R.B. 14/MAR/13 ‘’Certo mesmo estava o Maradona’’


R.B.

"Certo mesmo estava o Maradona"

 

São Paulo, 14 de março de 2013 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, em um movimento de recuperação após 2 pregões consecutivos de queda, acompanhando a manutenção do ''humor positivo'' nas bolsas dos EUA e também ''aliviada'' pela negativa dos ''rumores'' de rebaixamento da ''nota'' do Brasil.

-    O DÓLAR deve cair, retornando à sua ''trajetória natural'' após 3 pregões consecutivos de alta, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e também influenciado pela elevação das ''apostas'' de que o BC pode subir a taxa básica de juros para segurar a inflação.

 

ONTEM

-    BOVESPA –1,4%, abriu em alta, para na máxima avançar 0,3%, porem passou a cair ainda na parte da manhã, acompanhando o recuo das commodities no mercado internacional, influenciada negativamente por ''rumores'' de rebaixamento da ''nota'' do Brasil e pressionada pela nova forte queda das ações OGX (-9,2%), que fechou no menor patamar da história.

-    DÓLAR 0,2% à R$ 1,97, já abriu em alta e manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, acompanhando a tendência internacional da moeda norte-americana, após dados econômicos fracos sobre a zona do euro alimentarem a demanda por ativos considerados mais seguros, e também influenciado pelos ''rumores'' de rebaixamento da ''nota'' do Brasil.

-    Na ÁSIA, em mais um pregão de realização de lucros, JAPÃO –0,6%, CORÉIA –0,5% e CHINA –1,0%, com destaques de queda para as exportadoras, diante das preocupações dos investidores de que o rali recente nos papéis globais está perdendo força.

-    Na EUROPA, sem uma tendência única, porem próximas das máximas em 4,5 anos, INGLATERRA –0,4%, FRANÇA –0,1% e ALEMANHA 0,1%, divididas entre a divulgação de dados robustos de vendas no varejo nos EUA e o resultado ruim da primeira oferta de bônus da Itália desde que a ''nota'' do país foi rebaixada.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, para o DJ fechar novamente no maior patamar da história, S&P 0,1%, DJ 0,1% e NASDAQ 0,1%, impulsionadas por dados surpreendentes de vendas no varejo que sugerem melhora na maior economia do mundo.


Economia:

 

Hoje será divulgada a ata do Copom, que na semana passada manteve a taxa básica de juros em 7,25%, e apesar de concordarem que a trajetória inflacionária é preocupante, os economista ainda discordam no que diz respeito à necessidade de o BC elevar a Selic já em ABR/13.

 

Mantendo sua politica que encarece os custos dos investimentos e não estimula a eficiência das empresas brasileiras, o esboço do primeiro edital de concessão de ferrovias do governo estabelece que o vencedor terá de comprar pelo menos 75% dos trilhos no mercado nacional durante o processo de construção e 50% na fase de manutenção.

 

Estimulando o consumo e a concorrência e assim ajudando a impulsionar o crescimento da economia brasileira e a redução dos juros cobrados aos consumidores tupiniquins, ontem a Caixa Econômica Federal anunciou que vai oferecer R$ 130bi em crédito a pessoas físicas neste ano, o que representa um crescimento de 41,2% na comparação com 2012.

 

Dando um sinal positivo da economia brasileira, segundo um levantamento da empresa de recrutamento ManpowerGroup, realizado em 42 países, o Brasil é o país com maior intenção de contratação entre os meses de ABR/13 e JUN/13, com 36% dos gestores de recursos humanos consultados afirmando que esperam aumento no número de funcionários em suas empresas.

 

Podendo causar ainda mais pressão inflacionária, a seca que atinge a área entre Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia pode causar uma redução de até –33% na safra atual de soja da região na comparação com o mesmo período de 2012.

 

-    A Vale caiu –3,7%, diante da notícia de que o governo da Argentina poderá expropriar os ativos da mineradora brasileira no país.

-    A OGX recuou –9,2%, ainda influenciada pela queda na produção da companhia em FEV/13 e pelo rebaixamento de sua ''nota'' por Citi, Bank of America, Credit Suisse, UBS e JP Morgan.


Política:

 

Fazendo a coisa certa, ontem Dilma decidiu retirar do Congresso um projeto de lei do ex-presidente Lula que que desidrataria o poder das agências reguladoras, transferindo o poder de outorga das agências para os ministérios.

 

Tratando de temas nacionais, enquanto o tucano Aécio ou está em festas no RJ ou fica fazendo ''picuinha'' na tribuna do Senado, ontem Eduardo Campos, governador de Pernambuco e provável candidato do PSB à Presidência em 2014, tomou a frente das negociações sobre a divisão da verba dos royalties do petróleo e disse que vai trabalhar por uma solução de consenso que impeça a "judicialização" do tema.

 

Após um mês de análise, o Ministério Público Federal em MG informou, na tarde de ontem, que o depoimento do operador do mensalão, Marcos Valério, contra o ex-presidente Lula foi remetido para a procuradoria da República em Brasília.

 

Em mais uma reunião com o vice-presidente Michel Temer, do PMDB, a presidenta Dilma avançou nas negociações políticas para as mudanças que fará no primeiro escalão do seu governo, para dar uma pasta ao PSD de Kassab e assim recompor o palanque da eleição presidencial de 2014.


Crítica:

 

A Igreja Católica trocou um Papa conivente com a pedofilia e ex-soldado nazista por outro que gosta de fazer piadinhas e contribuiu com a ditadura na Argentina, porem ''certo mesmo estava o Maradona'', que em 2005 deu uma declaração, incrivelmente brilhante alias, na qual afirmou não se importar com a nacionalidade do papa (parece que este argentino foi o segundo no ultimo conclave), mas que torcia para que o novo papa vendesse todo ouro e todas as terras do Vaticano e investisse o dinheiro em educação e alimentação para todas as criança pobres do mundo.
 

Ressaltando que o Brasil ainda hoje é menos conhecido e valorizado do que merece, o sociólogo italiano Domenico De Masi, que chega hoje ao país, afirmou que "o Brasil não é o melhor dos mundos possíveis, mas é o melhor dos mundos existentes".


PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário