R.B. 16/JUL/12 ''Dóceis as ovelhas evangélicas''


R.B.

"Dóceis as ovelhas evangélicas"

 

São Paulo, 16 de julho de 2012 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, com bom volume de negócios devido ao vencimento de opções, influenciada pelos sinais de que a desaceleração da economia chinesa será menor que o esperado e pela melhora do ''humor'' nas bolsas da Europa e dos EUA.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e tentando se aproximar dos R$ 2,00 para ver qual vai ser a reação do BC, que pelas declaração dadas pelas autoridades do governo Dilma poderia entrar na ponta compradora.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 1,7% (aos 54.330pts), já abriu em alta e, impulsionada pelo ótimo desempenho das ações da Petrobrás (5,1%), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais.

-    DÓLAR -0,2% à R$ 2,03, já abriu em queda e manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando a melhora do ''humo'' na Bovespa e a trajetória internacional da moeda norte-americana.

-    Na ÁSIA, como a desaceleração do PIB da China no segundo trimestre (7,6%) ficou dentro do esperado, JAPÃO 0,2%, CORÉIA 0,4% e CHINA 0,1%, diante da redução dos temores de que a desaceleração da segunda maior economia do mundo pode debilitar a frágil crescimento global.

-    Na EUROPA, recuperando as perdas do pregão anterior, INGLATERRA 1,0%, FRANÇA 1,5% e ALEMANHA 2,1%, ''animadas'' pelo bom resultado de um leilão de rolagem da dívida da Itália e também ''aliviadas'' com a divulgação do PIB da China, que por sua vez causou ganhos nas ações das mineradoras.

-    Nos EUA, iniciando uma recuperação após 6 pregões consecutivos de queda, S&P 1,6%, DJ 1,6% e NASDAQ 1,5%, impulsionadas por dados econômicos que aliviaram as preocupações com o crescimento da China e pela divulgação do ótimo resultado do JPMorgan, que por sua vez subiu 6,1%.


Economia:
 
Copiando mais uma vez Lula, seu criador, Dilma afirmou, ao batizar mais uma Plataforma da Petrobrás, que o Brasil vive uma realidade "nunca antes vista" e, ressaltando as medidas do governo como a redução da taxa básica de juros e a ''adoção'' de uma taxa de câmbio que impede que a indústria seja sucateada, ''alertou'' que a crise internacional é uma oportunidade para o Brasil crescer, produzir e se transformar em uma das maiores nações do mundo.
 
Estimulando a concorrência no setor bancário, o que em tese pode ajudar na redução das taxas de juros cobradas pelos bancos, a nova regra para a transferência de financiamento imobiliário de um banco a outro, chamada de portabilidade, deve reduzir em cerca de 60% os custos ao consumidor, principalmente com cartórios para fazer essa migração.
 
Dando 2 sinais positivos da economia brasileira, (1) em ABR/12 o número de pessoas contratadas com carteira assinada no comércio varejista da Grande SP cresceu 4% na comparação com ABR/11 e (2) o volume de empréstimos dedicados à compra e à construção de imóveis cresceu em 20% entre JUN/11 e MAI/12.
 
Segundo previsão da Serasa, diante da queda da taxa de juros, do aumento da renda do trabalhador e da redução do desemprego, a inadimplência do consumidor brasileiro deve seguir trajetória de queda ao longo do segundo semestre.

Política:
 
Mostrando mais uma vez que não é ''um vice de confiança'', ontem Michel Temer, apesar de elogiar o desempenho da presidenta Dilma, disse que a idéia de que todo governante tem de se candidatar à reeleição ''não é um conceito absoluto".
 
Após mostrar sua ''boa forma'' e sua ''coragem'' ao andar de bicicleta em SP, Serra, candidato do PSDB à Prefeitura, afirmou que não está preocupado com a impugnação de sua candidatura pelo Ministério Público Eleitoral por não ter apresentado certidões com a situação atual dos processos a que responde.
 
Confirmando como são ''dóceis as ovelhas evangélicas'', segundo uma pesquisa feita entre os participantes da Marcha para Jesus, 31% afirmaram que votariam "com certeza" em quem o seu pastor mandar.
 
Após a divulgação de um relatório da Polícia Federal acusando o governador tucano de Goiás de ter recebido R$ 500mil para garantir a regularidade do pagamento de um dos contratos da Delta com o governo local, os senadores Pedro Taques, do PDT, e Randolfe Rodrigues, do PSOL, querem pedir a reconvocação de Marconi Perillo na CPI do Cachoeira.

Crítica:
 
''Comemorando'' o crescimento do número de evangélicos, que aumentou de 15% da população brasileira em 2002 para 22% em 2012, ontem as igrejas evangélicas promoveram a Marcha para Jesus na cidade de SP e Estevam Hernandes, da Renascer, afirmou que ''o Brasil se renderá aos pés de Jesus e será o maior país evangélico do mundo já em 2020".

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário