R.B. 21/OUT/11 ''Companheiro e amigo''


R.B.

"Companheiro e amigo"

 

São Paulo, 21 de outubro de 2011 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, recuperando as perdas do pregão anterior, beneficiada (1) por bons resultados corporativos divulgados nos EUA, (2) pela valorização das commodities e (3) pela melhora do ''humor'' na Europa.

-    O DÓLAR deve cair, retornando à sua ''trajetória natural'', seguindo a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

 

ONTEM

-    BOVESPA -1,7%, já abriu em queda e, seguindo o cenário externo adverso, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia exatamente no suporte dos 54.000pts (aos 54.009pts), pressionada pelas ações de grandes empresas como Petrobras (-2,1%) e Vale (-1,3%).

-    DÓLAR 0,8% à R$ 1,79, já abriu em alta e, diante de preocupações com a crise da zona do euro, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também influenciado pela redução da Selic no dia anterior.

-    Na ÁSIA, seguindo as perdas nos EUA e na Europa no dia anterior, JAPÃO -1,0%, CORÉIA -2,7% e CHINA -1,9%, com destaques de queda para as exportadoras e com os investidores hesitando em assumir riscos antes da cúpula de líderes da União Européia no domingo.

-    Na EUROPA, nos menores patamares das 2 ultimas semanas, INGLATERRA -1,2%, FRANÇA -2,3% e ALEMANHA -2,5%, após um pregão volátil, marcado por dúvidas sobre se a cúpula da União Européia acontecerá no domingo e pela queda das ações de bancos, já que um jornal alemão noticiou que a Alemanha não descarta a possibilidade de adiar a reunião.

-    Nos EUA, recuperando as perdas iniciais, S&P 0,5%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,2%, com destaques de alta para as ações dos setores financeiro e de matérias-primas e com os operadores de olho na Europa, já que antes do final do pregão norte-americano os líderes europeus buscam garantir aos mercados que haverá uma solução para a crise da dívida em breve.


Economia:
 
Começando a indicar que o Copom estava certo ao reduzir a Selic acreditando que a inflação começará a perder ''forças'', (1) o IPCA-15 de OUT/11 ficou em 0,42%, ante 0,53% em SET/11 e (2) a segunda prévia do IGP-M de OUT/11 ficou em 0,50%, ante alta de 0,52% no mesmo período de SET/11.
 
Dando mais um importante sinal positivo da economia interna e indicando que a crise mundial ainda não chegou no Brasil, segundo a Serasa a taxa de devolução de cheques caiu de 1,88% em AGO/11 para 1,82% em SET/11.
 
Confirmando mais uma vez como é grande a influencia das empresas do setor automobilístico no governo da petista Dilma, ontem o Supremo Tribunal Federal decidiu, por unanimidade, que a medida do governo federal de aumentar o IPI para carros só pode entrar em vigor a partir da segunda quinzena de DEZ/11.
 
Ajudando a diversificar ainda mais a matriz energética brasileira, apenas neste ano o BNDES já recebeu mais de R$ 8bi em pedidos de financiamento e já liberou mais de R$ 4,5bi em empréstimos para o setor de energia eólica, que está em franca expansão no país.

Política:
 
Cada dia mais ''furioso'' com o PT, o comando do PCdoB se movimentou ontem para não perder o Ministério do Esporte e, apesar de externamente ainda defender a permanecia de Orlando Silva à frente da pasta, já estuda internamente um nome do partido para ser seu substituto.
 
Obviamente sem citar o ladrões que circulam livremente no Congresso Nacional, ontem Sarney, como um ''simples parlamentar'', ocupou por horas a tribuna do Senado para falar de sua revolta suposta com os números da criminalidade e impunidade no país, defendendo inclusive o endurecimento das penas para assassinos.

Crítica:
 
Menos de 2 anos atrás Kadafi era recebido como ''companheiro e amigo'' pelos presidentes dos EUA, da França, da Itália e da Inglaterra, porem ontem, após seu covarde assassinato, estes mesmos governantes foram à TV para comemorar a morte do ditador da Líbia e para prestar apoio aos rebeldes, o que obviamente não garante que este país se tornará uma democracia da noite para o dia.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário