R.B. 28/MAR/11 ''3 anos de briga''


R.B.

"3 anos de briga"

 

São Paulo, 28 de março de 2011 (SEGUNDA-FEIRA).


Mercados:

 

HOJE

-    A BOVESPA deve seguir em alta, para finalmente recuperar o patamar dos 68.000pts, já que, apesar do saldo negativo em investimento estrangeiro superior a R$ -1,8bi no mês, o investidor doméstico ''aposta'' que o governo não vai subir tanto os juros como se esperava e que a economia seguirá crescendo.

-    O DÓLAR pode cair, retornando à sua ''trajetória natural'' após o ''ajuste técnico'' do pregão anterior, seguindo o provável ''humor positivo'' na Bovespa e o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos.

 

SEXTA-FEIRA

-    BOVESPA 0,3%, já abriu em alta e, seguindo o desempenho positivo das bolsas de NY, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, com razoável volume de negócios (R$ 5,7bi) e destaque de alta para as ações da Petrobrás (0,7%).

-    DÓLAR 0,1% à R$ 1,66, já abriu ''de lado'' e, com baixo volume de negócios, manteve a trajetória indefinida ao longo de todo pregão, para fechar em leve alta após 5 dias consecutivos de queda, diante do aumento dos leilões de compra do BC.

-    Na ÁSIA, deixando de lado os problemas econômicos da zona do euro e as turbulências no Oriente Médio, JAPÃO 1,1%, recuperando 3,6% na semana, com os investidores atraídos pelas ações ligadas à reconstrução do país e de algumas indústrias, CHINA 1,1%, com destaques de alta para as ações de bancos e imobiliárias, após os bons resultados de Bank of China e CORÉIA 0,8%, impulsionada pela entrada de investidores estrangeiros e com destaques de alta para Samsung (3,4%) e Hynix (2,8%).

-    Na EUROPA, fechando em território positivo uma semana de recuperação, INGLATERRA 0,3%, FRANÇA 0,1% e ALEMANHA 0,2%, beneficiadas pela divulgação de indicadores positivos da economia dos EUA e do acordo das autoridades da União Européia para financiar o Mecanismo de Estabilidade Europeu, fundo que vai substituir a Linha de Estabilidade Financeira Européia em 2013.

-    Nos EUA, também tentando retornar a trajetória de alta, S&P 0,3%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,2%, desta vez beneficiadas pelo crescimento acima do esperado do PIB no quarto trimestre e por resultados de empresas que superaram as previsões, principalmente no setor de informática.


Economia:
 
Com o BC fazendo ''o que pode'' para conter a valorização do real, nos 23 primeiros dias de MAR/11 a entrada de dólares no Brasil já superava a saída em US$ 11,81bi, o que eleva o saldo positivo do ano para US$ 34,74bi, valor 42% maior do que o registrado em todo o ano de 2010.
 
Aproveitando do ''dólar barato'' e do aumento da renda, no primeiro bimestre deste ano os turistas brasileiros gastaram no exterior o valor recorde histórico de US$ 3,1bi, montante 38% maior que nos 2 primeiros meses de 2010.
 
Diante do bom desempenho do mercado interno, a Petrobrás, pelo segundo ano consecutivo, encomendou cerca de 3 milhões de barris de gasolina de várias origens do Mundo, mesmo com suas refinarias trabalhando a plena capacidade e produzindo 380 mil barris diários de gasolina.
 
Supostamente para ajudar a evitar um eventual desabastecimento de etanol no país, 30 usinas da região Centro-Sul, que são responsáveis por 12% de toda a moagem de cana da região centro-sul do país, começaram as operações de moagem de cana-de-açúcar, antecipando o início dos trabalhos na safra 2011/2012.
 
Indicando que o consumidor acredita na queda dos preços, mesmo com a disparada do etanol, que em quase todos os Estados do Brasil quando se leva em conta o desempenho já está bem mais caro do que gasolina, a venda de veículos flex continua crescendo em ritmo maior do que a de veículos a gasolina.
 
Contrariando ''apostas pessimistas'', que esperavam um grande crescimento da inadimplência, diante do aumento da renda e da queda do desemprego, o número de paulistanos endividados caiu de 53,8% em FEV/11 para 52,8% em MAR/11.
 
Como fruto do aumento da concorrência, em JAN/11 o preço da passagem aérea doméstica caiu -18,95% na comparação com JAN/10, atingindo com isto o menor valor para um mês de janeiro desde 2002.
 
Para proteger a industria nacional, principalmente dos setores de tecnologia e de vestuário, o governo Dilma editou um decreto presidencial que elevou o IOF das compras no exterior com cartão de crédito de 2,38% para 6,38%.
 
Dando, após cerca de ''3 anos de briga'', uma importante vitória ao Brasil, na sexta feira passada a OMC oficializou que algumas taxas antidumping impostas pelos EUA sobre as importações de suco de laranja brasileiro violam as leis do comércio internacional.
 
-    A Embraer caiu -5,2%, mesmo após anunciar que no quarto trimestre de 2010 seu lucro foi 22,8% maior que no mesmo período de 2009.

-    A Brasil Foods subiu 0,2%, mesmo após anunciar que seu lucro líquido em 2010 foi 125% maior que em 2009.


Política:
 
Mostrando que foi bom Meirelles não permanecer no BC de Dilma, de acordo com documentos secretos do Departamento de Estado dos EUA revelados pelo site WikiLeaks, próximo das eleições de 2006, quando Lula se reelegeu, o então presidente do BC pediu ao governo norte-americano que atuasse junto ao governo brasileiro para que fosse dada ao BC mais independência.
 
Como não há risco de desordem econômica pela frente e Dilma inclusive está apertando os parafusos fiscais, deixando a oposição totalmente sem discurso, o DEM está se desintegrando e o PSDB já não existe no RJ e no RS.
 
Perdendo uma ótima oportunidade de ficar calado, Zé Dirceu conclamou, durante um seminário realizado pelo PT para discutir reforma política, os militantes e líderes do partido para barrarem a proposta que põe fim ao estatuto da reeleição, ressaltando que esta mudança prejudicaria o PT.
 
Como nasceu após as eleições de 2010 e por este motivo não entra na partilha da maior parte do Fundo Partidário, que é dividido de acordo com os votos para a Câmara dos Deputados, o PSD, o novo partido criado por Kassab, espera manter o caixa com recursos captados pelo vice-governador de SP, Guilherme Afif Domingos, e com doações de fornecedores da prefeitura.

Crítica:
 
Apesar de não ter feito ''quase nada'' em defesa do meio-ambiente enquanto era presidente do país que mais polui no mundo, Bill Clinton, ex-presidente dos EUA, é mais um ''gringo'' a meter o bedelho na decisão do Brasil de construir a Hidroelétrica de Belo Monte.

PAZ, amor e bons negócios;

Alfredo Sequeira Filho


O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br

Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )

Nenhum comentário:

Postar um comentário