R.B. 28/JUL/11 ‘’Testando os limites da paciência de Dilma’’


R.B.

"Testando os limites da paciência de Dilma"

 

El Colorado, 28 de julho de 2011 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, tentando uma recuperação após cair por 4 pregões consecutivos e fechar no menor patamar desde 20/MAI/10 (aos 58.288pts), com o ''mercado apostando'' em uma "solução de último minuto" para evitar que a maior economia do planeta se declare oficialmente caloteira.

-    O DÓLAR pode seguir em alta, ainda ''abalado'' pela decisão do BC de mudar as ''regras do jogo'', porem deve-se ressaltar que a trajetória ''natural'' da moeda norte-americana deve seguir sendo de queda, já que a taxa real de juros da economia brasileira continua extremamente atraente e os especuladores sempre encontram uma maneira de se adaptar ás mudanças.

 

ONTEM

-    BOVESPA –1,8%, já abriu em que e, ainda afetada pela ''humor'' cada dia pior nas bolsas de NY, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, também prejudicada pela desvalorização das commodities e mesmo com da divulgação de bons resultados corporativos no Brasil, como do Bradesco, da Vivo, da Visa e da Telesp.

-    DÓLAR 1,3% à R$ 1,56, já abriu em alta, para na máxima atingir R$ 1,57, e manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar o dia com a maior valorização percentual desde 4/JUN/10, influenciado exclusivamente pela decisão do governo Dilma de mudar as regras da política monetária e cambial.

-    Na ÁSIA, JAPÃO -0,5%, devolvendo os ganhos do pregão anterior, com as exportadoras prejudicadas pela valorização persistente do iene, mesmo diante da divulgação de bons resultados da fabricante de robôs industriais Fanuc, CHINA 0,8%, puxada pela ''caça às pechinchas'' em ações de empresas de pequena e média capitalização e também beneficiada pela elevação das cotações dos metais e CORÉIA 0,3%, com destaque positivo para as ações das montadoras, com Hyundai (2,1%) e Kia (1,0%).

-    Na EUROPA, ainda pressionadas pela falta de um acordo sobre o aumento no teto da dívida dos EUA, INGLATERRA –1,2%, FRANÇA –1,4% e ALEMANHA –1,3%, também prejudicadas pela divulgação de resultados financeiros considerados fracos e por preocupações com os bancos depois de o Goldman Sachs rebaixar sua recomendação para as ações do setor.

-    Nos EUA, apresentando os piores desempenhos em 8 semanas, S&P –2,0%, DJ –1,6% e NASDAQ –2,6%, prejudicadas por fracos lucros corporativos, como o da Juniper Networks (-20,9%), por dados mornos sobre a economia e pela falta de uma solução para o impasse da dívida do país, que pode dar calote nos seus credores a partir do dia 2/AGO/11.


Economia:
 
Mudando as regras da política monetária e cambial, o que sempre é muito ''mal visto pelo mercado'', o governo Dilma decidiu  que o Conselho Monetário Nacional ganha o poder de estabelecer condições específicas para negociações de contratos de derivativos, o que na pratica deve causar a elevação das margens de garantia das operações cambiais, e também decidiu aumentar a alíquota do IOF em até 25% sobre estas operações.

 

Confirmando o bom momento da economia brasileira, o BC, diante do anuncio de estabilidade da inadimplência em JUN/11, que por sua vez contribuiu para a queda da taxa média de juros dos empréstimos bancários no mês passado, ''avisou'' que vê espaço para que os pagamentos com atraso comecem a cair ainda mais no segundo semestre.

 

Dando mais um sinal da expansão do ''imperialismo tupiniquim'', a petroquímica brasileira Braskem anunciou ontem que comprou o negócio de polipropileno da Dow Chemical nos EUA e na Alemanha por US$ 323mi, adicionando com isto mais de 1 milhão de toneladas à sua capacidade de produção  e se tornando o maior produtor de polipropileno dos EUA.

 

Acreditando que as ações estão baratas e que o melhor investimento é na própria empresa, (1) a Folhapar, acionista controlador do UOL, anunciou que pretende realizar uma oferta pública para aquisição de 100% das ações dos acionistas minoritários do portal, (2) a Bradespar irá recomprar até 1,5 milhão de suas ações em circulação no mercado e (3) a CSN anunciou que voltou a elevar sua participação na Usiminas.

 

''De olho'' nos cada dia mais valiosos reais, o prestigiado jornal econômico Financial Times, estuda imprimir uma versão no Brasil, a ser vendida em bancas e por meio de assinaturas.

 

Com dinheiro no bolso e o real valendo cada dia mais, no primeiro semestre deste ano o gasto dos turistas brasileiros com viagens internacionais atingiu valor recorde de US$ 10,2bi, valor que além de ser recorde histórico para o período representa um aumento de 44% em relação ao mesmo período de 2010.
 
-    O Bradesco caiu –1,2%, acompanhando suas correlatas na Europa e nos EUA, mesmo após anunciar que no primeiro semestre deste ano, batendo mais um recorde histórico, seu lucro liquido atingiu a ''bagatela'' de R$ 5,4bi, patamar 21,7% maior que no mesmo período em 2010.
-    A Telesp subiu 1,8%, após anunciar que encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 1,15bi, com alta de 30% sobre o apurado um ano antes.

Política:
 
''Testando os limites da paciência de Dilma'', de quem aliás já mostrou que não ''vai com a cara'', Nelson Jobim, o ministro da Defesa que se considera a ''ultima bolacha do pacote'', deu ontem uma declaração pública de que votou em Serra na eleição de 2010, ressaltando que é muito amigo do tucano e que até já morou com ele em Brasília.
 
Novamente a bancada do jogo voltou à carga e está se articulando para tentar legalizar cassinos, bingos e o jogo do bicho no país, usando como ''isca'' para seduzir o governo Dilma Rousseff, governadores e prefeitos uma previsão de que a receita da jogatina ficaria em R$ 10bi e seria destinada a Saúde.
 
Alvo de denúncias de irregularidades desde o início do mês, com p ministro e cerca de 20 servidores afastados por suspeita de corrupção, o Ministério dos Transportes é também o recordista de gastos no balanço de seis meses do Programa de Aceleração do Crescimento, que reúne as prioridades do governo.

Crítica:
 
Começando, mesmo antes do inicio dos jogos, a atrapalhar a vida de quem não gosta, e até de quem gosta, de futebol, o aeroporto Santos Dumont ficará fechado para pousos e decolagens por 4 horas no próximo sábado, isto para não atrapalhar a transmissão do sorteio das Eliminatórias para a Copa-2014, já que a Marina da Glória, onde acontecerá o sorteio, é próxima do aeroporto e do barulho das aeronaves poderia provocar interferência no sinal da transmissão do evento, que será televisionado para 208 países.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário