R.B. 3/JAN/13 ''À própria sorte''


R.B.

"À própria sorte"

 

São Paulo, 3 de janeiro de 2013 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode cair, devolvendo um pouco da forte alta acumulada no pregão anterior, porem deve-se ressaltar que uma queda pode ser uma boa oportunidade para compra, principalmente diante do baixo patamar da taxa básica de juros brasileira (7,25% ao ano), que por sua vez deve estimular os investimentos no setor produtivo da economia.

-    O DÓLAR deve cair, revertendo a pequena alta do primeiro pregão do ano, já que o ''mercado'' começa a acreditar que para não subir os juros o BC vai continuar tentando frear a inflação pelo câmbio e que com a redução das tensões externas gradativamente ocorrerá um retorno dos ingressos de investimentos ao Brasil.

 

ONTEM

-    BOVESPA 2,6%, já abriu em alta e, com bom volume de negócios (R$ 7,6bi), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia no maior patamar desde ABR/12 (aos 62.550pts), beneficiada pela valorização das commodities e ''animada'' com o acordo nos EUA para evitar uma crise fiscal.

-    DÓLAR 0,1% à R$ 2,04, abriu em queda, chegando a cravar as mínimas em 2 meses ante o real, diante do forte apetite por risco que imperou nos mercados externos ao longo do dia, porem passou a subir levemente na parte da tarde, diante do anuncio de que nos 21 primeiros dias de DEZ/12 as saídas de dólares superaram as entradas em US$ 7,1bi.

-    Na ÁSIA, nos maiores patamares em 5 meses, JAPÃO 1,9%, CHINA não funcionou devido a feriado local e CORÉIA 1,7%, ''animadas'' após as 2 Casas do Congresso norte-americano aprovarem uma lei para evitar o "abismo fiscal", que ameaçava jogar a economia dos EUA em recessão.

-    Na EUROPA, atingindo os maiores patamares em 20 meses, INGLATERRA 2,2%, FRANÇA 2,6% e ALEMANHA 2,2%, com destaques de alta para ações de empresas do setor de recursos básicos, mesmo diante da avaliação de que o acordo para evitar o ''abismo fiscal'' nos EUA foi apenas uma solução parcial para os problemas orçamentários do país.

-    Nos EUA, impulsionadas pelo acordo político alcançado na véspera para evitar que o país caia no ''abismo fiscal'', S&P 2,5%, DJ 2,4% e NASDAQ 3,1%, já que muitos dos fundos e investidores institucionais que tinham se distanciado do mercado tentaram voltar, agora que há mais clareza.


Economia:

 

Indicando que a postergação do ''abismo fiscal'' foi apenas como ''jogar sujeira embaixo do tapete'',  já que não dá as bases para uma melhora significativa na relação da dívida do País no médio prazo, a agencia de classificação Moody's alertou que os EUA devem fazer mais do que as recentes medidas aprovadas para retomar a perspectiva estável para sua ''nota''.

 

Como o setor automotivo foi o setor mais beneficiado por medidas de incentivo do governo Federal, como a redução do IPI, em 2012 foram vendidos 3,8 milhões de veículos no Brasil, o que representa um novo recorde histórico e um crescimento de 4,7% na comparação com 2011.

 

Após elevar em 2012 sua movimentação de cargas em cerca de 6% na comparação com 2011, neste ano de 2013 o Porto de Santos, que é o principal porto do Brasil, projeta um novo recorde de movimentação de cargas e um crescimento de 5,8% na comparação com o total projetado para 2012.

 

Com uma queda de –5,3% nas exportações, que totalizaram US$ 242bi, e uma redução de –1,4% nas importações, que atingiram US$ 223bi, ambas na comparação com 2011, em 2012 a balança comercial brasileira registrou um superávit de ''apenas'' US$ 19,4bi, o que representa o pior resultado desde 2002 e um recuo de –34,8% também na comparação com 2011.

 

Defendendo os interesses nacionais, ontem Tatiana Lacerda Prazeres, secretária de comércio exterior do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, ''avisou'' que o governo não descarta abrir contencioso na OMC para questionar as barreiras impostas à venda de carne bovina brasileira, que segundo ela são injustificáveis incompatíveis com normas.

 

-    A MRV Engenharia caiu -2,75%, após ter informado que uma de suas filiais foi incluída no cadastro de empregadores que tenham submetido funcionários a condições análogas às de escravo, o que fez a Caixa Econômica Federal suspender a concessão de novos financiamentos à companhia.


Política:

 

Avessa a entrevistas, a presidenta Dilma já deu exatas 100 entrevistas desde que tomou posse, porem foram 64 entrevistas em 2011 e apenas 36 em 2012, ''coincidentemente'' quando a economia foi bem pior que o previsto e o mensalão foi assunto constante na imprensa.

 

Mostrando que a oposição agora usa as mesmas medidas heterodoxas e o mesmo populismo que o PT tinha antes de assumir a presidência do Brasil, o primeiro ato de (1) o democrata ACM Neto, novo prefeito de Salvador, foi suspender o pagamento de R$ 305 milhões em dívidas herdadas da administração anterior e (2) o tucano Arthur Virgilio, novo prefeito de Manaus, foi se vestir de gari e sair pela cidade fazendo um mutirão de limpeza.

 

O PSDB tenta desesperadamente montar um palanque forte para o senador Aécio Neves no RJ e, para isso, cogita exportar tucanos de outros estados para concorrer a governador em 2014, já que dificilmente conseguirá ampliar a aliança para além do DEM, e os nomes propostos vão de Serra até o apresentador Luciano Huck.

 

Indicando mais uma vez que, apesar das ''bravatas'', aos poucos o PT vai largar ''à própria sorte'' seus ''companheiros'' condenados pelo Supremo, Rui Falcão, presidente do PT, afirmou, sem citar diretamente o caso do mensalão, que em alguns momentos dos últimos 10 anos o partido adotou práticas que não deveria ter adotado.

 

-    Legal do ponto de vista jurídico, mas ilegítima do ponto de vista ético, a posse de Genoino, fundador e ex-presidente do PT, como deputado Federal deve ocorrer hoje.


Crítica:

 

Ressaltando que ''pessoa alguma deveria estar ligada 24 horas por dia'' e que ''desconectar e preservar o repouso depois do trabalho é importante'', a montadora de automóveis alemã Daimler decidiu que seus funcionários terão as mensagens de e-mail que recebem durante as férias apagadas automaticamente e compulsoriamente e, acreditando na maior eficácia da comunicação pessoal a Atos, uma companhia internacional de informática, planeja eliminar o uso de e-mails entre seus funcionários até o final de 2013.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br


Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com

Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho


Nenhum comentário:

Postar um comentário