R.B. 26/MAI/11 ''Pouquíssima concorrência e muitíssima complacência''


R.B.

"Pouquíssima concorrência e muitíssima complacência"

 

São Paulo, 26 de maio de 2011 (QUINTA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve voltar a subir, ainda beneficiadas por sinais positivos da economia interna e também acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, para dar sequência ao movimento de recuperação das perdas acumuladas no mês (-4,0%).

-    O DÓLAR pode cair, retornando à sua ''trajetória natural'', acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa e também influenciado pelo elevado patamar da taxa real de juros da economia brasileira (cerca de 6,2%).

 

ONTEM

-    BOVESPA 0,1%, abriu em queda, para na mínima recuar -0,4%, porem, mesmo com baixo volume de negócios (R$ 4,6bi), foi se recuperando ao longo do pregão, seguindo a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY e ''animada'' com mais um sinal de controle da inflação.

-    DÓLAR 0,3% à R$ 1,63, já abriu em alta e, mesmo com a melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, seguindo a trajetória internacional da moeda norte-americana e pressionado pelos leilões de compra do BC.

-    Na ÁSIA, em mais um dia de perdas, JAPÃO -0,6%, com a venda de ações do setor de tecnologia encobrindo as notícias positivas sobre a retomada da produção na Toyota, CHINA -0,9%, a quinta sessão seguida de queda, desta vez liderada pelos bancos, após a agência Standard & Poor's alertar que a política de aperto monetário e de crédito de Pequim deve enfraquecer a lucratividade dos cedentes de crédito e levar a um forte aumento dos empréstimos inadimplentes e CORÉIA -1,3%, a décima sessão consecutiva de baixa, com destaques de queda para grandes empresas como Samsung Electronics (-1,3%) e Posco (-1,8%).

-    Na EUROPA, em um movimento de ''caça de barganhas'' diante das perdas recentes, INGLATERRA 0,2%, FRANÇA 0,3% e ALEMANHA 0,3%, com destaques de alta para as ações de bancos, como Commerzbank (6,1%), BNP (2,2%) e Crédit Agricole (2,3%) e Barclays (2,3%), depois que a agência de classificação de risco Fitch afirmou que não prevê qualquer redução na ''nota'' dos bancos alemães em razão de sua exposição à Grécia.

-    Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, para finalmente fecharem em alta após 3 pregões consecutivos de baixa, S&P 0,1%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,5%, no entanto com o mercado ainda cauteloso e com tendência de queda.


Economia:
 

Frustrando as expectativas dos países em desenvolvimento, ontem, conforme já se esperava, Christine Lagarde, a ministra francesa da Economia, apresentou oficialmente sua candidatura, que aliás é favorita, à sucessão de seu compatriota Dominique Strauss-Kahn à frente do FMI.

 

Dando novos sinais positivos da economia interna (1) nos 4 primeiros meses do ano foram vendidas 9,6 milhões de novas linhas de celular, o que representa um crescimento de 4,7% na comparação com o mesmo período de 2010, (2) entre FEV/10 e FEV/11 o número de trabalhadores com carteira assinada no comércio varejista de SP cresceu 6,99%, (3) em ABR/11 as vendas reais dos supermercados brasileiros cresceram 13,6% na comparação com o mesmo mês no ano passado e (4) a inadimplência das empresas recuou -7,9% em ABR/11 no confronto com MAR/11.

 

Confirmando o crescente interesse por investimentos no Brasil, (1) segundo o BC os investimentos estrangeiros diretos em empresas brasileiras chegaram a US$ 23,0bi nos 4 primeiros meses do ano, valor quase 3 vezes maior que o verificado no mesmo período do ano passado e (2) segundo executivos que participaram do Reuters Luxury and Fashion Summit nesta semana, o Brasil está no caminho de se tornar um novo motor de crescimento para o setor de produtos de luxo.

 

Ajudando no controle da inflação, o Índice de Confiança do Consumidor recuou 2,4% entre ABR/11 e MAI/11, registrando a terceira queda consecutiva e atingindo assim o seu menor nível desde JAN/10.

 

Com ''pouquíssima concorrência e muitíssima complacência'' das autoridades,  segundo um estudo do Idec o setor bancário conseguiu, apenas entre 2088 e 2011, subir as tarifas cobradas de seus clientes em até 124%.

 

''Na hora errada'', já que recentemente o CADE questionou a fusão entre Sadia e Perdigão, ontem a Brasil Foods anunciou que ofereceu R$ 60mi para aquisição da unidade processamento de leite longa vida da Indústria de Alimentos Nilza que fica em Ribeirão Preto.

 

Com metas ambiciosas,  José Sérgio Gabrielli, presidente-executivo da Petrobrás, afirmou que a estatal precisa triplicar o número de plataformas que utiliza para conseguir dobrar a produção de gás e petróleo em 2020 e assim se tornar o terceiro maior produtor mundial.


Política:
 
Cada dia mais preocupado com as insatisfações e ameaças da base governista no Congresso, principalmente com a possibilidade de abertura de uma CPI para investigar o patrimônio de Palocci, Lula ''avisou'' para ministro da Casa Civil que tem muito parlamentar insatisfeito com sua conduta.
 
Cansada de confusão e incompetência, Dilma, após cancelar a produção e distribuição do kit anti-homofobia do Ministério da Educação, determinou que todo o material do governo que se referir a costumes terá que passar, a partir de agora, pelo crivo do Palácio do Planalto e por processo de consulta à sociedade.
 
Mostrando uma clara visão do contexto e indicando que está ''cansado'' de ser comandado pelos paulistas,  Antonio Anastasia, governador de Minas Gerais, ''avisou'' que o PSDB só terá condições de voltar à Presidência do Brasil quando se fortalecer no país todo" e se tornar um "partido nacional".

Crítica:
 
Dando maior segurança ao consumidor e podendo causar uma melhora no serviço, segundo uma decisão publicada ontem no "Diário Oficial da União", a central de atendimento das prestadoras de serviço de TV por assinatura, telefonia fixa e móvel deverão dar ao cliente, caso solicitada, a gravação de sua chamada.
 
Confirmando pela ''enésima vez'' que, para seguir crescendo de forma sustentável e com competitividade, o Brasil precisa investir urgentemente em educação, segundo um estudo do IBGE, 83,5% dos 40,2 milhões de assalariados brasileiros não tem nível superior.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário