R.B. 15/OUT/14 "Com cara de quem quer usar seu aparelho excretor para obrar"


R.B.

"Com cara de quem quer usar seu aparelho excretor para obrar"

 

São Paulo, 15 de outubro de 2014 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve cair, acompanhando as perdas das principais bolsas mundiais e com os investidores aguardando as novas pesquisas eleitorais do Datafolha e do Ibope para ver se confirmam a sondagem do Sensus, que mostrou Aécio bem na frente de Dilma e (2) o DÓLAR pode seguir em alta, com "boas chances" de testar a "resistência" dos R$ 2,40, acompanhando a esperada piora do "humor" na Bovespa.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,1%, recuperando as perdas registradas na abertura, quando na mínima recuou –1,2%, diante da melhora do "humor" nas bolsas dos EUA e do bom desempenho das ações da Vale (2,9%) e (2) o DÓLAR subu 0,4% à R$ 2,39, em um "ajuste técnico" após as baixas recentes e acompanhando o desempenho das principais moedas emergentes, mesmo diante dos leilões de venda do BC.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão –2,4% e China –0,3%, novamente prejudicadas por preocupações com economia  global e desta vez também seguindo os fortes recuos registrados em Wall Street na sessão anterior, (2) da EUROPA, revertendo as perdas da abertura, Inglaterra 0,4%, França 0,2% e Alemanha 0,2%, beneficiadas pela divulgação de resultados positivos de empresas dos EUA , mesmo diante da divulgação de dados negativos da economia alemã, e com destaques de alta para as ações das montadoras, como a Daimler (3,7%), e para as mineradoras, como a Anglo American (2,5%) e (3) dos EUA, interrompendo uma sequência de 3 pregões seguidos de queda, S&P 0,2%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,3%, com as persistentes preocupações com a economia global reduzida por conta da divulgação de bons resultados corporativos, como citigroup (3,1%) e Johnson & Johnson (2,9%).

 

Diante do elevado patamar da taxa de juros, do aumento da inflação, do desempenho ruim da economia e dos incentivos do governo para o consumo irresponsável de produtos superfulos, em SET/14 a inadimplência entre consumidores brasileiros foi 19,6% maior que em SET/13.

 

Diante da forte queda do preço internacional do petróleo, foi zerada a defasagem entre os preços da gasolina e do diesel praticados no Brasil e no exterior, o que é um alívio para a situação financeira da Petrobras e pode levar o governo a não reajustar os combustíveis este ano, o que por sua vez ajuda no controle da inflação.

 

Mostrando mais uma vez os efeitos negativos do intervencionismo do governo na livre iniciativa privada, diante da sugestão da Aneel de reduzir os preços da energia elétrica no mercado de curto prazo, os comercializadores interromperam os negócios no mercado livre, já a iminência do corte trouxe insegurança ao mercado, que está retendo a energia disponível, pois não sabe mais o preço real dela.

 

Temendo pelo uso indevido do dinheiro dos trabalhadores, o Tribunal de Contas da União pediu que a Caixa Econômica Federal e o conselho curador do FGTS criem formas de proteger o FI-FGTS contra conflitos de interesse e pressões políticas que, neste ano, travaram as decisões do bilionário fundo que aplica recursos do trabalhador em infraestrutura.

 

Podendo indicar uma pequena recuperação da economia brasileira, segundo dados extraoficias que a campanha de Dilma recebeu como informação privilegiada, a geração de empregos em SET/14 virá melhor do que o esperado, superando a marca de 100 mil registrada no mês de AGO/14.

 

Afetando a principal pauta de exportação brasileira, diante da estimativa de uma supersafra mundial de grãos e de uma financeirização do mercado, devido ao fortalecimento do dólar, o cenário mais provável para as commodities é de um derretimento de preços, quando comparados os valores atuais com os praticados há um ano.

 

Dando ainda mais poder de barganha para o governo federal, ontem a Câmara aprovou uma Medida Provisória que autoriza o Ministério da Fazenda a renegociar prazos e taxas de juros dos empréstimos concedidos pelo Tesouro Nacional ao BNDES, que por sua vez utiliza o dinheiro para apoio a empresas.

 

-    A Vale subiu 2,9%, beneficiada pela recuperação dos preços do petróleo, pela liberação do seu mega-navio para atracar nos portos da China e pela divulgação de um resultado melhor do que o esperado da das importações chinesas de minério de ferro.

-    A Cielo caiu –6,3%, diante da decisão no mínimo ridícula da Justiça Federal no RJ que proibiu a companhia de usar a marca, em uma disputa com o nadador Cesar Cielo.


Política:
 
Ontem, em um debate sem nanicos para fazer declarações engraçadas ou polêmicas, no qual a presidenta Dilma estava "com cara de quem quer usar seu aparelho excretor para obrar" e o tucano Aécio estava com semblante de tarado sexual, as acusações mútuas, as mentiras e a total falta de propostas mostraram que ambos os candidatos se preocuparam apenas em falar para seus respectivos eleitores.

 

Às vésperas do segundo turno das eleições, governo e oposição travam uma batalha nos bastidores da CPI mista da Petrobras para convocar aliados do governo federal a prestarem depoimento sobre os inúmeros desvios de recursos na estatal.

 

Ressaltando que entre as 38 economias com estatísticas de crescimento do PIB disponíveis no site da OCDE, apenas Brasil, Argentina, Islândia e Itália encontram-se em recessão, um grupo de 164 economistas da academia, professores universitários que dão aulas no Brasil e no exterior, divulgou na tarde de ontem um manifesto com críticas ao discurso econômico da campanha do PT.


Crítica:
 
-    Mostrando mais uma vez como é gigantesca a desigualdade social no mundo, segundo um estudo feito pelo banco Credit Suisse, 1% das pessoas mais ricas do mundo detém mais de 48% de toda a riqueza material existente no planeta.

-    Incentivando que suas funcionárias coloquem o trabalho acima da vida, o Facebook e a Apple irão desembolsar até US$ 20mil por funcionária para financiar o congelamento dos seus óvulos para que elas tenham filhos mais tarde.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil



Nenhum comentário:

Postar um comentário