R.B. 22/ABR/14 ''Para a alegria da oposição e também do mercado''


R.B.

"Para a alegria da oposição e também do mercado"

 

São Paulo, 22 de abril de 2014 (TERÇA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA deve seguir em alta, mantendo os 52.000pts como ‘’suporte’’, se ‘’ajustando’’ a valorização das principais bolsas mundiais durante os feriados no Brasil e também ‘’comemorando’’ o novo recuo da aprovação da presidenta Dilma nas pesquisas e (2) o DÓLAR pode seguir em queda, ainda com ‘’boas chances’’ de fechar o mês abaixo dos R$ 2,20, ampliando a desvalorização já acumulada ano (-5,2%), diante dos leilões de venda do BC e das expectativas de novos ingressos de recursos no país.

 

Quinta-feira, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 1,8% (aos 52.111pts), com bom volume de negócios (R$ 5,9bi), para fechar em alta pela quinta semana consecutiva (desta vez de apenas 0,5%), novamente com destaques positivos para as ações das estatais, como Petrobras (3,8%) e Banco do Brasil (4,3%), diante das ‘’apostas’’ de queda de Dilma nas pesquisas e (2) o DÓLAR caiu -0,3% à R$ 2,23, revertendo uma abertura positiva, também influenciado pela redução das tensões globais.

 

Ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão -0,1% e China -1,5%, realizando lucros recentes, (2) da EUROPA, Inglaterra, França e Alemanha permaneceram fechadas por conta do feriado de Pascoa e (3) dos EUA, em alta pelo quito pregão consecutivo, S&P 0,4%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,6%, com poucos negócios e com os investidores mostrando hesitação antes de uma série de divulgações de resultados corporativos nesta semana.

 

Mais uma vez ‘’batendo forte no Brasil’’, o que deve ocorrer até que Dilma saia do poder, a última edição da revista "The Economist" traz uma reportagem crítica ao mercado de trabalho brasileiro e ao nível de produtividade dos trabalhadores tupiniquins, que segundo a publicação "são gloriosamente improdutivos" e "precisam sair de seu estado de estupor" para ajudar a acelerar a economia.

 

Ressaltando que é importante realinhar a rota do governo Dilma, dando mais peso ao investimento do que ao consumo e elevando a meta do superávit primário, o economista Luiz Gonzaga Belluzzo afirmou que ‘’o pacote de 2015 não será fácil’’ e que será um tarefa prioritária é se dedicar à solução de problemas estruturais, como a indexação, que faz a inflação persistir, e o baixo crescimento.

 

Em MAR/14 o mercado de emprego formal brasileiro teve o pior desempenho para o período desde 1999, com a geração de apenas 13.117 vagas, ante 112.540 vagas em MAR/13, porem, como cada dia menos trabalhadores procuram emprego, já que vivem dos programas assistencialistas do governo federal, a taxa de desemprego nas seis maiores regiões metropolitanas do país manteve a tendência de queda e fechou o mês passado em 5%, o que representa a menor taxa para este mês desde o início da pesquisa, em 2002.

 

Após o ‘’susto’’ do IPCA fechado de março, que atingiu 0,92% e assim ficou na maior taxa para o mês desde 2003, a inflação deu sinais de arrefecimentos, já que a prévia do índice oficial do país de ABR/14, medida pelo IPCA-15, registrou uma alta de 0,78%, patamar menor que o esperado pelo ‘’mercado’’ (0,85%).

 

Confirmando que, apesar do descaso das autoridades, a situação é crítica, faltando pouco mais de uma semana para o fim do mês, quando se encerra oficialmente o período chuvoso no país, o nível médio dos reservatórios de hidrelétricas no Sudeste/Centro-Oeste está em 37%, evidenciando a necessidade de iniciar campanha por economia de energia.

 

-    A Gerdau subiu 4,0%, diante da divulgação de que o Departamento do Comércio dos EUA tomará uma decisão preliminar sobre acusações de dumping contra produtores de vergalhão da Turquia e do México.

-    A Petrobrás subiu 3,8%, com os investidores esperando a queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto e, durante o final de semana, a empresa anunciou que, para não atrasar seu cronograma de produção, vai concluir quase integralmente na China a conversão de duas plataformas e metade de outro equipamento para o pré-sal da Bacia de Santos, contratados em 2012 para serem feitos no Brasil de forma a estimular a retomada da indústria naval.


Política:

 

‘’Para a alegria da oposição e também do mercado’’, segundo uma pesquisa divulgada ontem, quando apenas é computado o voto dos eleitores que dizem conhecer os candidatos à presidente, Eduardo Campos, do PSB, tem 28% das intenções de voto, Dilma, do PT, tem 26% e Aécio, do PSDB, tem 24%.

 

Aproximando-se cada dia mais do Palácio do Planalto, a Polícia Federal investiga por que o nome e o telefone do ministro Miguel Rossetto, do Desenvolvimento Agrário, estão numa agenda do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, indiciado sob suspeita de integrar esquema de lavagem de dinheiro comandado por doleiros.

 

Indicando que os peemedebistas estão prestes a abandonar a ‘’canoa furada’’ de Dilma, o senador Eunício Oliveira, do PMDB do Ceará, tem ido atrás de diferentes partidos para tentar viabilizar seu nome na sucessão estadual e nas sondagens inclui até o PSDB, que faz oposição ao PT e que poderia formar a sua chapa com o ex-governador tucano Tasso Jereissati, que por sua vez vai concorrer ao Senado.


Crítica:

 

Segundo especialistas, o ‘’preço justo’’ a ser pago pela prestação de serviço de administração e de gestão por quem investe o seu dinheiro, por sua conta e risco, obviamente sem promessa de rentabilidade, está entre 0,50% e 1% ao ano para um Fundo DI e entre 1,5% e 2,5% para fundos de ações ou multimercados.

 

Dando um exemplo que deveria ser seguido pelo governo brasileiro, o governo da China estimula cada dia mais a produção de veículos elétricos para combater a poluição atmosférica das suas cidades e, pegando ‘’carona’’ esta onda, a Volkswagen vai continuar expandindo as operações chinesas e começará em breve a vender carros movidos a bateria no maior mercado de automóveis.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer crítica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog: www.relatoriobrasil.com

Curta nossa página no Facebook: www.facebook.com/relatoriobrasil 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário