R.B. 3/DEZ/13 "Um ótimo negócio"


R.B.

"Um ótimo negócio"

 

São Paulo, 3 de dezembro de 2013 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, tentando uma ''recuperação técnica'' após a forte queda do pregão anterior, principalmente caso os dados do PIB brasileiro do terceiro trimestre não apresentem mais uma ''surpresa negativa'', porem deve-se ressaltar que esta semana ainda serão divulgados dados importantes como a divulgação da produção industrial de OUT/13 e a ata da reunião do Copom.

-    O DÓLAR deve cair, também em um ''ajuste técnico'' após 5 pregões consecutivos de alta, acompanhando a esperada melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciado pelos leilões de venda do BC, que já deixou claro que sua preocupação é maior com o controle da inflação.

 

ONTEM

-    BOVESPA –2,4%, já abriu em queda e, pressionada principalmente pelo forte ''tombo'' das ações da Petrobrás (-9,2%), manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia no menor patamar desde 30/AGO/13 (aos 51.245pts) e com bom volume de negócios (R$ 7,5bi).

-    DÓLAR 1,0% à R$ 2,36, já abriu em alta e, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia no maior patamar desde 3/SET/13, também influenciado pela crescente redução da credibilidade externa do cenário fiscal brasileiro.

-    Na ÁSIA, com poucos negócios e realizando lucros recentes, JAPÃO –0,1%, CHINA –0,4% e CORÉIA –0,7%, diante do anuncio de uma leve desaceleração no índice dos gerentes de compras da indústria da China, que passou para 50,9pts em OUT/13 para 50,8pts em NOV/13.

-    Na EUROPA, revertendo os ganhos da abertura, INGLATERRA –0,8%, FRANÇA –0,2% e ALEMANHA –0,1%, prejudicadas pela divulgação de uma série de números conflitantes sobre a atividade industrial na região, que registrou sinais de enfraquecimento na Espanha e na França e de recuperação na Alemanha e na zona do euro.

-    Nos EUA, realizando lucros recentes, após atingirem os maiores patamares da história, S&P –0,3%, DJ –0,5% e NASDAQ –0,4%, prejudicadas pela divulgação de que as vendas das redes varejistas na Black Friday foram –2,9% menores do que no mesmo período de 2012.


Economia:

 

Hoje será divulgado o desempenho do PIB brasileiro do terceiro trimestre deste ano e, apesar das expectativas pessimistas do ''mercado'', Mantega, ministro da Fazenda, ''avisou'' que já consultou sua ''infalível bola de cristal'' e que a economia brasileira deve ter crescido 2,5% no terceiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado e que suas previsões para os próximos 10 anos é que é que o país cresça em média 4% ao ano.

 

Traçando traçou um cenário nada favorável do Brasil, no qual ressaltou suas criticas aos sucessivos desvios de conduta na política macroeconômica do país, ontem Octavio de Barros, diretor estatutário e economista chefe do Bradesco, fez uma palestra cujo título estava escrito em letras garrafais: "Confiança é tudo!!!".

 

Refletindo o ''humor'' dos investidores, Roger Agnelli, ex-presidente da Vale, chamou a atenção para a série de incertezas e indefinições macroeconômicas que o país está vivendo, ressaltando que todo dia se leem notícias conflitantes, que as regras vêm sendo sempre alteradas e que isso freia e encarece a vinda de investimentos em um momento em que o Brasil precisa urgentemente de recursos para criar infraestrutura, a fim de melhorar o sistema de importação e exportação.

 

Dando sequencia à sua ''política econômica de retalhos'', Mantega, ministro da Fazenda, ''avisou'' que o governo pretende retomar a cobrança da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) em 2014, assim que a inflação estiver em um "patamar mais confortável".

 

No mesmo dia que as ações da Petrobrás caíram -9,7%, fechando o dia aos R$ 17,36, patamar aliás –34% abaixo dos R$ 26,30 da oferta publica feita pela empresa em SET/10 para levantar recursos para explorar o pré-sal, a presidenta Dilma participava da cerimônia de assinatura dos contratos de exploração do Campo de Libra e, para rebater críticas na condução do leilão, ''garantiu'' que a estatal, que entrou com 40% do lance mínimo, e seus parceiros fizeram "um ótimo negócio" e ressaltou que a operação é um ''sinal inequívoco" de que o Brasil está aberto ao investimento privado.

 

Dando sinais negativos da economia brasileira, (1) em NOV/13 o desempenho das empresas do setor da construção caiu -4,5% no acumulado dos últimos 12 meses e em 2013 o crescimento do PIB da construção deve ser menor do que o PIB nacional, o que ocorrerá pela primeira vez desde 2006 e (2) em NOV/13 as vendas de veículos foram -8,25% menores que em OUT/13 e -2,8% inferiores a NOV/12.

 

Apesar de voltar a apresentar resultado positivo em NOV/13, registrando um superávit de US$ 1,7bi, que aliás foi ''inflado'' pela exportação atípica de duas plataformas de petróleo, a balança comercial brasileira ainda acumula um déficit de US$ -89mi no ano, o que representa o pior resultado desde 2000 e que é causado principalmente pelas crescentes importações de combustíveis pela Petrobras.

 

-    A Petrobrás caiu –9,2%, já que o ''mercado'' considerou o reajuste dos combustíveis insuficiente para compensar a defasagem em relação aos preços internacionais e principalmente teve mais certeza de que o governo Dilma seguirá usando a referida estatal para segurar a inflação diante da inexplicável falta de detalhamento do cálculo utilizado pela companhia para a elevação dos preços.


Política:

 

Na mesma época em que Tiririca avisa na TV que não deixará a política, foi divulgada uma pesquisa de intenção de votos para o governo do RJ indicando que Garotinho lidera com 21% das intenções de voto, seguido por Marcelo Crivella, do PRB, que tem 15%, por senador Lindbergh Farias, do PT, que também tem 15% e por Cesar Maia, do DEM, que tem 11%.

 

Com seu candidato a governador em 2014, o vice-governador Luiz Fernando Pezão, com apenas 5% das intenções de voto, Serio Cabral, governador do RJ, ''avisou'' que em MAR/13 vai deixar o governo do Estado para disputar uma vaga no Senado.

 

Prestes a prescrever, no ultimo domingo a primeira ação judicial que trata dos fatos relacionados ao mensalão mineiro completou exatos 10 anos de tramitação no Supremo Tribunal Federal, porem atualmente a suprema corte do país está mais preocupada em debater sobre as regalias, ou não, dos petistas presos pelo mensalão de Lula.


Crítica:

 

Como uma ''cereja no bolo'' de um país que torrou bilhões na construção de estádios para jogos de futebol, o Brasil vai gastar mais R$ 6,9 milhões apenas para fazer o sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2014, porem o valor desta ''cereja'' é ''troco'' perto das centenas de milhares de reais que as prefeituras e os governos gastam todo ano para, mesmo com o estado laico e com milhões de brasileiros sem educação e saúde, enfeitar as ruas e praças com luzes e temas natalinos que apenas estimulam o consumo desnecessário.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário