R.B. 29/SET/10 ''Não seria uma má idéia''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Não seria uma má idéia"

São Paulo, 29 de setembro de 2010 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, ainda com ''boas chances'' de fechar SET/10 acima dos 70.000pts, acompanhando a gradativa melhora do ''humor'', interno e nas demais bolsas mundiais, que leva cada vez mais investidores a acreditarem em um ''rali de final de ano''.
- O DÓLAR pode cair, ainda ''testando o suporte do governo'', que até agora foi mais retórica e menos ação, e também influenciado pelo fluxo de recursos externos, já que, alem da Petrobras, Votorantim, Braskem e Gerdau são algumas das grandes empresas que captaram ou anunciaram operações para levantar recursos no exterior, aproveitando os níveis historicamente baixos dos juros internacionais.

ONTEM
- BOVESPA 0,6%, abriu em queda, porem, com bom volume de negócios (R$ 6,1bi), logo passou a subir, desta vez sustentada pela recuperação das ações da Petro (0,7%), para fechar no maior patamar de desde a última semana de ABR/10 (aos 69.227pts).
- DÓLAR 0,0% à R$ 1,71, sem uma trajetória definida e dividido entre a pressão compradora do BC e o fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações de ''investimentos''.
- Na ÁSIA, seguindo as perdas das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO -1,1%, pressionada pelas ações do setor farmacêutico e em um movimento de cautela que antecede a divulgação da pesquisa trimestral sobre o sentimento dos empresários, CHINA -3,5%, influenciada pelo retorno das preocupações sobre medidas adicionais de aperto no mercado imobiliário e CORÉIA -0,3%, com destaque negativo para a exportadora Samsung Electronics (-1,3%).
- Na EUROPA, ''de lado'', INGLATERRA 0,1%, FRANÇA -0,1% e ALEMANHA -0,1%, mesmo após o BC Europeu ''avisar'' que não deve renovar uma parcela dos estímulos econômicos concedidos no auge da crise financeira de 2008 e o governo britânico ''comemorar'' que o PIB expandiu a sua maior taxa (1,2%) no segundo trimestre em 9 anos.
- Nos EUA, recuperando-se no final do pregão, mesmo após o anuncio de piora do nível de confiança do consumidor, de 53,2pts em AGO/10 para 48,5pts em SET/10, S&P 0,5%, DJ 0,4% e NASDAQ 0,4%, diante da divulgação de boas noticias corporativas e do sentimento positivo dos investidores para o final de SET/10.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Evitando comentar estratégias ''individuais'' que o Brasil pode vir a adotar para ''guerrear'' contra a valorização do real, diretamente de Londres Meirelles, presidente do BC, sugeriu que questão cambial fosse debatida na instância do G20, grupo que une as 20 maiores economias do mundo.

Ontem, coincidentemente no final do mesmo mês em que o Brasil deve fazer, por conta da capitalização da Petrobrás, o maior superávit primário do governo central da história, John Lipsky, vice-diretor gerente do FMI, afirmou que a forte dívida dos Estados ''desenvolvidos'' e a difícil situação do sistema financeiro ainda ameaçam o crescimento da economia mundial.

Continuando sua ''guerra'', até agora apenas verbal, contra a valorização do real, Mantega, ministro da Fazenda, afirmou que o governo não descarta a possibilidade de alterar a alíquota do IOF incidente sobre entrada de capital externo na Bolsa de Valores e em renda fixa, apesar de ressaltar que não há nenhuma alteração iminente.

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) em AGO/10 o consumo de gás natural bateu recorde no Brasil e acumulou uma alta de 54,5% em relação ao mesmo mês do ano passado e (2) o Bradesco anunciou que espera chegar ao final do ano com inadimplência em 3,7%, frente a 4% no segundo trimestre deste ano, que por sua vez já foi no menor nível desde o encerramento de 2008.

Fazendo a ''lição de casa'', diferentemente de muitos países ''desenvolvidos'', ontem o BC informou que o chamado "governo central" (Tesouro, BC e Previdência) teve um superávit de R$ 4bi em AGO/10, quase quintuplicando o saldo positivo de JUL/10.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Hoje, 3 dias antes das eleições presidenciais e à luz das ultimas pesquisas de intenção de voto, as chances de a ''fatura'' se definir no primeiro turno já começam a ser menores de 50%, porem um segundo turno, apesar de custar mais alguns milhares de reais ao erário, ''não seria uma má idéia'', pois (1) aprofundará o debate de idéias entre 2 candidatos, que passam a ter tempo igual na TV, (2) forçará e reforçará alianças, que podem inclusive facilitar reformas futuras e (3) diminuirá o ‘’poder’’ do vencedor, que entenderá desde o início que não se pode governar um país como o Brasil sem fazer alianças.

Em um ''jogo de todos contra Alckmin'', que se manteve calmo e austero, ontem o debate entre os 6 candidatos ao governo de SP teve ''tabelinha'' de Mercadante e Russomanno e aulas de ecologia com Feldmann e de ''humildade'' com Skaf.

Repetindo a mesma estratégia que não deu certo com Lula em 2006, Dilma, após uma queda de -3% na ultima pesquisa de intenção de votos, que aliás deixou a petista com 51% dos votos válidos, passou a pedir, inclusive por carta, apoio ''entusiasmado e redobrado'' da militância do PT para ajuda-la a vencer as eleições no primeiro turno.

Podendo ser o ''fiel da balança'' que vai levar as eleições presidenciais para o segundo turno, segundo pesquisas do PSDB, nos últimos dias Marina está tomando muitos votos de Dilma entre as mulheres e os eleitores evangélicos, que aliás em uma ''piada'' espalharam que a petista disse que "nem Jesus" impedirá sua vitória no primeiro turno.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Mostrando uma enorme incompetência para fazer aquilo que são pagos, e muito bem, para fazer, os ''nobres'' ministros do Supremo Tribunal Federal tentam construir uma saída diante do impasse em relação à validade da Lei da Ficha Limpa para as eleições do próximo domingo, o que coloca em dúvida quase 350 candidaturas.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário