R.B. 15/MAR/13 "Peguei pesado"


R.B.

"Peguei pesado"

 

São Paulo, 15 de março de 2013 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando uma recuperação após 3 pregões consecutivos de queda, nos quais recuou –2,2%, acompanhando (1) a valorização das commodities nos mercados internacionais, (2) a forte melhora do ''humor'' nas bolsas de NY e (3) os sinais positivos da economia brasileira.

-    O DÓLAR pode cair, em um ''ajuste técnico'' após 4 pregões consecutivos de alta, seguindo a provável melhora do ''humor'' na Bovespa, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelo fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA –0,2%, abriu em alta, para na máxima avançar 0,7%, e passou a cair ainda na parte da manhã, para na mínima recuar –1,2%, porem se recuperou no final do pregão, para fechar apenas em leve baixa, na contramão dos principais mercados internacionais, que subiram em decorrência de dados positivos do mercado de trabalho norte-americano.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 1,97, também na ''contramão'' da trajetória internacional da moeda norte-americana, com os investidores atentos ao aumento dos preços no país após o BC ter sinalizado que a pressão inflacionária pode durar mais tempo e que por este motivo a taxa básica de juros pode subir.

-    Na ÁSIA, acompanhando o fechamento positivo das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 1,2%, CORÉIA 0,2% e CHINA 0,3%, beneficiadas pelas expectativas de novos cortes na taxa de juros e por dados positivos de emprego na região.

-    Na EUROPA, se aproximando dos maiores patamares em 4 anos, INGLATERRA 0,7%, FRANÇA 0,9% e ALEMANHA 1,1%, desta vez repercutindo os dados econômicos positivos divulgados nos EUA, que trouxeram maior otimismo aos investidores em relação ao crescimento global.

-    Nos EUA, com o DJ subindo pela décima sessão consecutiva e batendo mais um recorde histórico, S&P 0,6%, DJ 0,6% e NASDAQ 0,4%, com o ânimo dos investidores alimentado por dados que mostraram uma melhora na recuperação do mercado de trabalho do país, já que o número de pessoas requerendo novos pedidos de auxílio-desemprego diminuiu pela terceira semana consecutiva.


Economia:

 

Reduzindo um pouco as chances de elevação da taxa básica de juros na próxima reunião do Copom, que ocorrerá no dia 17/ABR/13, a autoridade monetária indicou que ''vai tirar o pé do acelerador mas não quer pisar no freio'', já que na ata da sua ultima reunião, que manteve a taxa básica de juros em 7,25%, ao mesmo tempo que admitiu que as pressões inflacionárias podem não ser temporárias e exigem cautela, fez uma ponderação de que "incertezas remanescentes'' recomendam que a política monetária deva ser administrada com cautela.

 

Mostrando otimismo com os dados de recuperação da formação bruta de capital fixo e citando ainda o aumento de 50% nas consultas feitas ao banco de fomento nos 2 primeiros meses de 2013, Luciano Coutinho, presidente do BNDES, afirmou que há sinais de forte recuperação na economia brasileira e que, após recuar –4% em 2012, haverá este ano um crescimento de 5% nos investimentos.

 

Dando 2 sinais positivos da economia brasileira, (1) em JAN/13 as vendas do comércio varejista cresceram 5,9% na comparação com JAN/12 e (2) em FEV/13 o número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa de condomínio na cidade de SP caiu -38,2% na comparação com FEV/12.

 

Com o objetivo de acelerar os investimentos em inovação no Brasil, ontem o governo Dilma lançou um plano prevê a aplicação de R$ 32,9bi para financiamento de projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico ao longo de 2013 e 2014.

 

Confirmando que a falta de educação, ao lado da infraestrutura precária, é um dos principais entraves ao crescimento da economia brasileira, segundo uma pesquisa feita pelo IDC, já neste ano o Brasil terá 76 mil profissionais a menos do que o necessário no mercado de tecnologia neste ano.

 

Motivado por declarações de Dilma defendendo a preferencia por fornecedores brasileiros, ontem Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Conselho de Administração da Gerdau, afirmou que sua empresa está "estudando" voltar a produzir trilhos para trens no Brasil.

 

-    A Brookfield e a MRV caíram respectivamente -6,8% e -6,3%, refletindo a percepção negativa dos investidores com os resultados dessas companhias e também prejudicadas pelo aumento das ''apostas'' de elevação da taxa básica de juros.

-    A Embraer caiu –1,3%, após a Força Aérea dos EUA pedir a suspenção da produção do avião Super Tucano, que foi causada por um novo pedido de revisão da licitação feito pela concorrente norte-americana Beechcraft.


Política:

 

Questionado sobre o motivo que o levava a empregar em seu gabinete de Brasília 5 pastores que não comparecem ao trabalho, o deputado e pastor Marco Feliciano, do PSC de SP, afirmou que faz isto para ajudar os pastores não tem salário em sua igreja evangélica.

 

Após meses negociando a entrada do seu partido, o PSD, no governo, Kassab, o ex-prefeito de SP, disse à presidenta Dilma que ainda é cedo para se comprometer com o apoio ao governo e à sua reeleição em 2014.

 

Com o objetivo de atrair aliados para sua reeleição ao governo de SP em 2014, Alckmin, governador de SP, anunciou na manhã de ontem um ''pacote de bondades'' para os 645 municípios do Estado que alcança o valor de R$ 2,4bi.

 

Conselheiro do governo Dilma, assim como foi de Lula, o empresário Jorge Gerdau afirmou ontem que em sua opinião o Brasil precisa "trabalhar com meia dúzia de ministérios ou coisa desse tipo" e não com as 39 pastas existentes na administração atual.

 

Com a reforma ministerial praticamente fechada, partidos da base do governo se preparam para mostrar as garras e brigar por outros espaços, sobretudo nas agências reguladoras, já que os aliados já identificaram pelo menos 21 cargos que já estão vagos ou assim ficarão até o final do ano.


Crítica:

 

Preciso me desculpar publicamente, pois ontem ''peguei pesado'' nas criticas ao papa Francisco, que já começou seu papado mostrando humildade e nas suas primeiras declarações afirmou que os católicos devem se reaproximar dos ensinamentos de Jesus, assim como fez Francisco de Assis, que foi um padre do século 11 que entregou todos os seus bens para os pobres, voltou-se para uma vida religiosa de completa pobreza e fundou a admirável ordem dos Franciscanos.


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário