R.B. 19/JUN/13 ''Quem manda''


R.B.

"Quem manda"

 

São Paulo, 19 de junho de 2013 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve voltar a subir, ainda em um movimento de ''caça de barganhas'' que pode ser estimulado caso o Fed (''BC'' dos EUA) indique que manterá, ao menos até o final deste ano, seu programa de compra de títulos para estimular a economia norte-americana.

-    O DÓLAR pode cair, em um ''ajuste técnico'' após a forte valorização dos últimos pregões, influenciado pela provável melhora do ''humor'' na Bovespa e pelas também prováveis intervenções do BC brasileiro na ponta vendedora.

 

-    BOVESPA -0,8% (aos 49.464pts), abriu em queda, para na mínima atingir os 48.414pts, porem, com baixo volume de negócios (R$ 6,7bi), foi se recuperando ao longo do pregão, impulsionada pelo bom desempenho das ações da Vale (2,5%) e da OGX (12,2%), que recuperaram uma pequena parte das perdas acumuladas neste ano de 2013, de respectivamente -16,8% e -79,2%.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 2,17, já abriu em alta, para na máxima atingir R$ 2,18 e, mesmo com os leilões de venda do BC, manteve-se em território positivo ao longo de todo pregão, com os investidores externos e internos temendo os desdobramentos da crise politica no Brasil.

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -0,2%, com pouca volatilidade e os investidores realizando lucros após a alta do dia anterior, CORÉIA 0,9%, acompanhando o fechamento positivo das bolsas de NY no dia anterior e impulsionada por ações de empresas de tecnologia e montadoras e CHINA 0,1%, mesmo com a queda das ações de bancos, que recuaram depois da divulgação de uma notícia de que parte do fundo soberano de riqueza da China aumentou suas participações nos quatro grandes bancos do país.

-    Na EUROPA, sustentando-se em território positivo ao longo de todo pregão, INGLATERRA 0,7%, FRANÇA 0,1% e ALEMANHA 0,2%, com destaques de alta para as ações de bancos, ajudados por dados positivos nos EUA e pelo fortalecimento do sentimento econômico na Alemanha, que por sua vez é a maior economia da Europa.

-    Nos EUA, à espera da decisão do FED (''BC'' local) sobre a taxa de juros do país e as compras mensais de ativos, S&P 0,8%, DJ 0,9% e NASDAQ 0,9%, com destaques de alta para as ações das empresas de menor liquidez e também beneficiadas pela divulgação do índice de preços ao consumidor que ficou abaixo do esperado.


Economia:

 

Com cada dia menos credibilidade, ontem Tombini, presidente do BC brasileiro, afirmou que "a inflação tem estado, está e continuará sob controle", porem ressaltou que é preciso conter a alta dos preços no país para que ela não anule os efeitos positivos de uma desvalorização do real, como o aumento da competitividade das exportações do país.

 

Em ABR/13 o percentual de investimento que o Brasil recebe de fundos de renda fixa voltados aos mercados emergentes ficou abaixo de 10%, o que representa o menor nível da série histórica iniciada em 2002 e os principais motivos são os sinais mais fortes de retomada da economia norte-americana e dúvidas sobre a recuperação brasileira.

 

Considerado um importante teste de resiliência para o mercado de capitais brasileiro, a oferta de ações da Votorantim Cimentos, prevista para ontem, não vingou, sinalizando que o investidor estrangeiro está fechado para as empresas tupiniquins.

 

A produção brasileira de aço bruto totalizou 3mi de toneladas em MAI/13, o que representa um crescimento de 5,5% na comparação com o volume registrado em MAI/12, porem mostrando que a concorrência está aumentando, neste mesmo mês de MAI/13 a China produziu um recorde de 67,03mi de toneladas deste produto, o que representa uma 2% sobre o mesmo período do ano anterior.

 

Com o Brasil mais uma vez mostrando sua vocação de exportar alimentos, nos 5 primeiros meses deste ano, também beneficiadas pela alta do dólar, as exportações brasileiras de carne bovina somaram 562 mil toneladas e renderam US$ 2,5bi, receita que é 15% maior que a registrada no mesmo período de 2012 e representa novo recorde histórico para o período.

 

Podendo ajudar, no médio e longo prazo, a reduzir o prejuízo que a Petrobrás tem ao importar gasolina, Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, partiu para a iniciativa privada e agora quer espalhar mini-refinarias moduladas pelo país, que custam cerca de US$ 60mi cada e que têm capacidade para processar 5 mil barris diários de petróleo.

 

Acima das ''apostas do mercado'', que estavam em 0,60%, o IGP-M subiu 0,74% na segunda prévia de JUN/13, resultado bem acima da taxa de 0,01% registrada em igual leitura do mesmo indicador em MAI/13.


Política:

 

Mostrando ''quem manda'', ontem a presidenta Dilma cancelou todos os compromissos que tinha e embarcou às presas para SP para encontrar o ex-presidente e seu ''mestre'' Lula para discutir, também com seu marqueteiro, a onda de protestos no país.

 

Comandada pelo pastor e deputado Feliciano, ontem a Comissão de Direitos Humanos da Câmara aprovou um projeto que permite aos psicólogos promover tratamento com o objetivo de curar a homossexualidade, conhecido como "cura gay" e que agora terá que passar ainda por outras duas comissões da Casa para seguir para votação no plenário da Câmara.

 

Pela segunda vez este ano, ontem o Senado aprovou nesta terça-feira, por 54 votos favoráveis e 9 contrários, o  projeto que fixa novos critérios para distribuição dos recursos do Fundo de Participação dos Estados.

 

Após fechar acordo de cessar-fogo com Eduardo Campos, o ex-ministro Ciro Gomes elevou o tom das críticas ao governo federal e já acena com apoio à eventual candidatura presidencial do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB.

 

Em meio à insegurança jurídica em torno das normas que valerão para a criação de partidos no Brasil, líderes do PPS assumiram que irão adiar pelo menos até AGO/13 a criação da MD (Mobilização Democrática), partido que nasceria a partir de uma fusão com o PMN.


Crítica:

 

Privilegiando o lazer ao invés da cultura e o consumo ao invés da poupança, Valdir Simão, secretário executivo do Ministério do Turismo, afirmou que o governo federal lançará, até o fim do ano, o programa Viaja Mais Trabalhador, para estimular as viagens nacionais entre os que ganham até 4 salários mínimos.

 

Fazendo ''farra com dinheiro publico'', no Sábado o Palácio do Planalto lançou discretamente um Bolsa-Copa para ministros da Esplanada, oficiais militares e servidores, que receberão passagem de avião, diárias em hotel e ingresso para ver os jogos que quiserem da Copa das Confederações nas seis capitais-sedes.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário