R.B. 13/JUN/14 ''A credibilidade perdida''


R.B.

"A credibilidade perdida"

 

São Paulo, 13 de junho de 2014 (SEXTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mesmo com a manutenção do movimento de realização de lucros nas demais bolsas mundiais, agora com os investidores ‘’comemorando’’ as merecidas vaias e o constrangimento da presidenta Dilma durante a abertura da Copa do Mundo de fute3bol e (2) o DÓLAR pode cair, rumo aos R$ 2,20, influenciado pelos leilões de venda do BC e pelo mesmo motivo que deve ‘’animar’’ a Bovespa.

 

Quarta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,9%, para fechar o dia no maior patamar desde 23/OUT/13 (aos 55.440pts), mesmo com a realização de lucros nas demais bolsas mundiais, já que os investidores seguem ‘’comemorando’’ a queda de Dilma nas pesquisas eleitorais e (2) o DÓLAR subiu 0,1% à R$ 2,23, em um movimento de ajuste à sequência de quatro quedas consecutivas e seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,3% e China -0,2%, com os mercados chineses pressionados por temores em relação ao setor imobiliário e o de Sydney influenciado pela fraqueza nos preços do minério de ferro e por números de emprego piores do que o esperado, (2) da EUROPA, próximas das máximas dos últimos 6 anos, Inglaterra 0,1%, França -0,1% e Alemanha -0,1%, com expectativas de fusões impulsionando algumas das ações de telecomunicações, porem com os papéis de mineração recuando em meio a preocupações de baixo crescimento global e (3) dos EUA, realizando lucros recentes, S&P -0,7%, DJ -0,6% e NASDAQ -0,8%, diante das crescentes preocupações com o Iraque, após forças curdas étnicas tomarem o controle da região produtora de petróleo de Kirkuk, e refletindo fracos indicadores locais, como de vendas do varejo e de pedidos de seguro-desemprego.

 

Tentando resgatar ‘’a credibilidade perdida’’, algo que aliás é praticamente impossível, Mantega, ministro brasileiro da Fazenda, irá à Bovespa na próxima segunda-feira anunciar medidas para incentivar o acesso de empresas de médio porte ao mercado de capitais, pacote que há tempos é aguardado pelo ‘’mercado’’ e que incluirá benefícios tributários a empresas e investidores que aderirem ao programa.

 

Explicando de forma ‘’bem clara e didática’’ o que os investidores, internos e externos, pensam do governo Dilma, desde que começaram a ser divulgados levantamentos apontando perda de espaço da presidenta na corrida pelo Planalto, em MAR/14, a Bovespa, que até então acumulava uma baixa de -15,5%, recuperou as perdas, mudou de tendência e agora já tem alta de 7,0% em 2014.

 

Ao publicar novos dados que demonstram que os preços dos imóveis estão muito acima de suas médias históricas em muitos países, principalmente com relação a rendas e aluguéis, Min Zhu, vice-diretor-executivo do FMI, alertou que o mundo precisa agir para conter o risco de mais uma devastadora crise na habitação, ressaltando que isto está se tornando uma das maiores ameaças à estabilidade econômica.

 

‘’Apostando no Brasil’’, (1) 5 empresários do município baiano de Feira de Santana investirão R$ 310mi para construir um novo shopping center na cidade que terá 150 lojas, das quais quatro serão megalojas, 8 salas de cinema e 38 mil m² de área construída e (2) A Alltech, empresa norte-americana que fabrica no Brasil produtos com base em leveduras usados em ração animal, vai investir R$ 140mi para ampliar duas de suas fábricas no país.

 

Se tornando uma atraente forma de investimento, hoje, após 3 anos de preparação, o Banco do Brasil e o Banco Votorantim lançam na Bovespa o primeiro fundo de investimento em projetos de infraestrutura listado no pregão, cuja principal vantagem é a isenção da cobrança de Imposto de Renda, como incentivo para o aplicador assumir o risco dos projetos, já que o fundo aplicará em debêntures (títulos de dívidas privadas) de projetos de energia, transporte, água, saneamento e irrigação.

 

Com os juros altos, os consumidores endividados e a Copa sem muita empolgação, o comercio varejista brasileiro, que já tinha registrado queda em MAR/14, manteve a tendência e sofreu novo recuo em ABR/14, desta vez de -0,4% na comparação com o mês anterior, patamar abaixo do esperado pelo ‘’mercado’’ (-0,2%).

 

Por causa de obras inacabadas na Usina Hidrelétrica de Porto Primavera, na divisa entre os Estados de SP e MS, o país está desperdiçando cerca de 10 milhões de litros de água por segundo com a cheia do rio Paraná.


Política:

 

Apesar de todo um esquema que foi feito para proteger a presidenta do Brasil da hostilidade da torcida na abertura da Copa-2014, Dilma, que conforme já adiantado aqui foi covarde e desistiu de declarar abertos os jogos, como é procedimento comum em todos os países-sede, recebeu vaias e xingamentos da torcida brasileira a cada vez que aparecia no telão do estádio.

 

Segundo Aécio Neves, candidato tucano à presidência do Brasil, o que fica para a história é que temos uma Copa do Mundo em que o chefe de Estado não se vê em condições de se apresentar à população, já que pela primeira vez em 30 anos o mandatário do país sede não discursou no início do evento.

 

Após quase 3 anos sem visitar seu Estado natal, o ex-presidente Lula irá hoje a Pernambuco para iniciar o embate eleitoral contra o ex-aliado Eduardo Campos e terá a companhia da presidenta Dilma, que também estará no estado para inaugurar obras inacabadas da Copa, como já fez no Rio, em Salvador e em Brasília.

 

Apesar de não ter coragem de punir a presidenta Dilma, que convocou cadeia nacional de rádio e TV para fazer propaganda eleitoral antecipada em ano de eleições, o que é contra a lei, o Tribunal Superior Eleitoral, finalmente cumprindo seu dever, multou a Caixa em apenas R$ 25 mil por uma publicidade do programa Minha Casa, Minha Vida que, na visão dos ministros da corte, também funcionou como propaganda eleitoral.

 

Inspirado pelo Uruguai, primeiro país do mundo a legalizar a produção e o comércio da maconha, o Núcleo de Políticas de Drogas do PT divulga hoje uma carta aberta à sociedade brasileira pedindo que a legalização da maconha seja debatida sob uma perspectiva de segurança e saúde pública.


Crítica:

 

Por ser alvo de investigações da Controladoria Geral da União, do Tribunal de Contas da União e da Polícia Federal, a SBM Offshore, empresa holandesa que fornece equipamentos para a Petrobras, informou que não participará mais das licitações realizadas pela estatal tupiniquim para contratos de aluguel de navios plataformas.

 

Novamente privilegiando quem sonega impostos, o governo federal ampliou pela terceira vez o prazo para empresas com dívidas tributárias vencidas até novembro de 2008 pagarem seus débitos, com possibilidade de parcelamento e desconto nas multas.

 

Segundo o último boletim da Agência Nacional de Aviação Civil, pelo menos 6 de cada 10 passagens ofertadas para o período da Copa do Mundo nas cidades-sedes do evento em voos nacionais ainda não foram vendidas.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário