R.B. 8/JUL/13 ‘’A presidenta é birrenta’’


R.B.

"A presidenta é birrenta"

 

São Paulo, 8 de julho de 2013 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando uma recuperação após acumular uma baixa de 4,7% na semana passada, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também beneficiada pela valorização internacional das commodities.

-    O DÓLAR pode cair, também em um ''ajuste técnico'' após as altas recentes, seguindo a provável melhora do ''humor'' na Bovespa, o fluxo positivo de recursos externos e também a trajetória internacional da moeda norte-americana.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA –1,2%, já abriu em queda e manteve-se em território negativo ao longo de todo pregão, prejudicada principalmente pelo forte recuo das ações da Petrobrás (-5,1%), que fechou no seu menor valor em 4,5 anos já que o ''mercado'' avaliou como acima do esperado os R$ 15bi a serem pagos pela empresa para a obtenção da concessão da área de Libra no primeiro leilão do pré-sal.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 2,26, já abriu em alta e, mesmo com mais um intervenção do BC na ponta vendedora, fechou em território positivo, impulsionada pela crescente fuga de investidores do mercado de ações brasileiro, cuja credibilidade externa é cada dia menor.

-    Na ÁSIA, acompanhando o bom desempenho das bolsas da Europa e dos EUA no dia anterior, JAPÃO 2,1%, CORÉIA 1,2% e CHINA 0,9%, com destaques de alta para as exportadoras, depois que o BC Europeu e o BC britânico surpreenderam o ''mercado'' ao garantir aos investidores que não têm pressa para reduzir seus estímulos.

-    Na EUROPA, devolvendo uma parte dos ganhos acumulados no pregão anterior, INGLATERRA –0,7%, FRANÇA –1,5% e ALEMANHA –2,4%, após o resultado acima do esperado sobre o mercado de trabalho dos EUA levar investidores a retirarem recursos das bolsas da região na expectativa de que o Fed (''BC'' dos EUA) reduza o programa de estímulo monetário.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, S&P 1,0%, DJ 1,0% e NASDAQ 1,1%, beneficiadas pela divulgação de dados robustos da economia do país e com os investidores menos temerosos de que o Fed (''BC'' local) comece a reduzir os estímulos econômicos já em SET/13.


Economia:

 

Com o objetivo de segurar a inflação, porem provavelmente também prejudicando o desempenho da indústria nacional e certamente causando mais instabilidade e insegurança ao mercado, Mantega, ministro da Fazenda, ''avisou'' na sexta-feira que o governo Dilma está estudando a redução do imposto cobrado sobre a importação de alguns insumos básicos, como aço, produtos químicos, fertilizantes, vidros e painéis.
 
Apesar da desaceleração da inflação em JUN/13, que ficou em 0,26% ante 0,37% apurados em MAI/13, a alta acumulada do IPCA nos últimos 12 meses já está em 6,7%, patamar acima do teto da meta do governo (6,5%) e também o maior desde OUT/11 (6,97%).
 
Como reflexo das perdas oriundas do recente aumento da taxa Selic, que prejudicou alguns os títulos públicos, em JUN/13, pela primeira vez desde JUL/08, os fundos de previdência privada de renda fixa tiveram mais resgates do que aplicações, registrando uma saída líquida de recursos de R$ -532,7mi no mês passado.
 
Dando dois sinais positivos da economia brasileira, (1) os financiamentos imobiliários no Brasil atingiram seu melhor resultado histórico mensal em MAI/13, quando chegaram a R$ 9,75bi e assim tiveram alta de 54,8% sobre igual mês do ano passado e de 18,0% na comparação com ABR/13 e (2) em JUN/13 o consumo de energia elétrica no Brasil foi 3,9% maior que em JUN/12.
 
Por fazer empréstimos para empresas como a OGX e ser obrigado a ''socorrer'' o governo para fechar a conta do superávit primário, o BNDES, na contramão do mercado, viu seu patrimônio encolher -38% entre MAR/11 e MAR/13, enquanto a média de cinco grandes bancos públicos e privados registrou crescimento de 25%.
 
Atualmente Eike corre para administrar o desmoronamento do seu império, que tem 2 empresas à venda e outras 2 ameaçadas de fechar as portas, porem há pouco mais de um ano a presidenta Dilma afirmou, ao visitar as obras de um porto construído no RJ pelo referido empresário, que ele era um exemplo para o país  e merecia o "orgulho" dos brasileiros, assim como "toda a atenção e todo o suporte".
 
Em MAI/13 o porto de Santos bateu mais um recorde de movimentação de cargas, porem segundo a Codesp, que é a estatal que administra o complexo santista, poderia ter movimentado 19% a mais, não fossem os gargalos existentes.
 

-    A Usiminas caiu -9,4%, diante de rumores de que o governo cortaria as alíquotas do imposto de importação para aço, resinas, vidro, painéis de parede, borracha, plásticos, alumínio e outros insumos industriais.


Política:

 

Mesmo criticada por 9 entre 10 médicos brasileiros, Dilma deve lançar oficialmente hoje as medidas do Pacto Nacional pela Saúde, que ela mesma já tinha anunciado no dia 24/JUN/13 como uma resposta às manifestações de rua que tomaram conta do país e que prevê a contratação de médicos estrangeiros.

 

Apoiada pela presidenta Dilma e aprovada com alarde pelo Senado, a proposta de uma lei que torna a corrupção crime hediondo é severamente criticada por juristas e especialistas no combate aos crimes de colarinho branco, que a consideram "populista" e "inócua".

 

Para viabilizar o plano de mobilidade urbana anunciado pela presidente Dilma Rousseff como resposta à onda de manifestações que tomou o país nas últimas semanas, os governos federal e estaduais terão que destravar obras de metrô que se arrastam há anos e são alvo de suspeitas de irregularidades.

 

Disposta a ''morrer abraçada'' com Mantega, seu impopular e incompetente ministro da Fazenda, Dilma dá sinais de que decidiu mudar sua articulação política, mas como ''a presidenta é birrenta'' não fará a troca enquanto for mantida a pressão de aliados, principalmente dos petistas, pela demissão da atual ministra Ideli Salvatti.


Crítica:

 

Não é a descoberta de segredos industriais, não são escândalos políticos, não é roubo de tecnologia e tão pouco é para saber coisas de cunho pessoal, mas certamente servirá para o governo Dilma desviar o foco das acusações de incompetência e corrupção em seu governo a ''denuncia bombástica'' de que o governo dos EUA espiona as ligações e e-mails de brasileiros.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário