R.B. 18/OUT/13 ‘’Torrando dinheiro publico’’


R.B.

"Torrando dinheiro publico"

 

São Paulo, 18 de outubro de 2013 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, recuperando as perdas do pregão anterior, diante da avaliação de que o acordo de provisório nos EUA vai atrasar a redução da política expansionista do referido país e da divulgação de dados animadores da economia chinesa, que é o principal destino das exportações brasileiras.

-    O DÓLAR pode seguir em queda, com ''boas chances'' de testar o ''suporte'' dos R$ 2,15 ainda no pregão de hoje, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciado pelo crescente fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA –1,1% (aos 55.358pts), já abriu em queda e, em um ''saudável'' movimento de realização de lucros após 6 pregões consecutivos de alta, manteve a trajetória descendente ao longo de ''quase'' toda sessão, pressionada pela queda das ações da OGX (-14,9%) e influenciada negativamente pelos sinais de que o BC deve seguir subindo a taxa de juros nas suas próximas reuniões.

-    DÓLAR –0,7% à R$ 2,16, já abriu em queda e, mesmo com a realização de lucros na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de ''quase'' todo pregão, influenciado pelos leilões de venda do BC e pela perspectiva de que o juro básico nacional, a Selic, possa voltar a dois dígitos, crescendo assim a atratividade do país aos investidores estrangeiros.

-    Na ÁSIA, beneficiadas pela notícia de que o Congresso dos EUA chegou a um acordo de última hora para evitar o calote da dívida e para reabrir o governo, JAPÃO 0,8%, CHINA 0,2% e CORÉIA 0,3%, com destaques de alta para as ações das empresas exportadoras.

-    Na EUROPA, mais uma vez sem uma tendência única, INGLATERRA 0,1%, FRANÇA –0,1% e ALEMANHA –0,4%, com os investidores desconfiados de que o acordo anunciado pelo Congresso dos EUA é apenas uma solução temporária para o problema.

-    Nos EUA, também sem uma tendência única, S&P 0,6%, DJ –0,1% e NASDAQ 0,6%, também diante da avaliação de que a lei sancionada pelo presidente Obama é apenas um adiamento do problema fiscal norte-americano e que a imagem do governo democrata ficou abalada por isso.


Economia:

 

Na ata da sua reunião da semana passada, na qual a taxa básica de juros subiu de 9,00% para 9,50%, o Copom, indicando que a Selic pode fechar o ano em 2 dígitos, afirmou que é "apropriada a continuidade do ritmo de ajuste das condições monetárias ora em curso".

 

Corroborando com a opinião de Marina Silva, segundo Armínio Fraga, ex-presidente do BC no final do governo FHC e no primeiro ano do governo Lula, o tripé macroeconômico, com meta de inflação, controle fiscal por meio de superávits primários e câmbio flutuante, foi abandonado desde o segundo mandato de Lula e substituído por um modelo pior e amarrado no aspecto microeconômico e desorganizado na macroeconomia.

 

Desde 23/AGO/13 o BC vem fazendo operações diárias no mercado financeiro com o intuito de frear a volatilidade da cotação da moeda norte-americana, porem para os ex-presidentes do BC Gustavo Franco e Henrique Meirelles a autoridade monetária não deveria usar as intervenções no mercado de câmbio para tentar fixar uma cotação para o dólar.

 

Diante da enorme incompetência gerencial do governo Dilma, o Brasil obteve o segundo pior desempenho entre os países dos Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, em um ranking de transparência corporativa elaborado pela ONG Transparência Internacional.

 

Como um vendedor que busca mais interessados para seu produto, Magda Chambriard, diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, ''avisou'' que será declarada até o final do ano a comercialidade do campo de Franco, um reservatório de petróleo colado ao campo de Libra, que ''coincidentemente'' será leiloado na próxima segunda-feira.

 

Em alta pelo quinto mês consecutivo e aumentando ainda mais os lucros já astronômicos dos grandes bancos brasileiros, a média da taxa de juros cobrada no cheque especial, uma das modalidades de crédito ao consumidor mais caras, subiu de 8,03% ao mês em SET/13 para 8,18% ao mês em OUT/13.

 

Mostrando mais uma vez como é ruim o incompetente governo brasileiro se aliar a governos de países que conseguem ser ainda mais incompetentes, a demora da Argentina em apresentar sua oferta de abertura de mercado nas negociações entre Mercosul e União Europeia, para a criação de uma área de livre comércio, já provoca mal-estar nos outros membros do bloco, diminuindo assim as chances de se construir uma oferta única e ficando mais provável que cada país apresente cronogramas diferente de redução de suas tarifas de importação.

 

-    A Usiminas caiu -6,1%, realizando lucros recentes e diante do rebaixamento de sua recomendação por uma corretora norte-americana.

-    A Vale subiu 1,5%, diante das expectativas positivas para a divulgação de importantes dados sobre o desempenho da economia chinesa, principal comprador internacional da empresa.


Política:

 

Como sabe que seus maiores inimigos estão no ninho tucano, o senador Aécio Neves, provável candidato do PSDB à Presidência da República em 2014, autorizou seus aliados a intensificarem negociações para a construção de uma ''chapa puro-sangue'' com o ex-governador José Serra na posição de vice.

 

Como o PT não abre mão de lançar o senador Lindbergh Farias ao governo do RJ em 2014 e o PMDB quer Pezão na disputa, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, se reuniu ontem com o governador do RJ, Sérgio Cabral, e o vice-governador Luiz Fernando Pezão, mas obviamente não houve consenso sobre a situação dos dois partidos no estado, que aliás é o terceiro maior colégio eleitoral do país.

 

Após enviar um e-mail a cerca de 4.000 servidores informando que havia "ingerência" externa nas decisões do fisco, Caio Cândido, então subsecretário de fiscalização, deixou o cargo defendendo a independência do órgão e se opondo ao novo pacote de benefícios em favor das grandes empresas patrocinado pelo governo Dilma.

 

Dilma convocou 1.000 homens do Exército, a pedido do governo do RJ, para garantir a realização do primeiro leilão do pré-sal, do campo de Libra, que ocorrerá na próxima segunda-feira, porem na noite de ontem Ildo Sauer, ex-diretor de Gás e Energia da Petrobras no governo Lula, protocolou na Justiça Federal uma ação popular pedindo a suspensão deste leilão alegando que ele tem "ilegalidades flagrantes" e contraria os interesses nacionais ao "seguir a política energética dos EUA e da China".


Crítica:

 

Como que liberando a depredação do patrimônio publico, ontem o juiz da 21ª Vara Criminal do RJ mandou soltar 22 dos 64 acusados de atos de vandalismo, que foram enquadrados na Lei do Crime Organizado, alegando que eles poderiam responder pelas acusações em liberdade porque têm domicílio certo e não têm antecedentes criminais.

 

''Torrando dinheiro publico'' com algo que será usado apenas como ''brinquedo de luxo'' dos militares, o governo brasileiro aprofundou sua cooperação militar com a Rússia ao fechar a compra de R$ 2bi em baterias antiaéreas e admitiu participar da produção do caça de próxima geração que está sendo desenvolvido por Moscou.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário