R.B. 14/MAI/14 ‘’Armas nefastas’’


R.B.

"Armas nefastas "

 

São Paulo, 14 de maio de 2014 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve subir, retornando à sua trajetória de queda após recuar em 3 dos 4 últimos pregões, diante dos novos ''rumores'' de que Dilma cairá mais nas próximas pesquisas de intenção de voto e (2) o DÓLAR pode cair, acompanhando a esperada melhora do ''humor'' na Bovespa e também o fluxo positivo de recursos externos.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA caiu -0,3%, revertendo logo na parte da manhã uma abertura levemente positiva, pressionada pela recuo das ações dos bancos, após Rui Falcão, presidente do PT, ter afirmado que o governo poderá, num eventual segundo mandato de Dilma, discutir controle de capital mais rígido e (2) o DÓLAR caiu -0,4% à R$ 2,21, mantendo-se em território negativo ao longo de todo pregão, refletindo perspectiva de que o BC alemão apoie um plano de afrouxamento monetário na zona do euro.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 1,9% e China 0,1%, acompanhando o fechamento recorde das bolsas de NY no dia anterior, com destaques de alta para as ações do setor financeiro, automobilístico e de mineração, (2) da EUROPA, Inglaterra 0,3%, França 0,3% e Alemanha 0,5%, com os investidores analisando positivamente os balanços corporativos e ''rumores'' de novas medidas de estímulo por parte do BC da região e (3) dos EUA, renovando as máximas históricas, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,1%, porem com poucos negócios já que alguns investidores acreditam que existe apenas um pequeno grupo de ações participando do recente ''rali".

 

Perdendo uma ótima oportunidade para ficar calado, provando mais uma vez sua total ignorância sobre o assunto e ao mesmo tempo rasgando alguns milhões em doações para a campanha eleitoral de Dilma, ontem Rui Falcão, presidente nacional do PT, firmou que, (1) é contra a autonomia formal do BC e (2) em um eventual segundo mandato da presidenta Dilma, o governo poderá discutir "controles de capital mais rigorosos, ressaltando que isto pode evitar a fuga de capitais e, se bem implementado, não irá desestimula os investimentos estrangeiros.

 

Dando mais um exemplo do elevado custo Brasil, a "fuga" para o exterior é uma alternativa cada vez mais frequente para as produtoras brasileiras de comercial que tentam diminuir seus custos, com isto, mesmo tendo que pagar uma taxa extra de R$ 28mil para a propaganda passar por aqui, o total de filmes publicitários nacionais gravados no exterior mais que triplicou entre 2012 e 2013.

 

Apresentando um sinal negativo da economia brasileira, no primeiro trimestre deste ano o emprego na indústria recuou -2,0%, com retração na maioria dos setores e regiões pesquisadas pelo IBGE e com destaque negativo para São Paulo (-3,1%), que tem o maior parque industrial do país.

 

Confessando o que todos já sabiam, segundo Aloizio Mercadante, ministro da Casa Civil, o governo federal segura preços de combustíveis e energia para evitar impactos nos índices gerais de inflação, ressaltando, com base em suas teorias econômicas ultrapassadas, que esta política federal defende o cidadão.

 

-           A Ambev caiu -0,6%, mesmo após o governo federal ter adiado por três meses o aumento de tributos sobre a cerveja e outras bebidas frias, como isotônicos e energéticos.

-           A Suzano Papel e Celulose subiu 3,9%, após ter sua ''nota'' elevada pelo JP Morgan.


Política:

 

A correção de 4,5 % na tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física, anunciada pela presidenta Dilma em cadeia nacional de rádio e TV, foi aprovada ontem por comissão do Congresso, o que é o primeiro passo para que ela entra em vigor em 2015.

 

Mais uma vez colocando a culpa nos outros, o que é típico de um gestor incompetente, ontem a presidenta Dilma afirmou que a obra de  transposição das águas do rio São Francisco está atrasada em quase 5 anos porque a sua complexidade foi "subestimada" pelos técnicos.

 

Com o slogan ''os fantasmas do passado querem voltar'' e assim apelando para as mesmas ''armas nefastas'' usadas pelos tucanos em 2002, ontem o PT começou a divulgar ontem na TV, em uma investida que surpreendeu e foi vista pelos adversários como uma tentativa desesperada de estancar a queda da presidenta Dilma nas pesquisas de intenção de votos, uma propaganda que mostra famílias sendo expulsas do campo, trabalhadores perdendo o emprego e crianças, sem escola, lavando carros em semáforos, o que é praticamente um plagio do polêmico depoimento da atriz Regina Duarte ao programa de Serra em 2002.

 

Os três principais partidos que disputarão a Presidência da República em OUT/14, que são PT, PSDB e PSB, estimam gastar algo em torno de R$ 500mi com a campanha eleitoral, valor que é quase o dobro do que gastaram em 2010 (R$ 266mi) e cerca de 70% deste dinheiro virá de doações de bancos e de grandes empreiteiras.


Crítica:

 

Referendando a tese daqueles que dizem que o Brasil não é um país sério, ontem o BC brasileiro divulgou um ''comunicado importante'' dizendo que o mercado de câmbio fechará as 13h nos dias de jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo.

 

Como agora ''virou moda'' o judiciário criticar o legislativo, e vice-versa, ontem, durante seu cerimônia de posse com novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Dias Toffoli, que também é ministro do STF, criticou a quantidade de partidos que existem hoje no país e o fácil acesso que eles têm aos direitos de tempo no rádio e na televisão, além do financiamento público.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário