R.B. 12/MAR/14 ‘’É uma boa aposta vender Dilma a 70’’


R.B.

"É uma boa aposta vender Dilma a 70"

 

São Paulo, 12 de março de 2014 (QUARTA-FEIRA).


Mercados e Economia:

 

Hoje (1) a BOVESPA cair, ampliando as perdas já acumuladas no ano (-11,3%), acompanhando a piora do ''humor'' nas principais bolsas mundiais e também a divulgação de indicadores de inflação acima do esperado no Brasil e (2) o DÓLAR pode subir, para fechar em território positivo pelo quinto pregão seguido, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

Ontem, no BRASIL, (1) a BOVESPA subiu 0,4%, mesmo com a retração das bolsas dos EUA, em um movimento de ''caça de barganhas'' após fechar o pregão anterior no menor patamar desde 10/JUL/13 e (2) o DÓLAR subiu 0,5% à R$ 2,36, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, mesmo com os leilões de venda do BC.

 

Também ontem, nas principais bolsas (1) da ÁSIA, Japão 0,7%, com os investidores ''aliviados'' com a decisão do BC local de manter inalterada sua política monetária, conforme esperado, e CHINA 0,2%, corrigindo a desvalorização do dia anterior, (2) da EUROPA, Inglaterra –0,1%, França –0,5% e Alemanha 0,5%, novamente sem uma tendência única e após uma sessão bastante volátil, diante da divulgação de indicadores mistos de vários países da região, como o superávit comercial maior que o esperado na Alemanha e a produção industrial abaixo do esperado no Reino Unido e (3) dos EUA, S&P –0,5%, DJ –0,4% e NASDAQ –0,6%, com pouca volatilidade, enquanto os investidores avaliavam dados econômicos divulgados no país recentemente e as contínuas incertezas em torno da Ucrânia.

 

Hoje, após adiar sua primeira reunião marcada para SP por conta de uma "sardinhada de protesto" planejada por sindicalistas da Força Sindical, Mantega, Ministro da Fazenda, se reunirá em Brasília com os 18 maiores empresários do Brasil para falar de economia e também iniciar as negociações da nova legislação sobre tributação de filiais de empresas brasileiras no exterior.

 

Dando dois sinais positivos da economia brasileira, (1) em 2013 o faturamento das redes de franquias do país cresceu 11,9% na comparação com 2012 e atingiu R$ 115bi e (2) em JAN/14 a produção industrial brasileira foi 2,9% maior que em DEZ/13.

 

Como fruto do ciclo de aperto nos juros promovido pelo BB para combater a inflação, que elevou a Selic de 7,25% em ABR/13 para 10,75% em ABR/14, no começo de MAR/14 a taxa média dos juros cobrados para o crédito ao consumidor atingiu o maior nível desde AGO/12, com destaque para os juros do cartão de crédito, que alcançaram ''incríveis e extorsivos'' 10,08% ao mês.

 

''Tapando o buraco'', ao menos no curto prazo, segundo a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica o repasse de R$ 1,2bi do governo às distribuidoras, anunciado no fim da semana passada, garante, neste momento, o cumprimento das obrigações do setor.

 

-    A Petrobrás subiu 0,8%,  após a agência de classificação de risco Fitch informar que avaliou como "baixa expectativa de risco de inadimplência" e emissão de US$ 8,5bi em títulos realizada no dia anterior pela empresa.


Política:
 
Mostrando cada dia mais que, por conta da crescente perda de apoio no meio político, ''é uma boa aposta vender Dilma a 70'', ontem os líderes da base aliada recomendaram que o Palácio do Planalto suspenda as votações na Câmara dos Deputados para evitar derrotas na Casa em matérias importantes, como o Marco Civil da Internet.

 

O chamado "blocão", que é um grupo informal de deputados da base insatisfeitos com a articulação política conduzida pelo governo, impôs na noite de ontem uma dura derrota ao Palácio do Planalto ao aprovar um requerimento para que parlamentares viajem ao exterior e acompanhem investigações de corrupção que citam a Petrobrás.

 

A oferta de apoio do PT a candidatos do PMDB em mais seis estados, feita ontem pela presidenta Dilma Rousseff para agradar aos senadores peemedebistas e evitar que a crise com o partido na Câmara contaminasse o Senado, não será facilmente cumprida, pois em 2 estados, Maranhão e Goiás, os petistas não concordam e já avisaram que irão ''comprar briga''.

 

Em reposta à ''estratégia burra'' do Palácio do Planalto, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, do PMDB do RN, saiu em defesa do colega Eduardo Cunha, do PMDB do RJ, e classificou de "impossível" o isolamento do líder peemedebista, que representa uma bancada de 76 deputados.

 

Faltando menos de um mês para deixar o cargo para se lançar oficialmente à Presidência, Eduardo Campos, o governador de Pernambuco, está concluindo uma licitação de R$ 100mi para fazer propaganda do seu governo, o que será quase o dobro do gasto de 2013 e maior valor já gasto para divulgar os feitos de sua gestão desde que ele tomou posse, em 2007.


Crítica:

 

Confirmando mais uma vez a enorme incapacidade gerencial do governo Dilma, enquanto portos do país enfrentam problemas de infraestrutura, com filas para carga e descarga, verbas para obras que poderiam resolver os gargalos ficaram sem uso, já que os portos federais brasileiros gastaram apenas 28,5% dos recursos previstos pela União entre os anos de 2000 e 2013.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alfredo@relatoriobrasil.com


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com 


Nenhum comentário:

Postar um comentário