar do governo Dilma, pressionados principalmente pelas commodities, que acumulam queda de -7% no ano, na comparação com a média de JAN a OUT/13, e que respondem por 44% das exportações tupiniquins.

 

-    A Eletrobrás caiu –7,2% e, após o fechamento do pregão, anunciou que teve prejuízo líquido de R$ -2,7bi no terceiro trimestre deste ano, o que supera o prejuízo de R$ -915mi auferidos em igual período de 2013.


Política:
 
Com enormes desafios para superar na economia e na política, a presidenta Dilma "já avisou" que fará a mais ambiciosa reforma ministerial de seu governo, pois pretende reduzir o espaço do PT na Esplanada e mudar cerca de 60% dos cargos de primeiro escalão.
 
Como obviamente a presidenta Dilma não vai assumir a culpa, a sétima fase da operação Lava Jato, que investiga esquema de lavagem e desvios de dinheiro na Petrobras, pode ter enterrado a possibilidade de a presidente da estatal, Graça Foster, continuar no comando da empresa.
 
Segundo Rodrigo Janot, procurador-geral da República, a prisão de executivos e presidentes de grandes empreiteiras do país na operação Lava Jato faça fará com que muitos dos detidos busquem o instituto da delação premiada para tentar reduzir o tamanho de suas penas.
 
Organizado nas redes sociais, um protesto contra o governo da presidenta Dilma chegou a reunir no último sábado cerca de 10 mil pessoas na Av. Paulista, porem o grupo se dividiu por completo por volta das 16h, já que entre os manifestantes haviam pessoas que eram também a favor da intervenção militar.
 
Mostrando que no Brasil o crime compensa, apenas 1 ano depois das primeiras prisões do processo do mensalão, que aconteceram no dia 15/NOV/13, a maior parte dos políticos condenados no esquema já está fora da cadeia, como o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares, que atualmente cumprem suas penas no regime aberto.

Crítica:
 
Ressaltando que a companhia mais endividada do mundo adiou um comunicado aos acionistas graças a um enorme escândalo de corrupção,  o jornal norte-americano "New York Times" alertou que a recente crise envolvendo a Petrobras pode desencadear uma fuga massiva de investimentos dos mercados financeiros brasileiro e latino-americano.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário