R.B. 12/AGO/13 ‘’Farta da polarização incompetente e corrupta entre PT e PSDB’’


R.B.

"Farta da polarização incompetente e corrupta entre PT e PSDB"

 

El Colorado, 12 de agosto de 2013 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve voltar a subir, para fechar em alta pelo quarto pregão consecutivo e provavelmente superar os 50.000pts, acompanhando os sinais de redução da inflação no Brasil e impulsionada pelo resultado acima do esperado da Petrobrás, que também anunciou uma nova descoberta de petróleo em Sergipe.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, com ''boas chances'' de fechar a semana próximo do ''suporte dos R$ 2,25'', acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa, influenciado pelos leilões de venda do BC e também beneficiado pelos sinais de melhora nas perspectivas da economia brasileira.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 1,9%, abriu ''de lado'', para na mínima recuar apenas -0,1%, porem firmou-se em território positivo no inicio da tarde, ignorando as perdas das bolsas de NY, impulsionada pela divulgação de dados positivos na China e com destaques de alta para as ações da Petrobras (2,6%) e da Vale (3,2%).

-    DÓLAR 0,5% à R$ 2,27, abriu em eleve alta, para na máxima avançar apenas 0,1%, porem passou a cair ainda na parte da manhã, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciada pelos novos leilões de venda do BC.

-    Na ÁSIA, com variações amenas, JAPÃO 0,1%, CORÉIA 0,1% e CHINA 0,4%, sustentadas pelo anuncio de que em JUL na China (1) a inflação ficou estável, (2) a produção industrial mostrou alta de 9,7% e (3) as vendas no varejo cresceram 13,2%.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa, INGLATERRA 0,8%, FRANÇA 0,3% e ALEMANHA 0,2%, com os investidores avaliando positivamente os dados fortes da indústria da China, que por sua vez impulsionaram as ações das mineradoras.

-    Nos EUA, fechando em queda a pior semana desde JUN/13, o que é até ''saudável'' diante da forte alta acumulada pelos índices este ano, S&P –0,4%, DJ –0,5% e NASDAQ –0,2%, com investidores especulando sobre quando o Fed (''BC'' local) vai começar a reduzir seus estímulos.


Economia:

 

Mostrando seu otimismo de sempre, Tombini, presidente do BC brasileiro, ''garantiu'' que o Brasil já dispõe de regulação e supervisão mais rigorosas que a maiorias das ''economias avançadas", ressaltando que o Sistema Financeiro Nacional como um todo não necessitará de capital adicional para cumprir Basileia 3 e que a sua adoção no Brasil terá impacto neutro sobre a expansão da oferta do crédito.

 

Segundo o banco norte-americano Bank of America/Merrill Lynch, as reservas internacionais brasileiras em poder do BC (atualmente em US$ 378bi), considerada uma das principais defesas do Brasil à turbulência nos mercados globais, não são tão elevadas quanto propaga o governo Dilma, já que são inferiores ao estoque de investimentos estrangeiros no mercado financeiro do Brasil (em ações e títulos do governo).

 

Dando mais um exemplo da enorme falta de capacidade de execução e de gestão do governo Dilma, ficou pronta, ao custo de R$ 3,5bi, a linha de transmissão Tucuruí-Macapá-Manaus, que é uma obra fascinante, tem quase 1,8 mil quilômetros e 3.351 torres, que chegam a ter 295 metros de altura (o equivalente a um prédio com 100 andares), porem este lindo e caro ''elefante branco'' ainda não está interligando a maior parte da Região Norte ao sistema elétrico nacional, o que era o objetivo inicial do projeto, pois a Amazonas Energia não fez a a compra e a instalação dos equipamentos necessário para o funcionamento do sistema.

 

Recentemente o negócio bilionário que foi a compra da tradicional Smithfield, maior produtora de suínos dos EUA, pela Shuanghui, o "açougue número um da China", marcou a história da indústria de alimentos, e novas aquisições como esta devem ocorrer já que o crescimento da renda dos chineses vai elevar a demanda por alimentos em quantidade e qualidade e o Brasil, rico em recursos naturais, é um forte a receber mais investimentos da China.

 

Indicando que no Brasil, apesar dos avanços na distribuição de renda e da ascensão das classes menos favorecidas da sociedade, os ricos estão cada dia mais ricos, em 2012 a frota tupiniquim de jatos executivos cresceu 16% na comparação com 2011 e continua sendo o segundo maior do mundo em novos registros.

 

-    Para se livrar das ''amarras ideológicas e de má reputação do do Mercosul'', o governo brasileiro negocia individualmente com a União Europeia um acordo comercial.

 

-    A Petrobrás subiu 2,6% e, após o fechamento do pregão, anunciou que (1) acumulou um lucro líquido de R$ 6,2bi no segundo trimestre de 2013, superando a média das ''apostas'' do mercado (R$ 4,5bi) e deixando para trás um prejuízo de R$ -1,3bi no mesmo período do ano passado e (2) os resultados da perfuração do primeiro poço de extensão na Bacia de Sergipe comprovam a extensão da descoberta de óleo leve.


Política:

 

Indicando que a população brasileira está cada dia mais ''farta da polarização incompetente e corrupta entre PT e PSDB'', segundo a mais recente pesquisa de intenção de votos, Dilma, com toda máquina publica trabalhando ao seu favor, subiu de 30% para 35% das intenções de voto, Marina Silva, que ainda nem tem partido formado, subiu de 23% para 26%, Aécio Neves, que segue entre as baladas no RJ e os inexpressivos discursos no Senado, caiu de 16% para 13%, e Eduardo Campos, que não merece comentário nenhum, subiu de 7% para 8%.

 

Motivada ''99,9%'' por questões políticas, a prefeitura de SP vetou a construção de um aeroporto privado para a aviação executiva em Parelheiros, Zona Sul da cidade, provavelmente porque a empresa responsável pelo empreendimento tem como um dos sócios André Skaf, filho do presidente da Fiesp, Paulo Skaf, que por sua vez faz oposição ao governo Federal.

 

Como é mais fácil mudar as regras do jogo quando se está perdendo, a presidenta Dilma afirmou, durante um discurso em Osório, que o avanço da economia do Brasil não se mede apenas com números do PIB ,ressaltando que também é importante o "bem-estar" da população.

 

Se preparando para abandonar o banco de Dilma, Saulo Queiroz, secretário geral do PSD, afirmou que a candidatura da atual presidenta petista é inviável, pois Aécio lidera estourado em MG, Dilma lidera apertado em SP e perde para Marina no RJ.

 

Ao contrário do prefeito Eduardo Paes, que não usou todo seu poder para impedir o apoio de aliados à CPI dos Ônibus, Sérgio Cabral não quis saber de arrumar mais problemas. Entrou pessoalmente na briga para que deputados estaduais retirassem suas assinaturas do requerimento de criação de uma CPI que investigaria obras de recuperação da Região Serrana.


Crítica:

 

Confirmando que o governo brasileiro, cujas campanhas politicas é massivamente financiada pelas fábricas de automóveis, continua persistindo numa política incorreta em relação aos transportes, foi desativado o "obsoleto" trecho ferroviário entre Vitória e Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, quando, tendo a estrutura básica montada, deveria ser apenas reformulado.

 

Também ''generosas'' ao fazerem doações aos políticos nas campanhas, as empresas de telecomunicações foram ''agraciadas'' por uma renúncia fiscal do governo Dilma que deve chegar a R$ 8bi até 2016, patamar um terço acima do teto previsto inicialmente.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário