R.B. 10/NOV/11 ''A Europa definitivamente não é mais o centro do mundo''


R.B.

"A Europa definitivamente não é mais o centro do mundo"

 

São Paulo, 10 de novembro de 2011 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em queda, ainda pressionada pela nova piora do ''humor'' na Europa, porem o patamar pode ser interessante para compras e não se pode descartar ainda um repique de final de ano, principalmente diante do aumento das ''apostas'' de mais cortes na taxa básica de juros.

-    O DÓLAR pode voltar a subir, também seguindo o ''humor negativo'' nas bolsas do ''primeiro mundo'', porem é bom ressaltar que a tendência da moeda norte-americana segue sendo de queda, principalmente diante do ainda elevado patamar da taxa real de juros do Brasil (cerca de 5,5%).

 

ONTEM

-    BOVESPA –2,5%, já abriu em queda e, pressionada pela fortes baixas das demais bolsas mundiais, com os investidores temerosos com os desdobramentos da crise italiana, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, desta vez com bom volume de negócios (R$ 6,1bi) e com destaque negativo para as ações da Petrobrás (-4,2%), que foi responsável por mais de 10% do volume de negócios do dia.

-    DÓLAR 2,1% à R$ 1,77, já abriu em alta e, acompanhando a o forte piora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com o nervosismo tomando conta dos mercados diante dos desdobramentos mais recentes da crise no Velho Continente.

-    Na ÁSIA, ainda ''comemorando'' a provável renuncia de Berlusconi, que gerou esperança de que a Itália possa dar continuidade a reformas e impedir o espalhamento da crise pela zona do euro, JAPÃO 1,5%, CORÉIA 0,2% e CHINA 0,8%, também beneficiadas pelos sinais de desaceleração da inflação na China, que aliviou temores sobre a segunda maior economia do mundo.

-    Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa, INGLATERRA –1,9%, FRANÇA –2,2% e ALEMANHA –2,2%, com as tensões crescentes sobre a dívida da Itália elevando à níveis recorde os juros exigidos para rolagem da dívida do país, derrubando os investimentos de risco e prejudicando principalmente as ações de bancos, como STOXX Europe 600 Banks (-3,7%) UniCredit (-7,0%), HSBC (-5,8%).

-    Nos EUA, com o mercado em pânico pela crise da dívida na Itália, que é a terceira maior economia da zona do euro, S&P –3,7%, DJ –3,2% e NASDAQ –3,9%, também pressionadas principalmente pelas ações dos bancos.


Economia:
 
Confirmando o bom momento da economia brasileira, segundo Carlos Hamilton Araújo, diretor de Política Econômica do Banco Central, o Brasil vive um momento muito próximo do chamado pleno emprego e esse é um dos fatores que contribuem para evitar um aumento no comprometimento da renda das famílias com o pagamento de dívidas.
 
Indicando como a crise mundial atrapalha os investimentos no setor produtivo da economia brasileira, segundo estimativas da BM&FBovespa de 45 a 50 ofertas públicas iniciais de ações estão represadas por conta da turbulência nos mercados internacionais.
 
Influenciado pelo envio de recursos financeiros, como investimentos e remessas de lucro, de US$ 2bi, e também pela entrada 80% menor de dólares no comércio exterior, em OUT/11 a saída de dólares do Brasil superou a entrada em US$ 134mi.
 
Reassumindo seu lugar ''de direito'', com previsões oficiais para que suas exportações de soja atinjam 38 milhões de toneladas na safra 2011/12, o Brasil voltará à liderança mundial nas exportações de grãos, o que já havia ocorrido em 2005/6.
 
-    ''Apostando pesado'' no Brasil, 3 grandes fabricantes chinesas de aerogeradores estão estudando "seriamente" a vinda para o país.
 
-    A Vale caiu –1,6% e, após o fechamento do pregão, anunciou que vai lançar uma Oferta Pública para Aquisição de até 100% das ações de emissão da Vale Fertilizantes em circulação no mercado, valor que pode chegar a R$ 2,2bi ou R$ 25,00 por ação, em um leilão acontecerá em 12/DEZ/11.
-    A Eletropaulo caiu –0,1% e, após o fechamento do pregão, anunciou que seu lucro liquido no terceiro trimestre deste ano foi 6,1% maior que no mesmo período de 2010.

Política:
 
Como se que ''se vingando'' do caso de Roberto Arruda, diante de novas denuncias de corrupção e recebimento de propina, os 2 principais partidos de oposição no Distrito Federal, que são DEM e PSDB, entraram ontem com 4 pedidos de impeachment contra o governador Agnelo Queiroz na Câmara Legislativa.
 
Assim como fazem 90% dos bancos brasileiros, em MAI/10, poucos meses antes do inicio da campanha que levou Dilma a presidência do Brasil, o banco PanAmericano doou R$ 300 mil para o diretório nacional do PT, contribuição esta que foi contabilizada regularmente pelo partido, mas foi feita de maneira dissimulada pelo banco.
 
Principalmente por ter irritado profundamente Dilma ao afirmar, com o apoio do PDT, que duvidava de sua demissão e que só sairia "abatido à bala", Carlos Lupi, o ministro do Trabalho e Emprego, tem mais de 90% de chances de sair do governo no início do ano que vem, quando será feita a primeira reforma ministerial.
 
Podendo selar um casamento que não deveria orgulhar o PT, Michel Temer e Henrique Eduardo Alves devem almoçar hoje com Dilma para acertar a participação da presidenta no programa nacional do PMDB, que irá ao ar no próximo dia 24.

Crítica:
 
Começando a provar que ''a Europa definitivamente não é mais o centro do mundo'', usando a ''desculpa esfarrapada'' de querer estar mais perto do seu filho recém-nascido, Neymar, a principal promessa e também o principal jogador em atividade no Brasil, recusou propostas milionárias de grandes times do ''Velho Mundo'' para fechar um contrato também milionário com o Santos até a copa do mundo de 2014.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário