R.B. 25/JUN/13 ‘’Uma vergonha’’


R.B.

"Uma vergonha"

 

São Paulo, 25 de junho de 2013 (TERÇA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando uma recuperação após fechar o pregão anterior no menor nível desde 28/ABR/09 e registrar perdas de –14,1% no mês e uma queda de –25,6% no ano, influenciada positivamente por declarações de autoridades do Fed defendendo a adoção de "gatilhos", como uma meta de redução do desemprego, para determinar as compras de bônus promovidas pelo BC dos EUA.

-    O DÓLAR pode cair, para reduzir uma pequena parte das fortes altas acumuladas neste mês de JUN/13 (3,59%) e no ano (8,7%), acompanhando a esperada melhora do ''humor'' na Bovespa e nas demais bolsas mundiais e também influenciado pela manutenção da pressão vendedora por parte do BC brasileiro.

 

ONTEM

-    BOVESPA –2,3% (aos 45.965pts), já abriu em queda e, acompanhando o ''humor negativo'' nas bolsas do ''primeiro mundo'', manteve-se em território descendente ao longo de todo pregão, com destaque negativo para as ações da Vale (-5,5%), também prejudicada pela divulgação de que o governo da China reduzirá seus estímulos econômicos e pelo recuo das commodities.

-    DÓLAR –0,9% à R$ 2,22, abriu em alta, para na máxima avançar 0,9%, porem passou a cair na parte da tarde, influenciado pela forte atuação do BC na ponta vendedora e pelo relativo alívio visto nas demais bolsas de valores do mundo.

-    Na ÁSIA, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais na sexta-feira, JAPÃO –1,3%, CORÉIA –2,2% e CHINA –5,3%, realizando lucros recentes e com destaques de queda para as exportadoras, influenciadas negativamente pelos sinais de que a China, assim como os EUA, deve reduzir seu pacote de estímulos monetários.

-    Na EUROPA, apesar da divulgação de uma melhora acima do esperado na confiança alemã, INGLATERRA –1,4%, FRANÇA –1,7% e ALEMANHA –1,2%, pressionadas pelos receios sobre uma crise de liquidez no mercado interbancário da China, além de uma redução nas projeções de crescimento para o país.

-    Nos EUA, recuperando uma parte das fortes perdas acumuladas na abertura, S&P –1,2%, DJ –0,9% e NASDAQ –1,1%, pressionados pela alta nos juros dos títulos do governo local e influenciadas negativamente pela forte queda do mercado acionário chinês.


Economia:

 

Mais pessimista que na semana passada, o ''mercado'' elevou, de 5,83% para 5,86%, suas ''apostas'' para a inflação do IPCA deste ano e reduziu pela sexta vez consecutiva, desta vez de 2,49% para 2,46%, suas projeções para o crescimento da economia brasileira em 2013.

 

Corroborando com o caminho que segue os EUA e agora também a China, segundo um alerta emitido ontem pelo BIS, que é considerado o BC dos BCs mundiais, com o aumento da inflação e o risco de uma escalada, chegou a hora de reverter o processo de forte intervenção iniciado pelos BCs em 2008 para aumentar a moeda em circulação e manter ativo o mercado consumidor durante a crise.

 

Influenciado negativamente pelas manifestações que se espalharam pelo Brasil, o índice de confiança do consumidor brasileiro, também prejudicado pelo auto endividamento da população, caiu -0,4% em JUN/13 e atingiu o menor patamar desde MAR/10.

 

Melhorando um pouco as condições das contas publicas, a arrecadação do governo federal atingiu R$ 87,9bi em MAI/13, valor recorde para o mês e 5,8% acima do registrado um ano antes, quando descontada a inflação do período.

 

Dando um importante sinal de melhora nas condições econômicas mundiais, o ouro, que é considerado o investimento da incertezas, fechou ontem cotado no menor patamar em mais de 2 anos na bolsa de metais de NY.

 

Reduzindo substancialmente as chances de racionamento de energia elétrica e podendo fazer o governo federal economizar dinheiro desligando as termoelétricas, o reservatório da usina de Itaipu foi cheio por causa das chuvas no Estado do Paraná e já trabalha com 74,3% da sua capacidade.

 

Representando ''uma vergonha'' para um país que tem tudo para ser o ''celeiro do mundo'', com o objetivo de segurar a alta dos preços o governo Dilma anunciou que vai reduzir a zero o imposto para importação de vários tipos de feijão.

 

Beneficiada pela alta do dólar, na semana passada a balança comercial brasileira registrou um superávit de US$ 1,3bi, o que representa o melhor desempenho semanal em mais de um ano e foi impulsionado pelo forte aumento das vendas de produtos manufaturados, principalmente aviões, etanol e plataforma para extração de petróleo, que compensou queda nas exportações de commodities.

 

Alegando ''condições adversas do mercado'', a Azul Linhas Aéreas decidiu adiar sua estreia no mercado de ações, prevista para JUL/13, para SET/13.

 

-    A CCR caiu -1,1%, após Alckmin, governador tucano de SP, anunciar que não haverá reajuste do pedágio no Estado.

-    A Copel subiu 0,7%, mesmo após Beto Richa, governador tucano do Paraná, barrou o reajuste da tarifa de luz no Estado.

-    A MMX subiu 10,2%, diante de ''rumores'' de que além da suíça Glencore, a holandesa Trafigura demonstrou interesse pela empresa de Eike.


Política:

 

Após se ''deslumbrar'' com uma viajem paga pelo governo e por ser recebido com ''pompas'' por Dilma, Marcelo Hotimsky, um dos representantes do MPL, afirmou que o governo federal mostra uma incapacidade muito grande de entender a pauta do momento, porem ressaltou que a abertura de um canal para o diálogo é muito importante.

 

Congresso Nacional terá de aprovar a proposta da presidenta Dilma de realização de um plebiscito para decidir sobre a instalação de uma Assembleia Constituinte, que terá a finalidade única e custosa de de elaborar uma reforma política.

 

-    Segundo O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, Alexandre Camanho, as manifestações ocorridas em todo o país enterraram as chances da PEC 37 vir a ser aprovada pelo Congresso Nacional.

-    O ex-senador e ex-líder do DEM Demóstenes Torres foi denunciado ontem na Justiça de Goiás pela prática de oito crimes de corrupção passiva e pelo crime de advocacia administrativa.

 

Após se reunir com os 27 governadores e os 26 prefeitos de capitais, que também foram passear em Brasília com tudo pago pelo governo Federal, Dilma anunciou a adoção de 5 pactos nacionais - por responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, transporte, e educação.

 

Fazendo uma dura crítica ao PT, que se nega a lhe dar a oportunidade de se candidatar a governador do RJ para apoiar o candidato do peemedebista Sergio Cabral, o senador petista Lindbergh Farias afirmou ontem que o PT "virou coisa de eleição", deixou de ser instrumento de mobilização das ruas e se afastou das demandas da sociedade.


Crítica:

 

Apesar da ''ladainha politica'' do governo Federal, que agora pressionado corre para fazer alguma coisa, os investimentos em mobilidade urbana nas cidades-sede, apontados como o principal legado da Copa do Mundo no Brasil, patinam a menos de um ano da realização do evento, já que foram gastos apenas 16% de todo o valor destinado para estas obras.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário