R.B. 5/AGO/14 "Resolvendo um problema e criando outro"


R.B.

"Resolvendo um problema e criando outro"

 

São Paulo, 5 de agosto de 2014 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, tentando retomar o patamar dos 57.000pts, ainda beneficiada pelas "apostas" de queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto e também acompanhando a melhora do "humor" nas principais bolsas mundiais e (2) o DÓLAR pode voltar a cair, com "boas chances" de fechar o dia testando o suporte dos R$ 2,15, diante do aumento do fluxo positivo de recursos externos.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,3%, acompanhando a melhora do "humor" nas bolsas de NY e devolvendo parte das perdas de –3,3% registradas na semana passada, quando obteve seu pior desempenho semanal em 11 meses, com destaque de alta para as ações da Petrobrás (2,3%), diante de "apostas" de nova queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto, e para as ações das empresas do setor de consumo e (2) o DÓLAR caiu –0,1% à R$ 2,26, com baixo volume de negócios, pressionado pelos leilões de venda do BC e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,3% e China 1,7%, devolvendo as perdas da semana passada e com destaques de alta para as ações das empresas de tecnologia, (2) da EUROPA, sem uma tendência única, Inglaterra 0,9%, França 0,3% e Alemanha –0,6%, reagindo às notícias corporativas, como o resgate do Banco português BES, cujas ações subiram 6,1%, e às dúvidas provocadas pelas sanções à Rússia e (3) dos EUA, recuperando perdas recentes, já que na semana passada o S&P registrou sua maior queda semanal desde 2012, S&P 0,7%, DJ 0,5% e NASDAQ 0,7%, impulsionadas pela divulgação de bons resultados corporativos, como o da Berkshire Hathaway (3,1%), de Warren Buffett.

 

Cada dia mais pessimista, o "mercado" reduziu pela 10ª semana seguida, desta vez de 0,90% para 0,86%, suas projeções para o crescimento da economia brasileira neste ano, porem o cenário para a inflação mostrou mais um pequeno alívio, já que as "apostas" para o IPCA caíram 6,41% para 6,39%.

 

Acompanhando o "mercado", segundo o economista Luiz Gonzaga Belluzzo, que é professor da Unicamp e um dos conselheiros da presidenta Dilma, (1) a economia brasileira está no caminho de uma recessão, (2) os próximos 2 anos serão "difíceis" e (3) o próximo governo terá que resolver duas "encrencas", que são reajustar o preço da gasolina e deixar o dólar subir, o que causará um impacto relevante na inflação, que já está elevada e perto do limite fixado pelo governo para o fim do ano, que é 6,5%.

 

"Resolvendo um problema e criando outro", algo que novamente ocorre por conta da falta de capacidade de gestão do governo Dilma, ontem foi divulgado um documento interno da Aneel indicando que o aumento da conta de energia provocado pelos empréstimos às distribuidoras será de 14,16%, patamar bem maior do que a agência reguladora tem afirmado publicamente (8,0%).

 

Em um cabo de guerra entre estatais, que prejudica o consumidor e a economia brasileira, a Petrobras decidiu suspender o fornecimento de óleo combustível para o Sistema Eletrobrás por uma dívida de R$ 850mi, o que obviamente afetou o funcionamento de pelo menos duas térmicas no fim de semana passado.

 

Dando uma ótima noticia para o setor pecuarista brasileiro, ontem o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou que finalmente a Rússia liberou cinco frigoríficos brasileiros para exportar carne bovina e suína para o país.

 

-    O Itaú subiu 1,5% e, após o fechamento do pregão o banco anunciou que no segundo trimestre deste ano seu lucro líquido, estimulado pela redução da inadimplência, atingiu R$ 4,9bi, valor 27% superior ao registrado no mesmo período de 2013 e que superou as "apostas do mercado" (R$ 4,6bi).

-    A Hering subiu 6,0%, após o Credit Suisse recomendar compra de curto prazo das ações da empresa.

-    A Lojas Renner avançou 3,3% e a Marisa disparou 9,1%, diante de rumores de uma possível fusão entre as duas companhias, o que foi negado pela Lojas Renner em comunicado.


Política:

 

Mais uma vez colocando a culpa no outros, ontem a presidenta Dilma afirmou que cabe ao Congresso dar explicações sobre a suposta combinação entre servidores do Planalto e da CPI que investiga irregularidades na Petrobras que anteciparam o gabarito de perguntas que seriam feitas a diretores da estatal durante seus depoimentos.

 

Certamente preocupando, e muito, os petistas, segundo uma pesquisa feita apenas no ABC paulista, que é o "berço político" de Lula, Dilma tem 26,3% das intenções de voto, Aécio tem 24,2%, o que configura empate técnico entre os rivais, já Eduardo Campos ficou com 8%.

 

Na disputa pelo voto dos evangélicos, após Dilma ir à inauguração do Templo de Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, Marina Silva levou o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, a um encontro com 2.000 pastores da Assembleia de Deus em SP.

 

Com o objetivo de retardar o processo, o deputado André Vargas, que foi expulso do PT, não compareceu às duas sessões realizadas ontem no Conselho de Ética, marcadas para ouvi-lo sobre a a suspeita de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava-Jato.


Crítica:

 

Ascendendo uma luz de esperança que pode deter uma epidemia com potencial de causar uma catástrofe global, dois norte-americanos infectados com o vírus do ebola que estão recebendo uma droga experimental como tratamento mostram sinais de forte recuperação.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 



Nenhum comentário:

Postar um comentário