R.B. 29/FEV/12 ''Como na época do Brasil Colônia''


R.B.

"Como na época do Brasil Colônia"

 

São Paulo, 29 de fevereiro de 2012 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, para recuperar o patamar dos 66.000pts, ainda acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também influenciada positivamente pelos constantes sinais positivos da economia brasileira e pelas ''apostas'' de novos cortes na taxa básica de juros.

-    O DÓLAR pode voltar a cair, colocando agora os R$ 1,70 como resistência já que, mesmo com as ''bravatas de Mantega'' e com os leilões de compra do BC, segue ''crescente e constante'' o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

 

ONTEM

-    BOVESPA 1,1% (aos 65.958pts), já abriu em alta e, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com bom volume de negócios (R$ 6,9bi) e impulsionada principalmente pela entrada de recursos estrangeiros.

-    DÓLAR -0,4% à R$ 1,69, já abriu em queda e, mesmo com os leilões de compra do BC no mercado à vista, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão,  para fechar o dia no menor patamar desde 28/OUT/11.

-    Na ÁSIA, apesar das perdas das bolsas da Europa no dia anterior, JAPÃO 0,9%, estimulada pela estabilidade do dólar, que se manteve firme acima da marca dos 80 ienes e beneficiou as ações das principais exportadoras, CHINA 0,2%, em alta pelo sétimo pregão consecutivo, com destaque de alta para as ações de bancos, após a notícia de que Pequim abrandou sua linha de financiamento de veículos governamentais e CORÉIA 0,6%, impulsionada pelas ações de fabricantes de chips locais, diante da notícia de que a japonesa Elpida Memory entrou com pedido de recuperação judicial.

-    Na EUROPA, recuperando as perdas do dia anterior, INGLATERRA 0,2%, FRANÇA 0,4% e ALEMANHA 0,6%, impulsionadas pelos dados da confiança do consumidor nos EUA e pelas expectativas com a operação de liquidez do BC Europeu.

-    Nos EUA, nos maiores patamares desde 2008, S&P 0,3%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,7%, beneficiadas por sólidos dados de confiança do consumidor local e com destaques de alta para as ações de tecnologia, como a Micron Technology (3,7%), depois que a Intel disse que venderá sua participação em duas fábricas de semicondutores para chips de memória flash para a Micron e comprará chips da companhia.


Economia:
 

Mostrando otimismo, Tombini, presidente do BC, afirmou ontem, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, que (1) o Brasil cresceu abaixo do seu potencial nos últimos 3 trimestres, (2) o BC vai seguir cortando a taxa de juros básica da economia, (3) o Brasil vai crescer "mais em 2012 do que cresceu em 2011" e (4) a inflação deve ser menor nos próximos meses e vai convergir para a meta.

 

Confirmando mais uma vez que o governo Dilma segue cuidando com competência e prudência das contas publicas, em JAN/12 a economia do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) para pagar os juros da dívida pública cresceu 46,5% na comparação com JAN/11 e atingiu R$ 20,8bi, o que representa mais de 20% da meta para todo este ano (R$ 97bi).

 

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) em JAN/12 a arrecadação de tributos pelo governo federal cresceu 12,7% em relação a JAN/11, (2) segundo uma pesquisa do Ibope o consumo das famílias no Brasil deve crescer 13,5% neste ano em relação a 2011, (3) o setor de TV por assinatura brasileiro cresceu 2,43% em JAN/12 sobre DEZ/12 e (4) as vendas reais dos supermercados brasileiros subiram 3,84% em JAN/12 na comparação com JAN/11.

 

Diante de uma taxa média de juros real que somente no cheque especial atingiu estratosféricos 185,9% ao ano em JAN/12, no primeiro mês deste ano a taxa de inadimplência para pessoa física ficou em 7,6%, o que representa o maior patamar desde DEZ/09.

 

-    A Embraer caiu -1,2%, após a Força Aérea dos EUA ter informado o cancelamento do contrato de US$ 355 milhões para fornecimento de 20 aviões Super Tucano.

-    A Petrobrás caiu -0,2% e, após o fechamento do pregão anunciou que descobriu mais petróleo na camada pré-sal ao sul da bacia de Campos.


Política:
 
''Como na época do Brasil Colônia'', quando os ''nobres portugueses'' tinham privilégios ao virem para o Brasil, ontem os ''nobres deputados'', obviamente pressionados pelo forte lob da industria de bebidas, aprovaram o texto a Lei Geral da Copa de 2014 que, para a alegria dos turistas gringos, inclui a descabida permissão de venda de bebidas alcoólicas nos estádios durante os jogos.
 
Aprovado por 10 votos a 8, o adiamento das prévias do PSDB em SP para dar mais tempo ao ex-governador Serra fazer campanha foi marcada, na noite de ontem, por um bate-boca e um racha na direção do partido.
 
Com a resistência do Palácio do Planalto a devolver o Ministério dos Transportes ao PR, a legenda decidiu dar um ultimato e ameaça tomar posições independentes nas eleições municipais, tumultuando o cenário mais caro ao PT, que é a disputa pela prefeitura de SP, inclusive ameaçando lançar a candidatura de Tiririca.

Crítica:
 
Finalmente mostrando ''um pouco de vergonha da cara'', ontem o Parlamento da Grécia aprovou um projeto de lei que implementa um profundo corte no orçamento e nas aposentadorias, no primeiro de dois dias de trabalhos legislativos para acelerar as reformas draconianas exigidas pelos credores internacionais de Atenas em troca de um multibilionário pacote de resgate financeiro.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário