R.B. 1/JUN/11 ''Ignorância econômica''


R.B.

"Ignorância econômica"

 

São Paulo, 1 de junho de 2011 (QUARTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve subir, dando sequência o movimento de recuperação das perdas acumuladas no ano (-6,7%), acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e ''apostando'' que (1) a inflação de sinais de controle no Brasil, (2) os juros ainda não subam nos EUA e na Europa, (3) os conflitos no Oriente Médio e norte da África diminuam e (4) não apareçam novos ''esqueletos'' da na crise da dívida no velho Continente.

-    O DÓLAR pode cair, ampliando a desvalorização já acumulada no ano (-5,2%), acompanhando a esperada melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e ainda influenciado pelo ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

 

ONTEM

-    BOVESPA 1,1%, já abriu em alta e, no tradicional ''rally de final de mês'', manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, acompanhando o ''humor positivo'' nas bolsas de NY e a valorização das commodities no mercado internacional, porem, diante da crise européia, no front externo, e da inflação, no front doméstico, a bolsa brasileira acumulou perdas de -2,3% em MAI/11.

-    DÓLAR -0,8% à R$ 1,58, já abriu em queda e, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar em território negativo pelo quarto pregão consecutivo, apesar de fechar o mês de MAI/11 acumulando uma valorização de 0,44%.

-    Na ÁSIA, recuperando parte de perdas recentes, JAPÃO 2,0%, impulsionada pela recuperação das ações do setor exportador, que foram beneficiadas por previsões otimistas para a produção industrial do país e pela desvalorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA 1,4%, com destaques de alta para as geradoras de energia, que lideraram os ganhos após a alta no preço da eletricidade e CORÉIA 2,8%, com a volta dos investidores estrangeiros, em meio à diminuição das preocupações com a dívida da zona do euro.

-    Na EUROPA, influenciados positivamente pela expectativa de que a Grécia conseguirá evitar a reestruturação de sua dívida, INGLATERRA 0,9%, FRANÇA 1,6% e ALEMANHA 1,9%, com destaques de alta para as ações de bancos, como Eurobank Ergasias (11,0%), Credit Agricole (1,8%), Société Générale (2,5%), Deutsche Bank (2,1%) e Santander (3,2%).

-    Nos EUA, também ''animadas'' pelas esperanças de um novo plano para combater a crise da dívida na Grécia, que aliviaram parte do temor de investidores, S&P 1,1%, DJ 1,0% e NASDAQ 1,4%, apesar da divulgação de dados macroeconômicos fracos do setor manufatureiro na região Meio-Oeste e sobre a confiança do consumidor do país.


Economia:
 

Segundo Meirelles, ex-presidente do BC, os países emergentes devem sair fortalecidos do processo de mudança na presidência do FMI, causado pela saída de Dominique Strauss-Kahn do cargo, já que segundo ele no futuro certamente um representante de um país emergente será diretor da instituição.

 

Recuando -2,3% em MAI/11, pelo segundo mês consecutivo a Bolsa de Valores esteve entre as piores alternativas para o investidor, as apostas no ouro também não foram bem sucedidas, já que no mesmo período a cotação do metal recuou -0,9%, já o dólar subiu 0,45% no quinto mês do ano, o suficiente para quase empatar com a inflação do período (0,43%) e, como as taxas de juros subiram e a inflação desacelerou, o CDB foi a melhor ''aposta'', acumulando uma rentabilidade bruta de 1,03%.

 

Influenciada principalmente pelas ações adotadas pelo BC para esfriar a economia, como a elevação dos juros e as medidas de contenção do crédito, em ABR/11 a produção industrial brasileira caiu -2,1% na comparação livre de influências sazonais com MAR/11, o que representa a maior contração da indústria desde DEZ/08, quando o país sofria o auge da crise global.

 

Mostrando que o governo segue mantendo suas contas ''em ordem'', anos 4 primeiros meses deste ano a economia do setor público brasileiro para pagar os juros da dívida, que é chamada de superávit primário, subiu 45,5% na comparação com igual período de 2010 e já atingiu R$ 57,3bi, o que é quase a metade (48,61%) da meta do governo para todo o ano de 2011 (R$ 117,9bi).

 

Como atualmente o Brasil é credor em dólar, segundo projeções do BC a valorização acumulada pela moeda norte-americana frente ao real em MAI/11 deve reduzir a dívida de 39,8% do PIB em ABR/11 para 39,3% do PIB no final de MAI/11.

 

Reagindo às intenções da mineradora Vale, que planeja investir cada vez mais em siderurgia, a siderúrgica Gerdau ''avisou'' que quer intensificar os investimentos em mineração para inclusive comercializar a produção excedente para terceiros.

 

-    O Pão de Açúcar caiu -4,4%, diante da advertência do seu parceiro francês Casino a respeito de supostas negociações entre o grupo e o também francês Carrefour.

-    O Banco do Brasil caiu -0,9%, após vencer a disputa pela gestão da rede de correspondentes bancários Banco Postal com um lance de R$ 2,3bi.

-    A Brasil Foods subiu 1,8% e, após o fechamento do pregão, anunciou que iniciou negociações para formar uma joint venture com a companhia Dah Chong Hong, sediada em Hong Kong, para dar o primeiro passo de seu ambicioso plano de expansão na China, que pode culminar com a construção de uma fábrica em 2012.


Política:
 
Balançando Palocci cada vez mais, somente ontem (1) a senadora petista Gleisi Hoffmann, que aliás é casada com o ministro das Comunicações Paulo Bernardo, pediu a saída do ministro-chefe da Casa Civil durante almoço que ofereceu para Lula, (2) o deputado e ex-governador do RJ Anthony Garotinho, do PR, defendeu o uso da crise para pressionar o governo a aprovar uma medida que cria o piso salarial para policiais e (3) o PPS quer investigar a Fundação Feira do Livro de Ribeirão Preto, entidade que tem como vice-presidente uma cunhada do ministro da Casa Civil e que recebeu, entre 2008 e 2010, R$ 1 milhão do governo federal.
 
Ameaçando desfazer a aliança que mantém com Márcio Lacerda, atual prefeito de BH e que é do PSB, o PSDB de Minas cogita lançar candidato próprio à Prefeitura da capital mineira em 2012.
 
Podendo ajudar a aumentar, e muito, os gastos públicos, principalmente com os ''nobres políticos'', ontem o Senado aprovou a realização de plebiscito no Pará para questionar a população sobre a criação do Estado de Tapajós.
 
Atacando para se defender, em meio à crise do governo no Congresso e ao enfraquecimento de Palocci, o PT de MG, apoiado pelo PMDB, ingressou na Procuradoria-Geral da República com pedido para que o senador tucano Aécio Neves seja investigado por supostas sonegação fiscal e ocultação de patrimônio.

Crítica:
 
Avançando na utilização de fontes renováveis, as usinas de álcool e açúcar, além de usarem a biomassa do bagaço, começaram agora a utilizar a palha que sobra nos canaviais após a colheita da cana-de-açúcar para gerar energia elétrica.
 
Protegendo o consumidor brasileiro de sua própria ''ignorância econômica'' e também da ''malandragem'' dos bancos, hoje entram em vigor as novas regras para os cartões de crédito, cujas principais novidades são a obrigatoriedade do pagamento de um percentual mínimo de 15% da fatura e a redução do número de tarifas cobradas.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário