R.B. 12/ABR/13 ‘’Situação indesejável’’


R.B.

"Situação indesejável"

 

São Paulo, 12 de abril de 2013 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve cair, testando o ''suporte'' dos 55.000pts, pressionada pela realização de lucros nas bolsas da Europa e dos EUA, influenciada pelo aumento das ''apostas'' de elevação da taxa básica de juros no Brasil e também prejudicada pela divulgação de noticias corporativas negativas de empresas brasileiras.

-    O DÓLAR pode seguir em baixa, para fechar em queda pelo sétimo pregão consecutivo, em um movimento que reflete as especulações crescentes de que a política de afrouxamento do BC japonês trará investidores para mercados emergentes, o que aliás pode ser ''turbinado'' pela esperada elevação da Selic.

 

ONTEM

-    BOVESPA –1,4%, abriu em leve alta, para na máxima avançar 0,1%, porem logo passou a cair, prejudicada pela desvalorização de ações com grande representatividade na Bolsa, como OGX (-6,4%), Petrobras (-2,3%) e Vale, interrompendo uma sequência de 4 altas consecutivas.

-    DÓLAR –0,3% à R$ 1,97, já abriu em baixa e manteve-se em território negativo ao longo de todo pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelo aumento das ''apostas'' de elevação da Selic na reunião do Copom da próxima semana.

-    Na ÁSIA, acompanhando o fechamento recorde nas Bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 1,6%, CORÉIA 0,4% e CHINA 0,3%, beneficiadas pela divulgação de dados destacando uma recuperação na China e com destaques de alta para as ações de empresas do setor de tecnologia.

-    Na EUROPA, em pela quarta sessão consecutiva, INGLATERRA 0,4%, FRANÇA 0,9% e ALEMANHA 0,8%, puxadas pelo desempenho positivo de ações de empresas do setor financeiro, em meio a fortes ganhos de gestores de ativos que se beneficiaram da alta das ações neste ano.

-    Nos EUA, com o S&P e o DJ fechando no maior patamar da história pelo terceiro pregão consecutivo, S&P 0,4%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,1%, desta vez com os mercados impulsionados por um dado positivo sobre o mercado de trabalho nos EUA e por um leilão de bônus relativamente bem-sucedido da Itália.


Economia:

 

Ressaltando que o país está acumulando muitas tensões, fazendo com que câmbio, juros reais e salários fiquem fora do lugar, Jorge Simino, diretor de investimentos da Fundação Cesp, afirmou que quanto mais cedo o Copom elevar a Selic melhor será, pois mais cedo aparece a chance da Selic cair novamente.

 

Ontem o FMI divulgou um comunicado alertando que as políticas de estímulos econômicos dos BC de países desenvolvidos para tentar estimular as economias podem ter um efeito colateral indesejado e representar um risco no médio prazo para a estabilidade do sistema financeiro, principalmente nos países em desenvolvimento como o Brasil.

 

O candidato brasileiro Roberto Azevedo foi um dos cinco nomes classificados para a final na eleição para o cargo de diretor da Organização Mundial do Comércio, que é o epicentro das negociações comerciais internacionais.

 

Dando 2 sinais positivos da economia brasileira, (1) em MAR/13 as ações de despejo por falta de pagamento de aluguel na cidade de SP caíram -23% na comparação com o mesmo mês no ano passado e (2) com um aumento de 4,3% na comparação com o mesmo período de 2012, nos 3 primeiros meses deste ano 7,2 milhões de consumidores brasileiros quitaram suas dívidas e deixaram de ficar inadimplentes, o que representa um recorde histórico.

 

Representando um grande avanço para as pretensões ''imperialistas'' das industrias brasileiras, ontem a Câmara de Comércio Exterior do governo federal aprovou a adesão do Brasil ao Protocolo de Madri, por meio do qual é possível solicitar, ao mesmo tempo, uma marca nos escritórios de registro dos países membros.

 

Pressionando a inflação, segundo um levantamento do Procon-SP o preço médio da maioria dos produtos da cesta básica que foram desonerados pelo governo federal subiu na última semana em SP.

 

O valor médio da cesta avançou 0,82% no período, passando de R$ 380,86 em 4 de abril para R$ 384 nesta quinta-feira. O preço é quase o mesmo de 7 de março --um dia antes de o governo anunciar a desoneração, de R$ 384,58. Nas três semanas anteriores, o preço médio da cesta havia caído.

 

-    A Petrobras caiu –2,3%, (1) após informar que planeja captar US$ 20bi em 2013, quantia 63% maior que a média planejada para o período de cinco anos, (2) já que Graça Foster, presidente da empresa, afirmou que não existe possibilidade de aumento dos combustíveis no curto prazo e (3) diante de ''rumores'' de que o governo pressiona a empresa para ajudar a OGX.

-    A Lojas Renner caiu -1,4%, a Lojas Marisa recuou -1,2%, a Lojas Americanas despencou -4,2% e a Ambev retrocedeu -1,4%, após dados do IBGE terem revelado que as vendas do varejo caíram -0,4% em FEV/13 na comparação com JAN/13, o que representa o pior desempenho para fevereiro desde 2003.

-    A BRF subiu 3,7%, após o Itaú BBA elevar sua ''nota'' para a empresa, ressaltando um cenário altamente lucrativo para exportações de frango no curto prazo e uma previsão de queda adicional do preço da ração animal.

-    A Embraer caiu –0,1%, mesmo após anunciar que já entregou 29 aviões no primeiro trimestre deste ano e que a sua carteira de pedidos a entregar somava US$ 13,3bi em MAR/13, o que representa um avanço de US$ 800mi desde o fim do ano passado.


Política:

 

Mostrando que sabe fazer oposição melhor que os tucanos, após ir na TV dizer que o Brasil avançou, mas que precisa fazer muito mais e ser mais eficiente, o que atrai eleitores do PSDB e do PT, Eduardo Campos, governador de Pernambuco, agradou o mercado ao dizer, diretamente de Washington aonde participava de um seminário no BID, que a Petrobras vive uma ''situação indesejável'' por bancar um custo do combustível de maneira a contribuir com a contenção do processo inflacionário.

 

Confortavelmente instalado na tribuna do Senado, para onde vai quando não tem uma festa boa no RJ, ontem o senador mineiro Aécio Neves, pré-candidato do PSDB à presidência do Brasil, afirmou que fará uma campanha permanente de oposição clara ao governo do PT, o que certamente não empolgou seus eleitores que esperavam que isto estivesse acontecendo desde JAN/02, quando FHC entregou a faixa presidencial para Lula.

 

Assediado por PSDB e PSB para a corrida pelo Palácio do Planalto em 2014, o PPS ressaltou ontem que ainda está "aberto" para dar seu apoio a qualquer dos candidatos à Presidência que disputarem contra Dilma no ano que vem, inclusive Marina Silva.

 

Tirando dos pobres para dar aos ricos, o Senado irá pagar salário vitalício de R$ 20,9 mil mensais à governadora do Maranhão, Roseana Sarney, que foi aposentada ontem como servidora da Casa.

 

O BNDES tem exposição, somente em financiamentos, de R$ 4,5bi em empresas de capital aberto do grupo X de Eike Batista, porem mesmo assim, como quem rasga o dinheiro dos brasileiros, Luciano Coutinho, presidente BNDES, evita declarações e explicações sobre a exposição do referido banco de fomento às referidas empresas.


Crítica:

 

Mostrando que com muito dinheiro no bolso as pessoas pensam que podem tudo, Mark Zuckerberg, o jovem presidente-executivo do Facebook, lançou formalmente ontem um grupo político que tem como objetivo transformar as leis de imigração, melhorar a educação e aumentar o investimento em pesquisa científica nos EUA.

 

Na contra-mão de uma tendência mundial e da vontade da maioria da população brasileira, José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça, afirmou ontem que o seu ministério é contra a diminuição da maioridade penal, já que no seu entendimento ela é inconstitucional.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário