R.B. 18/FEV/11 ''Prudência e canja de calinha''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Prudência e canja de calinha"

São Paulo, 18 de fevereiro de 2011 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode voltar a subir, com ''boas chances'' de fechar o mês acima dos 70.000, impulsionada pela valorização das commodities, beneficiada pela divulgação de bons resultados corporativos de empresas brasileiras e ''aliviada'' com a gradativa melhora do cenário externo.
- O DÓLAR deve cair, com o objetivo de curto prazo de ''testar o suporte'' dos R$ 1,65, influenciado pelas expectativas de aumento do fluxo positivo de recursos externos, diante da provável nova elevação da Selic na reunião do Copom que ocorrerá após o Carnaval.

ONTEM
- BOVESPA 0,2%, abriu ''de lado'', para na mínima recuar -0,6%, porem, seguindo a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY, passou a subir no inicio da tarde, também beneficiada pela divulgação de bons resultados corporativos de empresas brasileiras.
- DÓLAR -0,5% à R$ 1,66, já abriu em queda e, retornando à sua trajetória de baixa após 3 pregões consecutivos de alta, manteve-se em território negativo ao longo de todo pregão, influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-3,0%).
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO 0,3%, no maior patamar do ano, com destaques de alta para os papéis ligados ao setor de petróleo, beneficiados pela alta das cotações da commodity, CHINA 0,1%, sustentada pelas ações de bancos, diante do aumento da ''apostas'' de elevação das taxas de empréstimo e CORÉIA -0,6%, a segunda baixa consecutiva, ainda ''temendo'' um possível aperto monetário na Ásia em resposta ao crescimento das pressões inflacionárias.
- Na EUROPA, próximas da estabilidade, já que se aproximam dos maiores patamares desde AGO/08, INGLATERRA 0,1%, FRANÇA 0,1% e ALEMANHA -0,1%, divididas entre a divulgação de números positivos do setor industrial dos EUA e a divulgação de resultados abaixo do esperado de bancos e de montadoras, como o BNP Paribas (-0,4%) e Daimler (-1,1%).
- Nos EUA, nos maiores patamares dos últimos 2 anos, mesmo com baixo volume de negócios, S&P 0,3%, DJ 0,2% e NASDAQ 0,2%, com destaques de alta para ações de empresas do setor de tecnologia, como a Nvidia (9,8%), que divulgou uma projeção otimista de receita devido à venda acelerada de processadores da empresa.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Como ''prudência e canja de calinha'' não fazem mal a ninguém, o Brasil foi o único país do mundo a antecipar a implantação de algumas das novas exigências internacionais para reduzir o risco de quebra de instituições financeiras durante crises, já que ontem o BC divulgou um cronograma para implantação das regras conhecidas como Basileia 3, que aumentam a exigência de capital das instituições financeiras.

Dando 2 novos sinais positivos da economia brasileira, em 2010 (1) foram gerados 190 mil postos de emprego formal no Estado do RJ, o que supera em 23,3% o recorde histórico anterior registrado em 2008 e (2) as operações de fusão, aquisição e reestruturações societárias bateram um recorde histórico ao alcançarem R$ 184,8bi, patamar 55% maior que em 2009.

Mesmo com o aumento dos juros e com as demais medidas macropudenciais adotadas recentemente pelo governo Dilma, em JAN/11 o volume de cheques devolvidos no Brasil foi de 1,70%, o que representa o menor percentual para o mês de janeiro desde 2005.

Tentando levar para o mundo uma experiência bem sucedida no Brasil, o BNDES assinou ontem um acordo de cooperação para realizar estudos na área de bioenergia em países em desenvolvimento da África.

''Apostando no Brasil'' e ressaltando que está confiante que o crescimento do país permitirá operações com aeronaves maiores no futuro, a empresa de aviação Lufthansa anunciou ontem que vai aumentar em 60% os vôos para o Brasil e que, principalmente por conta do desenvolvimento da indústria de petróleo, voltará a ter vôos diretos entre o RJ e Frankfurt.

- A BM&FBovespa subiu 2,0%, diante de ''rumores'' de que fará um acordo operacional com a Bolsa de Xangai e antes de anunciar que seu lucro liquido de 2010 foi 30% maior que em 2009.
- O Banco do Brasil recuou -0,6%, mesmo após anunciar que em 2010 acumulou um lucro histórico de R$ 11,7bi.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Para agradar seu eleitorado, o senador petista Paulo Paim, teoricamente aliado de Dilma, ''avisou'' que vai apresentar uma emenda no Senado para aumentar o valor do salário mínimo para R$ 560 como antecipação de parte do reajuste que será concedido ao mínimo em 2012.

Após ser pressionado pelo governo durante as negociações sobre o reajuste do salário mínimo, já que seu partido queria R$ 560 e o Dilma R$ 545, Carlos Lupi, ministro do Trabalho e presidente licenciado do PDT, afirmou ontem que "está sempre preparado para ir embora" de Brasília.

A discussão do valor do salário mínimo do ano que vem deve parar no Judiciário, já que PSDB e PPS, separadamente, anunciaram que recorrerão ao Supremo Tribunal Federal caso o Senado também aprove o artigo que prevê que, nos próximos 4 anos, o valor seja regulamentado por meio de decreto presidencial.

''Cobrando a fatura'' da fidelidade de 100% da sua bancada na aprovação do salário mínimo de R$ 545 pela Câmara, o PMDB voltou a pedir a nomeação de afilhados da legenda no segundo escalão do governo, com prioridade para os bancos oficiais.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Confirmando pela ''enésima vez'' a importância da educação, segundo um levantamento do IBGE em 2010 a taxa de desemprego entre os trabalhadores com nível superior nas 6 principais regiões metropolitanas do Brasil ficou em 3,1%, quase a metade da média nacional (6,7%).

Dando seqüência à ''caça as bruxas'' que ocorre toda a vez que uma ditadura cai, ontem 3 ministros do governo Hosni Mubarak, derrubado este mês por uma revolta popular no Egito, foram detidos dentro de uma investigação sobre corrupção.

--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário