R.B. 7/MAR/12 ''Orgulhar nossos colonizadores portugueses''


R.B.

"Orgulhar nossos colonizadores portugueses"

 

São Paulo, 7 de março de 2012 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando respeitar o suporte dos 65.000pts após 2 pregões consecutivos de fortes perdas, acompanhando a leve melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também as ''apostas'' de que o Copom pode promover um corte superior a -0,5% na taxa básica de juros na sua reunião que acaba hoje.

-    O DÓLAR pode cair, retornando à sua ''trajetória natural'' após 3 pregões consecutivos de fortes altas, influenciado pela provável melhora do ''humor'' na Bovespa e seguindo o movimento internacional da moeda norte-americana.

 

ONTEM

-    BOVESPA -2,8% (aos 65.114pts), já abriu em queda e, acompanhando a onda de pessimismo global, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 7,2bi), para fechar o dia com o pior desempenho desde 3/OUT/11, pressionada principalmente (1) pelo recuo das commodities, (2) pelos ''temores'' com a dívida da Grécia e (3) pelo anuncio de que a China vai crescer menos.

-    DÓLAR 1,5% à R$ 1,76, já abriu em alta e, mesmo sem os leilões de compra do BC, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana para fechar o dia com a maior alta percentual do ano.

-    Na ÁSIA, seguindo as perdas das demais bolsas mundiais no dia anterior, JAPÃO -0,6%, CORÉIA -0,8% e CHINA -1,4%, com a confiança dos investidores abalada pela desaceleração econômica na China e na Europa e pelos receios com o Irã e com a Grécia.

-    Na EUROPA, no menor patamar do mês, INGLATERRA -1,9%, FRANÇA -3,6% e ALEMANHA -3,4%, também diante de preocupações com as negociações da dívida da Grécia, que ainda não conseguiu o apoio de credores privados para o seu programa de reestruturação da dívida.

-    Nos EUA, fechando o dia com os piores desempenhos dos últimos 3 meses, S&P -1,5%, DJ -1,6% e NASDAQ -1,4%, também prejudicadas por temores de um calote caótico da Grécia e de que a desaceleração da economia chinesa afete o crescimento global.


Economia:
 

Hoje, após o fechamento do pregão, o Copom divulga sua decisão sobre a taxa básica de juros, atualmente em 10,5% e, apesar das ''apostas'' se dividirem entre um corte de -0,5% e um corte de -0,75%, diante dos sinais de desaceleração da economia brasileira e de controle da inflação e também da obstinação do governo Dilma de desvalorizar o real, o ''mercado'' pode se surpreender com a Selic sendo reduzida em -1,0%, para 9,5%.

 

Conquistando um feito que certamente deve ''orgulhar nossos colonizadores portugueses'', que quando chegaram aqui em 1.500 não imaginavam que isto seria possível, mesmo após crescer apenas 2,7% no ano passado o Brasil oficialmente ultrapassou a Inglaterra e agora já é a sexta maior economia do mundo e, caso o mundo continue no mesmo caminho, a França será a próxima economia a ser ultrapassada pela economia brasileira, provavelmente já em 2012.

 

Ontem, após ''garantir'' que o governo continuará atento ao câmbio para impedir que os exportadores brasileiros sejam prejudicados, ressaltando que tem um "arsenal infinito" para combater na ''guerra cambial'', Mantega, ministro da Fazenda, ''prometeu'' que o governo continuará adotando medidas para estimular o crescimento econômico do Brasil, que segundo ele pode chegar a 4,5% em 2012.

 

Para dar novo gás à economia, depois do crescimento mais fraco em 2011, a equipe econômica de Dilma discute com o BNDES o barateamento das linhas de financiamento voltadas para novos investimentos e um aporte de R$ 30bi para a instituição este ano.

 

Dando sinais de desaceleração da economia brasileira, que devem estimular o Copom a reduzir mais a taxa básica de juros, (1) em FEV/12 a venda de material de construção no varejo teve queda de -2,3% no confronto com o mesmo período de 2011, (2) em FEV/12 a produção e venda de veículos registraram queda de, respectivamente, -26% e -9% em relação ao mesmo período do ano passado e (3) em todo ano de 2011 a venda de imóveis novos residenciais na capital paulista foi -21,2% menor que em 2010.

 

Com o brasileiro cada dia mais endividado e sofrendo para pagar a maior taxa de juros do planeta, em FEV/12, pelo segundo mês consecutivo, os saques superaram os depósitos na caderneta de poupança, desta vez em R$ 412,52mi.

 

Dona das marcas Dell Anno, Favorita, New e Telasul, dedicadas respectivamente às classes A, B, C e D, a fabricante gaúcha de móveis Unicasa pediu à CVM o registro para uma oferta inicial de ações e pode se tornar a primeira empresa do setor de móveis planejados na Bolsa de valores no Brasil.

 

-    A Vale caiu -4,4%, após ser derrotada na justiça em um processo envolvendo a cobrança de tributos sobre lucro de controladas no exterior e por este motivo ter que oferecer bens em garantia no valor de R$ 1,6bi para continuar com a discussão no Judiciário.

-    A Petrobras caiu -3,4%, após sua presidente descartar expectativas de reajuste dos preços, ressaltando que a política da estatal não será alterada.


Política:
 
Fazendo justiça, ontem o Senado Federal aprovou um projeto de lei, do senador petista Paulo Paim, que multa as empresas que pagarem às mulheres salários inferiores aos dos homens quando ambos ocuparem as mesmas funções.
 
Presidente em exercício, já que Dilma estava na Alemanha, ontem Temer aderiu ao manifesto dos insatisfeitos do PMDB que protestam contra o projeto do PT de usar uma "ampla estrutura governamental" para ultrapassar os peemedebistas em número de prefeituras.
 
Apesar de publicamente discursar a favor da manutenção das prévias para que o PSDB escolha seu candidato à Prefeitura de SP, nos bastidores Serra opera para desmontar a disputa interna, inclusive recomendando ao governador Alckmin para que este atue com mais força para convencer seu o secretário José Aníbal a desistir de sua pré-candidatura.
 
Chancelando a ''ditadura do futebol'', ontem a Comissão Especial que cuida dos assuntos do Mundial de 2014 aprovou o texto base e alguns destaques polêmicos do projeto da Lei Geral da Copa, como o que permite a venda de bebidas alcoólicas nos estádios e autoriza as cidades a decretar feriado nos dias de jogo do Brasil.

Crítica:
 
Em uma tentativa ''criativa e inusitada'' de levantar recursos para pagar suas dívidas, ontem o fundo de privatização da Grécia lançou uma operação para vender a exploração de uma ampla parcela da ilha turística de Corfu.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário