R.B. 30/MAI/11 ''Elite maconheira''


R.B.

"Elite maconheira"

 

São Paulo, 30 de maio de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, com ''boas chances'' de fechar o mês acima dos 65.000pts, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e também beneficiada pelas boas perspectivas para a economia brasileira.

-    O DÓLAR pode seguir em queda, para reduzir a valorização acumulada no mês (1,8%) e finalmente fechar o dia abaixo de R$ 1,60, seguindo a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 0,3%, já abriu em alta e, mesmo com baixo volume de negócios (R$ 4,8bi), manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, para fechar em território positivo a primeira semana de valorização (2,7%) após 4 consecutivas de perdas, beneficiada pela valorização das commodities e pelas declarações de líderes do G8 de que a recuperação da economia global está se fortalecendo.

-    DÓLAR -1,0% à R$ 1,60 já abriu em queda e, em uma sessão marcada pelo enfraquecimento da moeda norte-americana também no front externo, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, mesmo com os leilões de compra do BC.

-    Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -0,4%, com destaques de queda para as exportadoras, prejudicadas pela valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA -1,0%, a sétima sessão seguida de queda, diante das contínuas preocupações sobre a redução do crescimento da economia doméstica, a alta da inflação e o aperto sobre os principais bancos e CORÉIA 0,4%, sustentada por compras de investidores estrangeiros e institucionais e com destaques de alta para as construtoras, como Hyundai Engineering & Construction (5,3%) e Daelim Industrial (3,5%).

-    Na EUROPA, ''animadas'' pelas declarações do G-8 de que a recuperação da economia global está ganhando força, INGLATERRA 1,0%, FRANÇA 0,9% e ALEMANHA 0,7%, com destaques de alta para as ações de bancos, como Crédit Agricole (3,4%), BNP Paribas (2,3%), Société Générale (1,4%), Lloyds Banking (2,8%) e Deutsche Bank (1,8%).

-    Nos EUA, em alta, porem não o suficiente para evitar fechar a quarta semana acumulando perdas, S&P 0,4%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,5%, beneficiadas pela queda do dólar, que elevou os preços das matérias-primas e ajudou ações de empresas ligadas ao setor, como a Freeport-McMoRan Copper & Gold (2,7%).


Economia:
 
Com o apoio unânime dos líderes do G-8, Christine Lagarde, atual ministra francesa das Finanças, chega hoje ao Brasil para se reunir com Mantega, ministro da Fazenda, e com Tombini, presidente do BC, em busca do apoio brasileiro na disputa pelo cargo mais alto do FMI, que está vago desde que Dominique Strauss-Kahn renunciou em função de acusações de tentativa de estupro.
 
Apesar de oficialmente ter como meta ''apenas'' o controle da inflação, o BC de Dilma, assim como vinha acontecendo com Lula, tem também o objetivo de buscar o máximo de empregos, ou seja, inflação baixa e crescimento forte.
 
Prometendo algo que o setor produtivo aguarda com ansiedade, Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que o governo vai editar uma medida provisória sobre a desoneração da folha de pagamento na qual será possível até zerar a contribuição patronal para a Previdência, atualmente em 20%, sobre os salários.
 
Mostrando que está 100% alinhado com o governo Dilma, Murilo Ferreira, o novo presidente da Vale, afirmou que o seu principal diferencial à frente da mineradora será implementar uma gestão "mais descentralizada" e defendeu a ampliação dos investimentos em siderurgia e na usina de Belo Monte.
 
Estimuladas pelo aumento da renda, pela queda do desemprego e também pela Páscoa, em ABR/11 as vendas reais nos supermercados de SP cresceram 10,34% na comparação com ABR/10 e 7,7% na comparação com MAR/11.
 
Tentando se capitalizar para assim crescer e ao mesmo tempo se proteger do assedio e também da concorrência das gigantes do setor, uma associação formada por 16 supermercados, chamada Rede Brasil, iniciou estudos para fazer uma oferta pública inicial de ações num prazo de 2 a 3 anos.
 
''Apostando'' em um forte crescimento do setor, principalmente por conta da proibição do uso das sacolas de plástico em SP, os produtores de sacolas ecológicas esperam aumentar em até 50% suas vendas até o final de 2011.
 
Podendo reduzir o preço das commodities agrícolas no mercado internacional, a Rússia ''avisou'' que em 1º/JUL/11, diante da boa expectativa de safra, vai derrubar a barreira à exportação de grãos que foi introduzida em AGO/10 devido a severa seca que atingiu o país.

Política:
 
Arrumando um cocar para cada cacique, na convenção do PSDB, que ocorreu no ultimo sábado, o deputado federal Sérgio Guerra foi reconduzido à presidência do partido, Serra foi nomeado presidente do conselho político, Rodrigo de Castro se manteve na secretaria-geral, FHC foi mantido na presidência de honra e Tasso Jereissati foi nomeado presidente do Instituto Teotônio Vilela.
 
Se aproximando da ''elite maconheira'', FHC lança esta semana o documentário "Quebrando o Tabu", que conta sua saga de 3 anos para juntar personalidades na defesa da descriminalização do consumo de maconha.
 
Hoje, antes de embarcar para uma viagem de 30 horas ao Uruguai, a presidenta Dilma terá um encontro reservado Temer, seu vice-presidente, para tentar apaziguar os ânimos entre governo e PMDB.
 
Enchendo seu cofrinho, assim como Palocci, com inúmeras palestras, Lula foi contratado pelo grupo empresarial mexicano Salinas para falar durante a convenção da empresa, que ocorre nas Bahamas, para mais de 1.000 funcionários e, como não esquece seu ''companheiros'',na volta passará por Cuba, aonde deve se encontrar com Fidel Castro, e na Venezuela, aonde tem um reunião com o ditador Hugo Chávez.
 
Como só é dura e implacável com os pobres, a pedido do Ministério Público Estadual foi revogada a prisão temporária de Demétrio Vilagrado, vice-prefeito de Campinas, acusado de participação em esquema de fraudes em licitações na prefeitura.

Crítica:
 
Envergonhando e escandalizando o Brasil, segundo uma denuncia do Ministério Público do Trabalho, cerca de 20 mil lavradores e funcionários são submetidos por seus patrões a práticas próximas à escravidão.
PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário