R.B. 27/JUN/13 ‘’Contundentes e coerentes’’


R.B.

"Contundentes e coerentes"

 

São Paulo, 27 de junho de 2013 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, ainda recuperando perdas recentes e tentando melhorar o desempenho do primeiro semestre do ano, seguindo a melhora do ''humor'' externo e influenciada pela redução das tensões na rua e pela aumento da tesão no Congresso, já que com medo de não serem reeleitos os ''nobres'' parlamentares tupiniquins começaram a trabalhar e a a provar medidas importantes para o Brasil.

-    O DÓLAR deve seguir em queda, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e nas demais bolsas mundiais e também influenciado pelas intervenções do BC na ponta vendedora, cujo objetivo além de segurar a inflação é ajudar as empresas brasileiras com dívidas em moeda estrangeira.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,6%, já abriu em alta e, apesar do desempenho negativo da Vale (-%), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, dando sequencia ao movimento de ''caça de barganhas'' e desta vez sustentada pela recuperação das ações da Petrobras, de bancos e de empresas X.

-    DÓLAR –0,9% à R$ 2,19, já abriu em queda e, influenciado pelo anuncio de fim do compulsório para posições vendidas no mercado futuro, fechou em baixa pelo quarto pregão consecutivo, também acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

-    Na ÁSIA, mesmo com o desempenho positivo das demais bolsas mundiais no dia anterior, JAPÃO 1,0%, CORÉIA –0,2% e CHINA –0,4%, estendendo a série de quedas para 3 dias, uma vez que a busca por barganhas não conseguiu afastar a onda de vendas causada pelo nervosismo vindo das baixas nos mercados chineses.

-    Na EUROPA, em mais um dia de recuperação de perdas recentes, INGLATERRA 1,0%, FRANÇA 2,1% e ALEMANHA 1,6%, desta vez ''animadas'' pelo aumento acima do esperado do índice de confiança dos consumidores da Alemanha e por uma revisão para baixo no PIB dos EUA, que diminui as possibilidades do Fed (''BC'' norte-americano) reduzir seus estímulos monetários.

-    Nos EUA, mostrando que ''o que é ruim pode ser bom'', S&P 1,0%, DJ 1,0% e NASDAQ 0,8%, com destaques de alta para as empresas do setor de consumo, como Johnson & Johnson (1,9%), Home Depot (2,1%) e Boeing (2,1%), já que a revisão para baixo no crescimento dos EUA no primeiro trimestre acabou reduzindo os temores sobre um corte nas compras de bônus promovidas pelo Fed (''BC'' local).


Economia:

 

Mesmo com baixo crescimento econômico e com a ''ameaça'' de redução da ''nota'' do país pela agencia de classificação de risco S&P, segundo um estudo da ONU o Brasil subiu da quinta para a quarta posição entre os destinos mais procurados por investidores estrangeiros para produção no ano passado, recebendo US$ 65bi em 2012, volume inferior apenas aos registrados por EUA, China e Hong Kong.

 

Ainda vivendo em seu ''mundo de fantasia'', o que é ainda pior já que Dilma o acompanha nestas ''viagens'', ontem Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que os protestos que estão acontecendo no país demandam melhorias de várias esferas de governo, mas não criticam a política econômica do governo.

 

Apesar da ''miopia'' de Mantega, diante das manifestações que se espalharam pelo Brasil neste mês, com temas com a inflação e a perda do poder de compra, o índice que mede a confiança dos brasileiros atingiu em JUN/13 o menor nível desde MAR/10.

 

Com toda a razão, a presidenta Dilma e sua equipe econômica já temem que as decisões de suspender reajustes de pedágios, tarifas de ônibus e de energia elétrica devido à onda de protestos tenham impacto negativo sobre os leilões de concessões de rodovias e ferrovias, já que os investidores estrangeiros, fundamentais para o sucesso dos leilões programados para o segundo semestre, podem se retrair diante das incertezas geradas pelas pressões populares.

 

Dando sinais positivos da economia brasileira, em MAI/13 (1) as vendas reais do setor supermercadista subiram 4,28% na comparação com o mesmo mês do ano passado, (2) a taxa de desemprego no conjunto de sete regiões metropolitanas do país cedeu ligeiramente para 11,2%, ante 11,3% em ABR/13 e (3) a indústria de máquinas e equipamentos acumulou um faturamento bruto real 8,9% maior que em ABR/13.

 

Diante da enorme volatilidade apresentada na taxa de juros futura e da expectativa, depois frustrada, de lançamento de debentures pelo BNDES, em MAI/13 o volume de vendas de títulos públicos pelo Tesouro Direto caiu –17,6% na comparação com ABR/13 e -37,6% na comparação com MAI/12.

 

Seguindo o ditado ''pirão pouco o meu primeiro'', diante da redução do crescimento econômico e consequentemente também do comercio global, o ritmo de abertura de investigações antidumping pelo governo brasileiro na Organização Mundial do Comércio aumentou de forma expressiva nos últimos anos.

 

-    A Vale caiu –2,7%, diante do recuo do preço do minério de ferro e do anuncio que a Austrália diminuiu sua expectativa de exportação de minério para a China.

-    A LLX saltou 25%, após informar que contratou assessores financeiros para buscar um parceiro estratégico para a empresa desenvolver o Porto do Açu.


Política:

 

Com criticas ''contundentes e coerentes'' sobre o baixo crescimento, a inflação alta, a falta de credibilidade das contas públicas, a atuação do BNDES e o aumento da dívida do governo, deputados da oposição fizeram duras críticas à política econômica do governo de Dilma e um deles chegou a sugerir a demissão de Mantega, do ministro da Fazenda, que se defendia como podia em uma audiência pública na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara federal.

 

Com os ''nobres'' congressistas trabalhando até durante o jogo do Brasil, ontem, dando mais uma resposta às manifestações que se espalham pelo país, (1) o Senado aprovou um projeto de lei que transforma a corrupção em crime hediondo e (2) a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou uma Proposta de Emenda à Constituição que acaba com o voto secreto na análise de cassações de mandatos de deputados e senadores.

 

Segundo o senador tucano Aécio Neves, que é pré-candidato do seu partido à presidência, a tentativa de Dilma de fazer um plesbicito sobre reforma politica é perigosa por tratar de temas complexos e que são de responsabilidade do Congresso Nacional.

 

Mostrando que populismo não é coisa apenas de petista, ontem Marconi Perillo, o governador tucano de Goiás, assinou um decreto instituindo o passe livre para estudantes de Goiânia e Região Metropolitana a partir do segundo semestre deste ano.


Crítica:

 

Se o eleitor médio brasileiro tem dificuldade para escolher em quem votar para presidente, não lembra em quem votou para deputado e não sabe nem o que faz um senador, como vamos fazer um plebiscito ou um referendo para decidir temas tão importantes, ''perigosos'' e complexos como voto distrital, lista fechada, clausulas de barreira, financiamento publico etc.? Temos grandes chances de quem tiver a melhor propaganda ganhar (como foi no plebiscito do desarmamento).


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário