R.B. 21/JAN/14 ‘’Ao menos 1 não é laranja’’


R.B.

"Ao menos 1 não é laranja"

 

São Paulo, 21 de janeiro de 2014 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, tentando uma recuperação após já acumular uma queda de –5,4% no mês e assim fechar o pregão do dia anterior no menor patamar desde 7/AGO/13 (aos 48.708pts), acompanhando o movimento ascendente das demais bolsas mundiais e em um movimento de ''caça de barganhas''.

-    O DÓLAR deve seguir em queda, ampliando as perdas acumuladas nos 2 últimos pregões (-1,0%), já que a recente elevação da taxa básica de juros da economia brasileira cria a perspectiva de que recursos estrangeiros adicionais entrem no país.

 

ONTEM

-    BOVESPA –1,0%, já abriu em queda e, mesmo com a divulgação de dados melhores do que o esperado do PIB da China, manteve a trajetória descendente ao longo de ''quase'' todo pregão, influenciada pelo recuo das commodities e com baixo volume de negócios (R$ 5,6bi) para um dia de vencimento de opções, principalmente devido ao feriado nos EUA e também no RJ.

-    DÓLAR –0,4% à R$ 2,34, já abriu em queda e, mesmo com o ''humor negativo'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de ''quase'' todo pregão, para fechar o dia no menor patamar desde 17/DEZ/13, seguindo o fluxo positivo de recursos externos e influenciado pelos leilões de venda do BC.

-    Na ÁSIA, acompanhando o fechamento negativo das bolsas de NY na sexta-feira passada, JAPÃO –0,6%, a terceira baixa consecutiva, desta vez pressionada pela forte queda das ações da Nintendo (-6,1%), após a fabricante de videogames ter anunciado que projeta prejuízo líquido de -25bi de ienes no ano fiscal, ante uma estimativa anterior de lucro de 55bi de ienes e CHINA –0,7%, já que, apesar de superar as ''apostas do mercado'', a divulgação do PIB do país em 2013 confirmou desaceleração da sua economia, que aliás é a segunda maior do mundo.

-    Na EUROPA, também com poucos negócios devido ao feriado nos EUA, INGLATERRA –0,1%, FRANÇA –0,1% e ALEMANHA –0,3%, pressionadas principalmente por ações do bancos, após o Deutsche Bank, cujas ações despencaram –5,4%, anunciar um inesperado prejuízo de US$ -1,3bi no quarto trimestre de 2013.

-    Nos EUA, S&P, DJ e NASDAQ permaneceram fechadas por causa do feriado de Martin Luther King.


Economia:

 

Será nesta semana que, pela primeira vez desde que se tornou presidenta do Brasil, Dilma irá para Davos para tentar convencer a elite empresarial do mundo de que o país ainda é um bom investimento, apesar de 3 anos de baixo crescimento, e que seu governo adota uma postura amigável com empresas, apesar das medidas que seu governo adotou que apertaram os lucros de algumas companhias e prejudicaram os preços das ações.

 

Tentando, mais uma vez sem sucesso, acalmar o ''mercado'', ontem a presidenta Dilma ''garantiu'' que seu governo se esforça para manter a inflação "o mais baixo possível" e aproxima-la do centro da meta, ressaltando também que tem um compromisso permanente com a manutenção dos fundamentos econômicos sólidos.

 

Um pouco mais otimista, o ''mercado'', já refletindo à luz da ultima elevação de 0,5% da Selic, aumentou, de 1,99% para 2,00% suas previsões para o crescimento do PIB brasileiro em 2014, porem também subiu suas ''apostas'' para o IPCA deste ano, desta vez de 6% para 6,01%.

 

Ensinando para a ''brilhante'' equipe econômica do Dilma como funciona a ''revolucionária'' lei da oferta e procura, apenas 5 dias depois de a Agência Nacional de Aviação Civil anunciar a inclusão de 1.973 voos na malha aérea durante a Copa do Mundo, os preços das passagens para o período caíram até -67,5%.

 

Dando mais um sinal de crescimento do ''imperialismo tupiniquim'', a Anheuser-Busch InBev, maior fabricante de cervejas do mundo, fechou ontem um acordo para recomprar a sul-coreana OB por US$ 5,8bi, o que representa uma das maiores transações de private equity da Ásia nos últimos anos.

 

-    Começando o ano com ''o pé esquerdo'', apenas nas 3 primeiras semanas de 2014 a balança comercial brasileira acumula déficit de US$ –2bi.

 

-    A Gafisa subiu 0,8%, depois que a empresa divulgou dados operacionais considerados fortes pelos analistas, com destaque para a expansão de 8,7% nos lançamentos do quarto trimestre de 2013 na comparação com o quarto trimestre de 2012.


Política:

 

Com atenção e prioridade de Lula, que fará de tudo para derrotar o PSDB, que por sua vez governa o Estado de SP desde 1994, o petista Alexandre Padinla, Ministro da Saúde e pré-candidato à governador em SP, já se prepara para rodar o Estado em uma caravana assim que deixar o cargo, o que deve ocorrer no começo de FEV/14.

 

Conforme já era previsto, a transição na Casa Civil começará a ser feita no fim de semana, quando Gleisi Hoffmann, hoje titular da pasta, retorna das férias a Brasília e, como vai disputar o governo do Paraná, será substituída por Aloizio Mercadante, atualmente titular da Educação.

 

Mostrando que ''ao menos 1 não é laranja'', Nelson Jobin, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro da Justiça e da Defesa no governo Lula, confirmou que fez uma doação de R$ 10 mil para ajudar José Genoino a pagar a multa por sua participação no mensalão.

 

Segundo um documento apreendido na sede da Alstom, na França, integrantes da Secretaria de Energia e três diretorias da Empresa Paulista de Transmissão de Energia foram subornados para que a companhia obtivesse em 1998, já durante o governo do tucano Mario Covas, um contrato de US$ 45,7mi com a estatal paulista.


Crítica:

 

Segundo relatório da ONG Oxfam, apresentado no Fórum Econômico de Davos, do final dos anos 70 para cá as alíquotas de impostos das pessoas mais ricas caíram em 29 dos 30 maiores países do mundo, aumentando a concentração de recursos econômicos, ameaçando a estabilidade política e agravando as tensões sociais, com isto, atualmente o patrimônio dos 1% mais ricos da população mundial atinge os US$ 110tri, ou 65 vezes mais que o patrimônio da metade mais pobre da população do planeta.

 

Mostrando mais uma vez que ''o crime compensa no Brasil'', Luciana Malgrain, juíza substituta da 1.ª Vara Criminal de Joinville, revogou ontem a prisão preventiva de 17 torcedores de Atlético-PR e Vasco envolvidos na briga generalizada durante a última rodada do Brasileiro, em DEZ/14.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário