R.B. 24/SET/14 "Entre o céu e o inferno"


Conheça e indique nosso Blog e nosso Facebook : www.relatoriobrasil.com e www.facebook.com/relatoriobrasil

R.B.

"Entre o céu e o inferno"

 

São Paulo, 24 de outubro de 2014 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em queda, para fechar o dia abaixo dos 50.000pts, já precificando quase que totalmente a reeleição de Dilma, porém é importante ressaltar que caso ocorra neste segundo turno o mesmo que ocorreu no primeiro turno, quando o resultado das urnas foi bem diferente dos resultados das pesquisas, esta pode ser a melhor oportunidade de compra dos últimos 12 anos e (2) o DÓLAR pode voltar a subir, acompanhando o "humor negativo" e o clima de medo que se espalha como rastilho de pólvora no mercado financeiro brasileiro.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu 3,2%, com os investidores já precificando a vitória da Dilma nas eleições presidenciais, o que mais uma vez derrubou as ações do chamado "kit eleitoral", como Banco do Brasil (-9,1%) e Petrobras (-7,2%) e (2) o DÓLAR subiu 1,0% à R$ 2,51, para fechar o dia no maior patamar desde DEZ/08, pressionado pelo mesmo motivo que derrubou a bolsa brasileira.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –0,4% e China –1,0%, influenciadas principalmente pelo recuo nas ações de empresas de telecomunicações, (2) da EUROPA, recuperando as perdas da abertura, Inglaterra 0,3%, França 1,3% e Alemanha 1,2%, diante da divulgação de dados da produção industrial e de confiança dos consumidores melhores do que o esperado na zona do euro e (3) dos EUA, S&P 1,2%, DJ 1,3% e NASDAQ 1,6%, impulsionadas pela divulgação de bons resultados corporativos, como o da Caterpillar e o da 3M, mesmo diante de informações de que um hospital em NY estava fazendo exames para o Ebola, que após o fechamento do pregão deram positivo, em um profissional da saúde que esteve recentemente na África Ocidental.

 

Camuflando uma "temerosa e vertiginosa" queda na população economicamente ativa, já que o Brasil tem virado um país de vagabundos que querem viver às custas do Estado, a taxa de desemprego brasileira, estrategicamente divulgada ontem pelo IBGE para ajudar Dilma a enganar os incautos, atingiu 4,9% em SET/14, o que representa o menor patamar da série histórica.

 

Contrariando o discurso eleitoreiro da equipe econômica de Dilma, ontem o boletim de conjuntura divulgado pelo Ipea considerou que o fraco desempenho recente da economia brasileira não pode ser atribuído ao que chama de "choques negativos", como uma crise externa, um apagão ou uma variação brusca de preços, e sim a um quadro de recessão técnica pelo qual passa a cada dia mais desacreditada e sem rumo economia brasileira.

 

Se sentindo "entre o céu e o inferno", diante da insegurança para prever qual é o cenário econômico que emergirá das urnas no domingo, os empresários brasileiros estão represando o planejamento e adiando decisões que normalmente acontecem nesta época do ano.

 

Aproveitando para comprar na baixa, o megainvestidor George Soros concluiu ontem a compra da rede de hotelaria brasileira Atlantica Hotels, que é a segunda maior do país e administra as marcas Quality e Radisson, porem os valores envolvidos na operação não foram revelados.

 

Apesar da pesquisa Datafolha indicar que os brasileiros estão mais otimistas com a economia do país, ontem foi divulgado o Indicador de Expectativa de Inflação dos Consumidores, apurado pela Fundação Getúlio Vargas, que indicou que a percepção do brasileiro sobre a inflação nos próximos 12 meses piorou em outubro, atingindo 7,5% e assim voltando ao patamar mais alto desde NOV/05.

 

No final do segundo mandato de Lula, em 2010, as estatais Petrobras, Banco do Brasil e Eletrobrás valiam juntas quase R$ 500bi, porem ontem, diante do pessimismo nos mercados com a possibilidade de reeleição de Dilma, o valor destas empresas somadas chegou a R$ 300bi.

 

-    A Vale subiu 1,9%, após a empresa divulgar que registrou a melhor performance de produção da sua história no terceiro trimestre deste ano, com a extração de 85,7 milhões de toneladas de minério de ferro.


Política:
 
Ontem, 2 dias antes das eleições, foram divulgadas 4 pesquisas eleitorais, porem o curioso, e principalmente muito suspeito, é que 2 delas apontavam para uma folgada de vitória de Dilma, por cerca de 54% a 46%, e as outras duas apontavam para uma vitória também folgada de Aécio, por cerca de 53% a 47%.

 

Com desafios imensos como economia estagnada, inflação em alta, investimentos travados, saúde precária, transporte ruim e corrupção, o próximo presidente do Brasil, seja ele quem for, terá que reconhecer que quase metade do país preferiu outra opção e buscar uma agenda mais conciliadora.

 

Também ontem, tentando mais uma vez desmascarar PT, a revista Veja antecipou o lançamento da sua edição semanal que tem na capa uma "denuncia bombástica" de que Lula e Dilma sabiam e foram financeiramente beneficiados pelas falcatruas cometidas na Petrobrás.

 

Dando a última chance para os candidatos tirarem suas cartas da manga, já está preparado o palco do último confronto direto desta eleição presidencial, que será o debate da noite de hoje na Rede Globo, no qual cada candidato poderá fazer a pergunta que quiser e os presidenciáveis também responderão a oito perguntas de assuntos de "interesse nacional" feitas por eleitores indecisos.


Crítica:
 
Vou votar no Aécio, principalmente por conta do estúpido e temeroso anti-americanismo declarado do governo Dilma, mas ainda sonho com o dia em que um candidato a presidente do Brasil tenha coragem de dizer que (1) sua meta é acabar com os programas assistencialistas, (2) seu principal objetivo é que o Brasil tenha um sistema publico de educação com qualidade e (3) as empresas estatais não estratégicas serão privatizadas.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com

Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário