R.B. 1/MAR/12 ''De forma insofismável''


R.B.

"De forma insofismável"

 

São Paulo, 1 de março de 2012 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve cair, realizando lucros após fechar o primeiro bimestre do ano com uma alta de 16%, o que representou o melhor resultado no período desde 1999 (25,4%), acompanhando o mesmo movimento das demais bolsas mundiais.

-    O DÓLAR pode subir, ainda pressionado pelos leilões de compra do BC e também influenciado pelos novos ''rumores'' de mais uma elevação do IOF para tentar reduzir o fluxo positivo de recursos externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA –0,2% (aos 65.812pts), abriu em leve alta e, em um pregão marcado pela forte volatilidade (mínima de 65.532pts e máxima de 66.661pst), fechou em leve queda e com bom volume de negócios (R$ 7,8bi), diante de um movimento de ajustes de carteira no final do mês, acumulando uma valorização de 4,3% em FEV/12 e de 16% nos dois primeiros meses do ano.

-    DÓLAR 1,2% à R$ 1,72 (-1,6% em FEV/12 e –7,9% em 2012), abriu em queda, para na mínima atingir R$ 1,68, porem passou a subir ainda na parte da manha, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana e principalmente pressionado pelos leilões de compra e pelas ''ameaças'' de intervenções mais ''pesadas'' do BC.

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,1%, com os números de JAN/12 da produção industrial japonesa, melhores do que o esperado, ofuscados mais tarde pela realização de lucros e as pesadas vendas na Elpida Memory, que entrou com pedido de recuperação judicial, CHINA –1,0%, realizando lucros após 7 pregões consecutivos de ganhos, com destaques de queda para as ações das imobiliárias, após a Prefeitura de Xangai reverter a decisão que permitia a alguns munícipes comprar o segundo imóvel na cidade e CORÉIA 1,3%, com os fundos estrangeiros, que concentraram suas compras em ações de tecnologia, apontados como os principais responsáveis para a alta.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura positiva, INGLATERRA –0,9%, FRANÇA –0,1% e ALEMANHA –0,5%, já que a operação de liquidez do BC, esperada pelos mercados nas últimas semanas, recebeu reação apática.

-    Nos EUA, também revertendo uma abertura positiva, para fecharem em queda após 4 pregões consecutivos de alta, S&P –0,5% (4,1% em FEV/12), DJ –0,4% (aos 12.952pts e 2,5% em FEV/12) e NASDAQ –0,7% (5,4% em FEV/12), após Bernanke, presidente do Fed (''BC'' dos EUA), fazer um discurso que desapontou os investidores ao demonstrar uma visão ''morna'' da economia do país, desestimulando a idéia de que os recentes sinais positivos indicavam uma forte recuperação.


Economia:
 

Corroborando com a opinião de Mantega, ontem economistas do FMI divulgaram um estudo no qual afirmam que, em alguns casos, é benéfico que países emergentes interfiram nos mercados de câmbio, defendendo que os BCs destes países suavizem fortes oscilações nas suas moedas, em especial quando elas são causadas por choques econômicos externos que alimentam uma forte entrada de capital nas suas economias, exatamente como vem ocorrendo no Brasil.

 

Com o objetivo de ''animar'', ao menos no curto prazo, o ''humor'' da região, ontem o BC Europeu emprestou cerca de R$ 1,2bi para 800 bancos da zona do euro em condições muito favoráveis, valor que superou levemente as previsões e que é o maior volume que o BC Europeu emprestou até agora em uma única operação.

 

Provando ''de forma insofismável'' como foram importantes os programas de distribuição de renda, que ajudaram na ascensão social dos brasileiros, segundo uma pesquisa da Fecomercio SP a classe média será a principal responsável por sustentar um crescimento acumulado de 40% projetado pela entidade para a economia brasileira de 2012 até 2020.

 

Impulsionado principalmente pelo saldo positivo registrado pela União (R$ 20,2bi), que por sua vez foi reflexo principalmente do aumento na arrecadação de impostos, em JAN/12 o setor público brasileiro teve resultado positivo recorde de R$ 26,01bi, possibilitando o primeiro superávit nominal desde setembro de 2010.

 
Provavelmente diante de um cenário de queda da taxa de juros, manutenção das boas perspectivas para e economia brasileira e melhora do cenário internacional, em FEV/12 o Índice de Confiança da Indústria apresentou alta de 0,2% na comparação com JAN/12, atingindo 102,5pts.
 
Diante de um comportamento mais otimista da população brasileira, que ocorre pelos mesmos motivos citados acima, em JAN/12, pela primeira vez na história, a população econômica ativa, que se traduz no número de pessoas que procuram emprego, cresceu 0,4% na comparação com DEZ/11, atingindo 22,278 milhões de pessoas.
 
Apenas 1 dia depois de levar uma ''bola nas costas'' do governo norte-americano, que protegendo sua ineficiente industria nacional cancelou os pedidos que tinha com a empresa, Breno Corrêa, diretor de Vendas e Marketing da Aviação Executiva da Embraer, ''avisou'' que o mercado brasileiro deve responder por 5% da demanda mundial de jatos executivos nos próximos 10 anos.
 
-    A Oi/TNLP subiu 4,2%, impulsionada pela aprovação da reestruturação societária do Grupo Oi que, além de conferir mais transparência aos investidores, proporcionará uma maior concentração de liquidez das ações do grupo.

-    A Marfrig subiu 4,5%, ainda reagindo aos detalhes divulgados sobre a nova estrutura organizacional da empresa e ''apostando'' na entrada de um novo sócio-investidor.

-    A Gafisa caiu –7,0%, após informar que recusou uma proposta da GP Investimentos e da Equity International para aquisição de certos ativos da companhia.


Política:
 
Repetindo exatamente o que falou quando foi eleito prefeito da ultima vez, e saiu no meio do mandato para se candidatar a presidente, ontem Serra ''garantiu'' que se vencer as eleições para prefeitura de SP permanecerá no cargo até o fim do mandato, ressaltando inclusive que ''o sonho da presidência está adormecido até 2016''.
 
Como, durante a votação do fundo de previdência complementar dos servidores públicos, o PDT votou majoritariamente contra a orientação do Planalto, de aprovar a proposta, Dilma já planeja tirar o Ministério do Trabalho do referido partido e negocia com parte da sigla o apoio a um nome alternativo.
 
Segundo a oposição apenas para arrumar ''mais uma boquinha para um companheiro'', ontem o Conselho de Administração da Petrobras aprovou a criação de uma nova diretoria, chamada corporativa e de serviços, e elegeu para sua direção José Eduardo de Barros Dutra, ex-presidente do PT.
 
Com o objetivo de acalmar a bancada evangélica no Congresso Nacional, que sofreu atritos recentes com o governo, ontem o Palácio do Planalto anunciou que, em substituição ao petista Luiz Sérgio de Oliveira, Marcelo Crivela, senador do PRB, será o novo ministro da Pesca e Aquicultura.
Crítica:
 
Enquanto a Coréia do Norte, em troca de toneladas de comida dos EUA, deu um passo em direção da paz ao decidir suspender seu programa nuclear, a Argentina deu um passo em direção do conflito, já que, em defesa do seu imensurável orgulho por ter perdido na década de 80 a soberania sobre as Ilhas Malvinas, decidiu propor para as empresas do pais que importam produtos do Reino Unido que os substituam por artigos de outra procedência.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário