R.B. 30/JAN/12 "Oásis de estabilidade''


R.B.

"Oásis de estabilidade"

 

São Paulo, 30 de janeiro de 2012 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve cair, realizando parte dos lucros já acumulados no ano (10,8%), acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais, porem deve-se ressaltar que o patamar ainda é interessante para compras, diante da gradativa melhora das perspectivas para a economia brasileira.

-    O DÓLAR pode subir, em um ''ajuste técnico'' após 9 pregões consecutivos de alta e após acumular uma baixa de -7,0% no ano, acompanhando a leve piora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA -0,1%, abriu em leve alta, para na máxima avançar 0,4%, porem, realizando lucros após oito pregões consecutivos de alta, passou a cair ainda na parte da manhã e fechou com leve queda, diante do crescimento abaixo das expectativas do PIB dos EUA no final de 2011.

-    DÓLAR -0,3% à R$ 1,74, já abriu em queda e, acompanhando a tendência da moeda norte-americana no mercado internacional, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar em território negativo pelo nono pregão consecutivo e no menor patamar desde 1°/NOV/11.

-    Na ÁSIA, inspiradas pela promessa de juros baixos do Fed (''BC'' dos EUA), JAPÃO 0,1%, CORÉIA 0,3% e CHINA 0,5%, porem com baixos volumes de negócios já que os investidores aguardavam o resultado das negociações de dívida na Grécia e os dados do PIB dos EUA.

-    Na EUROPA, fechando a primeira semana com perdas desde meados de DEZ/11, INGLATERRA -1,1%, FRANÇA -1,3% e ALEMANHA -0,4%, influenciadas negativamente por dados decepcionantes econômicos dos EUA e com destaques de queda para ações de empresas do setor automotivo.

-    Nos EUA, sem uma tendência única, S&P -0,2%, DJ -0,5% e NASDAQ 0,4%, decepcionada pelas cifras provisórias do PIB norte-americano para o último trimestre de 2011, mas segura da resolução da crise da dívida grega.


Economia:
 
Mostrando muito otimismo, Roberto Setúbal, presidente do Banco Itaú, afirmou durante uma palestra no Fórum Econômico Mundial, encerrado ontem em Davos, na Suíça, que o Brasil está muito bem-visto, com economia sólida, distante dos problemas que estamos vendo nos EUA e na Europa.
 
Corroborando com a opinião do governo Dilma, a América Latina foi identificada como um "oásis de estabilidade'', crescimento e oportunidades durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, em contraste com a incerteza geral devido à crise financeira e econômica que castiga a Europa e os EUA.
 
Superando positivamente as ''apostas'' de mais de 90% do ''mercado'', em 2011 as contas do governo Dilma registraram um superávit primário de R$ 93,51bi (2,26% do PIB), ultrapassando assim a meta para o ano, que era de R$ 91,8bi.
 
Diante do bom momento da economia brasileira, no ano passado o estoque de crédito do sistema financeiro no Brasil cresceu 19% na comparação com 2010, atingindo 49,1% do PIB, contra 45,2% no ano retrasado.
 
Como reflexo direto da crise econômica nos países do ''primeiro mundo'', os imigrantes brasileiros, principalmente aqueles que moram no Japão, nos EUA e na Europa, estão mandando cada vez menos dinheiro para o Brasil, já que no ano passado as remessas de brasileiros no exterior atingiram R$ 1,97bi, o que representa o nível mais baixo desde 2002 e uma queda de -32% na comparação com 2008.

Política:
 
Contrariando a valorização do seu apoio nas eleições municipais, que é disputado por petistas e tucanos, Kassab, prefeito de SP, tem sua gestão considerada ótima ou boa para apenas 22% dos eleitores paulistas, segundo mostra pesquisa feita em 26 e 27/JAN/12.
 
Na disputa presidencial de 2010, Dilma afirmou que iria construir 6.427 creches até o fim de seu mandato, mas como nenhuma foi construída em 2011, para esta promessa de campanha o Ministério da Educação terá que inaugurar pelo menos 178 creches por mês, ou 5 por dia, até o fim de 2014.
 
Contrariando lei, o ministro das Cidades, Mário Negromonte, que é do PP, acumulou cargo remunerado além da função no ministério, onde recebe R$ 26,7mil, já que de JAN/11 até OUT/11 ele foi membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Trens Urbanos, empresa ligada à pasta.
Crítica:
 
Como ''premio'' por ter ajudado os EUA a localizar e posteriormente assassinar Bin Laden, o médico Shakil Afridi está sendo acusado de alta traição por um comissão paquistanesa que investiga a morte do líder da Al Qaeda.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso Blog http://relatoriobrasil.blogspot.com
Conheça e indique minha página no Facebook http://facebook.com/Alfredosequeirafilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário