R.B. 29/JUL/11 ''Agora chora’’


R.B.

"Agora chora"

 

El Colorado, 29 de julho de 2011 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, acompanhando os bons números da economia brasileira, os sinais de que a taxa de juros não deve mais subir e a nova divulgação ótimos resultados corporativos, desta vez da Vale e da Embraer, ainda em um movimento de recuperação de perdas recentes, para reduzir a baixa acumulada em JUL/11 (-5,9%), que aliás até ontem estava registrando o pior resultado mensal desde MAI/10 (-6,6%).

-    O DÓLAR pode cair, retornando à sua ''trajetória natural'', seguindo o fluxo positivo de recursos externos e com o ''mercado ensinado'' ao BC que, com a estratosférica taxa real de juros do Brasil, não serão com medidas esdrúxulas que o real vai parar de se valorizar.

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,7%, já abriu em alta e, em um movimento de recuperação após cair por 4 pregões consecutivos, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, ''animada'' com a divulgação de bons resultados corporativos por parte de empresas brasileiras, pelos novos sinais de que a taxa de juros pode parar de subir e também ''apostando'' em uma "solução de último minuto" para evitar que a maior economia do planeta se declare oficialmente caloteira.

-    DÓLAR 0,6% à R$ 1,57, já abriu em alta e, ainda ''abalado'' pela decisão do BC de mudar as ''regras do jogo'', manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar em alta pelo segundo dia consecutivo, também influenciado pelos sinais de que a taxa básica de juros pode parar de subir.

-    Na ÁSIA, ainda afetadas pela preocupação com o impasse nas negociações para o aumento do teto da dívida dos EUA, JAPÃO -1,5%, a maior baixa desde 16/JUN/11, com destaques de queda para as ações de empresas que apresentaram resultados ou projeções desfavoráveis, como a Advantest (-6,9%), CHINA -0,5%, após o órgão regulador do mercado bancário local ''avisar'' que vai continuar vigilante em relação à qualidade das dívidas dos governos locais e aos controles de crédito do mercado imobiliário e CORÉIA -0,9%, novamente pressionadas pelas montadoras Hyundai (-1,7%) e Kia (-2,4%), em meio às incertezas sobre as negociações com os sindicatos de trabalhadores em AGO/11.

-    Na EUROPA, sem uma tendência única e próximas da estabilidade, INGLATERRA 0,3%, FRANÇA –0,6% e ALEMANHA –0,8%, com o impulso recebido da abertura positiva das bolsas de NY sendo contrabalançado por balanços trimestrais fracos, como os da Basf (-4,2%) e do Credit Suisse (-1,6%).

-    Nos EUA, revertendo uma abertura positiva, causada pelo anúncio de que o número de pedidos de auxílio-desemprego no país caiu para o menor nível em 3 meses, S&P –0,3%, DJ –0,5% e NASDAQ –0,1%, com os investidores cada dia mais céticos de que a votação no Congresso acabará com o impasse sobre um acordo para evitar um default da dívida nacional.


Economia:
 
Indicando que a taxa de juros ''finalmente'' pode parar de subir, na ata de sua reunião da semana passada o Copom fala em (1) deterioração adicional dos mercados internacionais, (2) acomodação dos preços das commodities, (3) sinais de acomodação da demanda e consequentemente da atividade econômica no Brasil.
 
Impulsionado e valorizado exclusivamente pela maior taxa real de juros do Universo (cerca de 6,8%), o real brasileiro, segundo o índice Big Mac, é a moeda mais cara do mundo, já que de acordo com o estudo, que neste ano passou a considerar não apenas o preço do sanduíche, mas também o PIB per capita dos países, a moeda brasileira está 149% sobrevalorizada sobre o dólar, mais que qualquer outra no mundo.
 
Dando uma ''lição de mercado'' à Mantega, ministro brasileiro da Fazenda, a Fiesp, que aliás é a maior interessada na desvalorização do real, ''avisou'' que as medidas anunciadas na quarta-feira pelo governo para evitar uma valorização ainda mais expressiva da moeda brasileira certamente serão burladas em algum momento pelo mercado financeiro, que já estuda maneiras de contornar os obstáculos impostos.
 
Apresentando novos sinais positivos da economia brasileira, (1) no primeiro semestre deste ano o setor supermercadista contabilizou vendas 4,25% maiores na comparação com o mesmo período de 2010, (2) na ''contra-mão'' da média mundial, que apresentou desaceleração, em JUN/11  o mercado doméstico de aviação brasileiro teve a maior taxa de crescimento do mundo, acumulando uma expansão 15,1% na comparação com JUN/10.
 
Fortalecendo e dando ainda mais segurança ao sistema financeiro brasileiro, para evitar ''problemas'' como os que quase causaram a quebra do banco Panamericano,  o Conselho Monetário Nacional determinou que os bancos que venderem e comprarem carteiras de crédito de outros bancos terão que registrar essas operações em centrais de registro como a Central de Cessão de Crédito.
 
Mostrando mais uma vez que a inflação está ''perdendo forças'', em JUL/10, apresentando o segundo mês consecutivo de retração, o IGP-M, que é usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, registrou deflação de -0,12%, ante variação de -0,18% em JUN/11.
 
-    A Vale subiu 0,9% e, após o fechamento do pregão, anunciou que no primeiro semestre deste no seu lucro líquido foi 126,7% maior que nos 6 primeiros meses do ano passado, com destaque positivo para um crescimento de 53,7% na receita sua operacional na mesma base de comparação.
-    A Embraer caiu –1,4% e, após o fechamento do pregão, anunciou que no segundo trimestre deste ano seu lucro liquido foi 43,9% maior que 1 ano atrás.

Política:
 
No papel de principal líder da América do Sul, Dilma afirmou diretamente do Peru, aonde participa da reunião presidencial da União Sul-Americana de Nações, que a "insensatez" e a "incapacidade política" dos EUA e da União Europeia para resolver seus problemas econômicos são uma "ameaça global".
 
Mostrando toda sua ''fidelidade'' aos petistas, Temer, vice de Dilma e defensor da pré-candidatura do deputado peemedebista Gabriel Chalita à Prefeitura de SP, afirmou, ao lado de Alckmin, que vê espaço para uma aliança entre PMDB e o PSDB na disputa municipal.
 
-    Podendo ser preso caso entre em 186 países, Maluf, que obviamente só não é preso no Brasil, está se preparando para disputar pela ''enésima vez'', a prefeitura de SP pelo ''seu'' PP.
-    Ao invés de aliviado'', o PMDB está incomodado com as notícias de que os ministérios ocupados pelo partido não serão investigados porque o governo precisa do apoio dos peemedebistas para garantir a governabilidade.
-    Jogando sua democracia ''no lixo'', o PT, que na oposição sempre gostou do debate e da polemica, não deve mesmo realizar uma prévia para a escolha do candidato à Prefeitura de SP, alegando que isto "seria um desastre".
-    Devolvendo a gentileza de Nelson Jobim, o ministro da defesa de Dilma que ''revelou'' que voltou em Serra, o refendido tucano afirmou que chamaria Jobim para o seu governo caso tivesse sido eleito presidente no lugar da petista.

Crítica:
 
Conforme ''temia'' o bilionário Abílio Diniz, que ''agora chora'' mas não pensou nisto quando estava quase falido e foi pedir socorro aos franceses, Jean Charles Naouri, presidente do grupo Casino, ''avisou'' que mantém sua decisão de tomar o controle em 2012 do Pão de Açúcar.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário