R.B. 21/OUT/13 ‘’Enchendo os investidores de dúvidas’’


R.B.

"Enchendo os investidores de dúvidas"

 

São Paulo, 21 de outubro de 2013 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, mesmo após subir 4,2% na semana passada, impulsionada pela recuperação dos preços das commodities, diante da divulgação de dados positivos da China, e acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, diante do anuncio do BC do Japão de que ainda é cedo para discutir a redução do seu programa de estímulo.

-    O DÓLAR pode cair, com ''boas chances'' de testar o ''suporte'' dos R$ 2,15 até o final desta semana, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, diante da expectativa de que o Fed (''BC'' dos EUA) manterá suas compras de bônus no ritmo atual para estabilizar a economia após o impasse fiscal em Washington, e o fluxo positivo de recursos externos, que deve se intensificar com o leilão do pré-sal.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 0,1%, abriu em alta, para na máxima avançar 1,1%, acompanhando o desempenho positivo das bolsas de NY e beneficiada pela divulgação de dados positivos da economia da China, porem perdeu ''forças'' ao longo do pregão, para na mínima recuar –0,5%, e fechou próxima da estabilidade, prejudicada pelo desempenho das ações da Petrobras (-1,5%), diante da greve dos petroleiros contra o primeiro leilão do pré-sal, do campo gigante de Libra, que ocorrerá nesta segunda-feira.

-    DÓLAR 0,8% à R$ 2,17, já abriu em alta e, mesmo com o leilão de venda do BC, manteve a trajetória ascendente durante ''quase'' todo pregão, devolvendo uma parte das perdas acumuladas recentemente e em um sinal de que o ''mercado'' ainda respeita o ''suporte'' dos R$ 2,15.

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO –0,2%, realizando lucros após 7 dias consecutivos de ganhos, em uma sessão de pouca movimentação e destaque de queda paras as exportadoras, como Kyocera (-0,6%) e Toyota (-0,9%), CHINA 0,5%, beneficiada pelo anuncio de que o PIB do país cresceu 7,8% no terceiro trimestre deste ano, patamar superior ao esperado (7,5%) e CORÉIA 0,6%.

-    Na EUROPA, acumulando uma alta média de 2,2% na semana, INGLATERRA 0,7%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 0,6%, acompanhando o desempenho positivo das bolsas dos EUA, beneficiadas pela divulgação de dados positivos sobre a economia da China e também por alguns balanços corporativos melhores que o esperado.

-    Nos EUA, com o S&P batendo mais um recorde histórico de alta, S&P 0,6%, DJ 0,2% e NASDAQ 1,3%, também impulsionadas por dados da China e por balanços corporativos positivos, além de beneficiadas pelo aumento das ''apostas'' de que o Fed (''BC'' local) será ''obrigado'' a manter seus estímulos por um período mais longo do que o esperado anteriormente.


Economia:

 

Hoje, se tudo correr como o combinado, o Brasil fará o primeiro leilão do pré-sal e, ''enchendo os investidores de dúvidas'', (1) o governo já derrubou na justiça 24 pedidos de suspensão do leilão, (2) por ordem da presidenta Dilma o exercito cercou e restringe a circulação de uma área de 1.000 metros em volta do hotel no qual será realizado o leilão, (3) a Petrobrás já manifestou o desejo de rediscutir o modelo para torna-lo, pelo menos, opcional, (4) um consórcio liderado pela Shell, com a indiana ONGC e a francesa Total, estaria encontrando problemas para ser fechado, (5) Gabrielli, ex-presidente da Petrobrás, afirmou que o leilão de Libra é inoportuno, porque o atual momento econômico é desfavorável, (6) Edison Lobão, ministro de Minas e Energia, afirmou que o leilão irá ocorrer ainda que haja apenas um consórcio participando e (7) a exigência de um mínimo de encomendas na indústria brasileira do setor de petróleo, o chamado conteúdo nacional, ao mesmo tempo que gera empregos e garante um PIB melhor, está se tornando um limitador para a aceleração da produção de petróleo no país.

 

Dando exemplos da dificuldade que é investir no Brasil (1) segundo o ranking global de incentivo a negócios do Banco Mundial, o país apresentou, nos últimos 8 anos, um avanço pífio (de apenas 0,5pts) em direção ao patamar classificado como a fronteira de excelência para a realização de negócios e ainda patina entre as 20 nações com menor avanço nessa medida e (2) contando todas as obrigações federais, estaduais e municipais, o país tem 15 milhões de combinações tributárias diferentes.

 

Mais focado nos próximos anos em financiamentos à infraestrutura por orientação do Palácio do Planalto, o BNDES estima que dois setores dessa área terão, em especial, mais investimentos: o de telecomunicações, a fim se adequar às novas tecnologias como o 4G, e o de logística, para o qual o governo lançou um programa de estímulo.

 

Como fruto do crescimento da importância do setor de serviços no PIB brasileiro e também da forte redução da informalidade em algumas profissões, como a de doméstica, as ocupações que mais ganharam trabalhadores em números absolutos no Brasil nos últimos nove anos são as que não exigem nível superior, como auxiliar administrativo, vendedor e ajudante de construção civil.

 

Facilitando as ''manobras tributárias'' das multinacionais brasileiras, que aliás são as principais financiadoras das campanhas politicas, o Ministério da Fazenda confirmou que mudará a cobrança de tributos sobre lucros de filiais destas empresas no exterior, permitindo o pagamento de tributos de forma parcelada e em até 8 anos, sendo que a maior parcela (82,5% do valor devido) será paga apenas no final desse período.

 

Pressionado principalmente pelo grupo alimentação, no segundo movimento consecutivo de aceleração, o IPCA-15, prévia da inflação oficial do país, voltou a subir com mais intensidade e registrou variação de 0,48% em OUT/13, contra 0,27% no mesmo período de SET/13.

 

-    A Vale caiu –0,5%, após anunciar que, diante da menor demanda por minério de ferro, especialmente da China, e da redução das cotações no mercado internacional, seus investimentos previstos devem cair -32% de 2014 a 2017.

-    A OGX subiu 2,0%, após anunciar que está discutindo com a Vinci Partners e outros potenciais investidores opções para sua reestruturação financeira.


Política:

 

Para evitar as prévias do PT na Bahia, Sergio Gabrielli, atual secretário estadual do Planejamento e ex-presidente da Petrobrás, lançou-se pré-candidato ao governo do estado com o apoio do ex-presidente Lula e de Rui Falcão, presidente do partido.

 

Alexandre Padilha, pré-candidato do PT ao governo de SP, anunciou o senador Eduardo Suplicy como candidato à reeleição no ano que vem, numa demonstração de que o partido desistiu mesmo de negociar a vaga para o Senado com os partidos aliados.

 

A OAB federal e a CNBB se uniram e entregaram ao presidente do STF, Joaquim Barbosa, um ofício pedindo que seja julgada a ação direta de inconstitucionalidade que proíbe a doação de empresas para candidatos ou partidos.

 

Dois ex-governadores e um ex-senador da capital do país famosos por frequentar o noticiário policial nas últimas décadas por suspeita de envolvimento em desvio de recursos públicos, pretendem retomar a carreira política, são eles Joaquim Roriz e Luiz Estevão, que filiaram-se ao PRTB que, em 2006, elegeu o ex-presidente Fernando Collor senador por Alagoas, e o ex-governador José Roberto Arruda, que filiou-se ao PR do mensaleiro Valdemar Costa Neto.

 

Como se estivesse falando de outro partido, em entrevista ao jornal espanhol "El País", publicada ontem, o ex-presidente Lula afirmou que com o crescimento do PT, ao longo desses 33 anos, e com sua chegada ao poder foram aparecendo "defeitos", como a valorização demasiada do Parlamento e de cargos públicos, e o surgimento da corrupção.


Crítica:

 

Confirmando mais uma vez qual é seu setor preferido e desdenhando do fato de que as ruas das grandes cidades já se encontram abarrotadas de tantos automóveis particulares, segundo Fernando Pimentel, ministro do Desenvolvimento, o governo Dilma deve prorrogar da redução do IPI para veículos, prevista para acabar em DEZ/13.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário