R.B. 6/MAI/11 ‘’Probleminhas de inflação’’


R.B.

"Probleminhas de inflação"

 

Buenos Aires, 6 de maio de 2011 (SEXTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA pode subir, novamente tentando uma recuperação após 4 pregões consecutivos de baixa, nos quais recuou –4,1% e, acumulando uma baixa de –8,5% no ano, atingiu o menor patamar desde 12/JUL/10, já que a economia interna, mesmo com os ''probleminhas de inflação'', segue crescendo de forma sustentável e as empresas continuam apresentando ótimos resultados.

-    O DÓLAR deve cair, finalmente em um ''ajuste técnico'' após subir 3,3% em 4 dias e fechar o pregão anterior com a maior alta percentual desde OUT/10, já que a taxa real de juros da economia brasileira, de cerca de 6,2%, segue muito ''atraente'' para ''investimentos'' externos.

 

ONTEM

-    BOVESPA –0,3%, abriu ''de lado'' e logo passou a subir para, em uma tentativa de recuperação de perdas recentes, na máxima avançar 1,0%, porem passou a cair na parte da tarde, prejudicada pelo forte recuo do petróleo (-9,1%) e das demais commodities no mercado internacional.

-    DÓLAR 1,2% à R$ 1,62, abriu ''de lado'', porem logo passou a subir, acompanhando a trajetória internacional da moeda norte-americana, pressionado pelos leilões de compra do BC  e influenciado pelo forte recuo das commodities no mercado internacional.

-    Na ÁSIA, ainda com baixos volumes de negócios, JAPÃO permaneceu fechado devido a feriado, CHINA 0,2%, sustentada pela presença de investidores em busca de ofertas de ocasião nos setores metalúrgico e imobiliário e CORÉIA também esteve fechada por feriado local.

-    Na EUROPA, em mais um dia de perdas, INGLATERRA –1,1%, FRANÇA –0,9% e ALEMANHA –0,1%, com destaques de queda para ações de bancos, como Lloyds Banking Group (-8,1%) e Société Générale (-5,1%), após divulgarem balanços mais fracos do que o previsto e diante da decisão do BC Europeu, que manteve a taxa de juros em 1,25%, de não dar sinais manter a atual política monetária.

-    Nos EUA, recuperando, após um pregão volátil, uma pequena parte das perdas da abertura, S&P –0,9%, DJ-1,1 % e NASDAQ –0,5%, com destaques de queda para ações de empresas do setor de energia, prejudicadas pela queda do petróleo, e por dados negativos do mercado de trabalho, já que contrariando as ''apostas'' de declínio de –19 mil, o número de norte-americanos que entraram pela primeira vez com pedido de auxílio-desemprego subiu 43 mil na semana passada.


Economia:
 
Tentando acalmar o ''mercado'', mesmo após ''recomendar'' que os brasileiros devem moderar o consumo neste momento, ontem Tombini, presidente do BC, ''garantiu'' que (1) as estratégias da autoridade monetária para controlar a inflação não mudaram, (2) o regime de metas de inflação vem servindo bem ao país, (3) a inflação deverá "rodar no centro da meta" a partir dos próximos meses, (4) para 2012 a inflação ficará no centro da meta, ou seja, em 4,5% e (5) as reservas internacionais brasileiras são um importante colchão de liquidez e estão em nível moderado em relação aos outros países emergentes que compõem o Brics.
 
Como não consegue ficar um só dia dentro do seu gabinete trabalhando sem dar uma declaração ''importantíssima'', ontem Mantega, ministro da Fazenda, ''avisou'' que o governo Dilma continuará a tomar medidas para combater a valorização excessiva do real.
 
Ajudando no crescimento do setor produtivo da economia brasileira, ontem o BNDES anunciou que aprovou um limite de crédito de R$ 1,2bi para a Suzano Papel e Celulose, que serão destinados ao plano de investimentos de R$ 2,3bi da empresa nas áreas industrial e florestal e em projetos sociais até 2015.
 
Como, diante das recentes elevações da Selic, a poupança tem rendido cada vez menos, em ABR/11 os saques feitos pelos brasileiros nesta modalidade de investimento superaram os depósitos em -1,76bi, o que representa o maior saldo negativo registrado desde ABR/08, já que os investidores estão procurando principalmente fundos de renda fixa, títulos públicos e privados (como CDB, LCA e CRI).
 
Dando 2 importantes sinais positivos da economia brasileira, (1) ocorreram 133 pedidos de falência em todo o Brasil em ABR/11, o que representa o menor número de requerimentos para o quarto mês do ano desde a entrada em vigor da nova lei de falências, em JUL/05 e (2) o Brasil ocupa a sexta posição no ranking mundial de vendas de veículos, que é liderado pela China e que tem os EUA em segundo lugar.
 
''Comemorando'' a morte de Bin Laden e também diante da redução do ritmo de crescimento da economia e dos sinais de aperto da política monetária, o barril de petróleo recuou –9,1% e fechou abaixo de US$ 100, com pesadas por parte de especuladores.
 
Em mais um passo para a realização de uma obra que ainda tem muita desconfiança da população, ontem foi publicada a lei que autoriza a criação da Empresa de Transporte Ferroviário de Alta Velocidade, que será a estatal que cuidará do trem-bala que ligará Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas, com estações intermediárias.
 
Mantendo sua estimativa de investir R$ 2,5bi no Brasil em 2011, a Ambev anunciou que, após seu volume de vendas e seu "market share" terem caído no primeiro trimestre em decorrência do aumento do preço de suas bebidas, fez em ABR/11 um novo reajuste, de 1,5% a 2,5%, nos preços de seus produtos.
 
-    A Vale subiu 1,6%, mesmo com o recuo do minério de ferro no mercado internacional e, após o fechamento do pregão, anunciou que seu resultado do primeiro trimestre deste ano bateu novo recorde histórico ao atingir R$ 11,3bi, o que representa um crescimento de 292,2% ante o igual período do ano anterior.
-    A Visa caiu -1,3% e, após o fechamento do pregão, anunciou que no primeiro trimestre deste ano seu cresceu 24% na comparação com o mesmo período de 2011, ficando ligeiramente acima das estimativas do mercado, apoiado no aumento da confiança dos consumidores, que realizaram mais compras com cartões de crédito e débito.

Política:
 
Mostrando porque o governo ''sugeriu'' sua substituição, ao anunciar o resultado da Vale, Roger Agnelli, que vai sair presidência da companhia ainda neste mês, afirmou que a missão de um governo é diferente da missão de uma empresa, defendendo sua opção de priorizar investimentos fora do Brasil e a produção de minério de ferro, ao invés de priorizar a criação de vagas e os investimentos em siderurgia no Brasil.
 
''Vendendo'' o Brasil, principalmente por conta das obras necessárias para a realização da Copa e das Olimpíadas, ontem Dilma discutiu com o presidente da Alemanha, Christian Wulff, a participação de empresas alemãs em investimentos em aeroportos, portos e na construção do trem-bala entre Rio, São Paulo e Campinas.
 
Confirmando que não têm competência nem para cuidar de suas próprias contas, quiçá das contas publicas, mesmo com uma arrecadação recorde no ano passado, os principais partidos políticos do Brasil terminaram 2010 com dívidas milionárias e recordes, com destaques para PT e PSDB, que fecharam o ano com déficit de R$ -42,7mi e R$ -11,9mi.

Crítica:
 
Como fruto de um quase monopólio do setor, desde 2006 o número de queixas sobre aparelhos de celulares, principalmente por conta da precariedade do atendimento no pós-venda, ocupa o topo da lista dos Procons, quando superou as reclamações contra os cartões de crédito.
 
Podendo fazer um desavisado que chegar no Brasil acreditar que está na Noruega ou na Suíça, ontem (1) o Supremo Tribunal Federal referendou as ações que estendem os direitos da união estável aos casais homoafetivos e (2) Dilma ''prometeu'' que criará 75 mil bolsas para estudantes brasileiros fazerem cursos no exterior.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário