R.B. 16/MAR/12 ''Respeitados mundialmente''


R.B.

"Respeitados mundialmente"

 

São Paulo, 16 de março de 2012 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, acompanhando a valorização das commodities e a gradativa melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, para possivelmente fechar a semana acima dos 68.000pts.

-    O DÓLAR deve voltar a cair, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e influenciado pelos sinais da ata do Copom de que a taxa de básica de juros irá cair menos do que o esperado até o final do ano.

 

ONTEM

-    BOVESPA -0,7%, já abriu em queda e, mesmo com o bom desempenho das bolsas de NY, manteve-se em território negativo ao longo de todo pregão, após a ata do Copom esfriar os ânimos de investidores sobre a intensidade dos próximos cortes de juros.

-    DÓLAR -0,2% à R$ 1,80, já abriu em queda e, mesmo com as atuações do BC na ponta compradora, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana.

-    Na ÁSIA, ainda sem um tendência única, JAPÃO 0,7%, com as exportadoras beneficiadas pela valorização do dólar frente a moeda local, porem CORÉIA -0,1% e CHINA -0,7%, diante de renovadas preocupações sobre o crescimento da China, que por sua vez causou quedas nos setores de matérias-primas.

-    Na EUROPA, próximas das máximas das ultimas 33 semanas, INGLATERRA 0,1%, FRANÇA 0,4% e ALEMANHA 0,9%, ''animadas'' pelos novos sinais de crescimento da economia dos EUA e impulsionadas pela ampla liquidez fornecida pelo BC Europeu, que por sua vez criou uma rede de segurança sob o mercado acionário.

-    Nos EUA, nos maiores patamares desde a crise financeira de 2008, S&P 0,6%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,5%, com destaques de alta para as ações de bancos, diante de mais uma rodada de dados econômicos melhores do que o esperado, como o recuo dos pedidos por auxílio-desemprego para a mínima em 4 anos.


Economia:
 

Obstinado em fazer a economia brasileira crescer mais de 4,0% este ano, Mantega, ministro da Fazenda, afirmou ontem que a desoneração da folha de pagamentos da indústria, principalmente para os exportadores, é necessária para dar competitividade ao setor.

 

Após superar as expectativas do ''mercado'' ao cortar a Selic em -0,75%, para 9,75%, na semana passada, o Copom informou na sua ata que pretende levar a taxa básica de juros para patamares "ligeiramente acima dos mínimos históricos" e estabiliza-la neste nível.

 

Como fruto da redução da Selic, da melhora na economia brasileira e na redução dos problemas na Europa e nos EUA,  em JAN/12 a perspectiva de inadimplência do consumidor num horizonte de seis meses caiu -1,3% de acordo com o indicador da Serasa Experian.

 

Antes de Collor liberar a importação de veículos, o Brasil era um país de carroças, agora, como que querendo retroagir aos tempos pré-Collor, o Ministério do Desenvolvimento quer aplicar salvaguardas, como aumento do imposto de importação ou restrição da quantidade a ser comprada de outros países, às importações brasileiras de vinhos.

 

Confirmando pela ''enésima vez'' a verdadeira ''vocação brasileira'', em 2011 o PIB do agronegócio no Brasil cresceu 5,7%, o que representa o dobro do registrado pela economia brasileira no mesmo período (2,7%).

 

-    A Petrobrás caiu -2,4%, após a ata do Copom indicar que não vai haver aumento de gasolina este ano.

-    A Klabin caiu -4,9%, prejudicada pela redução das expectativas de corte de juros e pelo rebaixamento de sua recomendação por um banco brasileiro.

-    A Marfrig caiu -3,4%, após informar a desistência do acordo de logística com a JSL.

-    A Gol subiu 2,9%, após anunciar que pediu aval para operar vôos entre Brasil e Miami, com escala em Caracas.

-    A Vale subiu 0,9%, ''comemorando'' a decisão favorável do Superior Tribunal de Justiça sobre a cobrança de tributos sobre lucros de coligadas e controladas no exterior.

-    A Queiroz Galvão desabou -18,1%, após novas avaliações no poço Ilha do Macuco, na bacia de Santos, decepcionarem o mercado.


Política:
 
Atirando para todo lado, Haddad, o pré-candidato do PT à Prefeitura de SP que tem apenas 3% nas pesquisas de intenção de voto, associou de forma pejorativa Kassab, com quem negociava apoio até o final de FEV/12, aos antecessores Celso Pitta e Paulo Maluf, lembrando que o atual prefeito de SP foi secretário de Planejamento da gestão Pitta e representa a continuidade do malufismo.
 
Ontem, em sua primeira missão, o peemedebista Eduardo Braga, novo líder do governo no Senado, pediu que o PR reveja sua decisão de rompimento com o Planalto, ressaltando que o governo Dilma ainda não encerrou as negociações com o partido.
 
Para atender as exigências da Fifa e agradar os fabricantes de cerveja, que são patrocinadores da seleção e de muitos políticos, o governo Dilma recuou e vai apoiar o projeto que libera a venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante os jogos da copa do mundo.

Crítica:
 
Dando um ''belo exemplo'' que deveria ser seguido por várias empresas brasileiras, nas ultimas 4 décadas a Petrobras vem mantendo cursos regulares, chegando até criar uma universidade interna, para seus empregados e ainda continua a enviar seus profissionais para diferentes centros de ensino do mundo para que aperfeiçoem seus conhecimentos, com isto atualmente seus técnicos são ''respeitados mundialmente'' e, mesmo depois de se aposentarem, são disputados pelo mercado internacional pela sua alta qualificação profissional.
 
Sinalizando que a margem de lucro das empresas pode estar de alguma forma relacionada com a insatisfação de seus clientes, em 2011, ano em que apresentou o maior lucro de sua história, o Bradesco foi a empresa com maior número de reclamações de consumidores no ranking do Procon-SP

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário