R.B. 28/SET/10 "Guerra cambial''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Guerra cambial"

São Paulo, 28 de setembro de 2010 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, rumo aos 70.000pts, impulsionada pelas ações da Petrobrás, que após a capitalização ficarão cada dia mais ''leves'', e ainda influenciada pelas perspectivas cada dia mais favoráveis para a economia brasileira.
- O DÓLAR pode voltar a cair, ainda com ''boas chances'' de romper o ''suporte'' dos R$ 1,70, diante do ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e cada vez mais ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA 0,9%, abriu em queda, para na mínima recuar -0,2%, porem, mesmo com a instabilidade das bolsas de NY, passou a subir ainda na parte a manhã, para fechar no maior patamar desde 23/ABR/10 (aos 68.815pts), influenciada pela recuperação das ações da Petrobrás (0,8%) e pela nova valorização das ações da Vale (2,1%).
- DÓLAR -0,1% à R$ 1,71, já abriu em queda e, com baixo volume de negócios e pouca volatilidade, manteve-se em território negativo ao longo de ''quase'' toda sessão, mesmo com os leilões de compra do BC, para fechar em baixa pelo terceiro pregão consecutivo
- Na ÁSIA, seguindo o fechamento positivo das bolsas de NY na sexta-feira, JAPÃO 1,4%, a primeira alta após 4 pregões consecutivos de queda, uma vez que as ações do setor exportador temporariamente deixaram de ser atingidas pelas preocupações com a valorização da moeda local (o iene), CHINA 1,4%, voltando, com ''bom humor'', após o feriado nacional de 3 dias na semana passada, e estimulada pelo rali das commodities na London Metal Exchange e CORÉIA 0,8%, na maior pontuação em quase 2,5 anos, diante do sentimento positivo com os fundamentos econômicos do país.
- Na EUROPA, realizando lucros, INGLATERRA -0,4%, FRANÇA -0,4% e ALEMANHA -0,3%, guiadas basicamente por notícias corporativas, como as do conglomerado Siemens e das farmacêuticas AstraZeneca e Actelion, que divulgaram previsões negativas sobre seus balanços trimestrais e do banco irlandês Anglo Irish Bank, que teve sua ''nota'' rebaixada pela Moody's.
- Nos EUA, com investidores fazendo uma pausa no rali que durava 4 semanas, apesar de apostas de que a alta das ações pode ser retomada, S&P -0,6%, DJ -0,4% e NASDAQ -0,5%, já que, contrariando a idéia de que setembro geralmente é um mês ruim para o mercado acionário, Wall Street está no caminho de fechar um dos melhores meses em uma década.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Após afirmar que o mundo vive uma "guerra cambial", com os países buscando desvalorizar as suas moedas, Mantega, ministro da Fazenda, ressaltou que o Brasil tem mecanismos para impedir que haja uma valorização cambial exagerada no país, como a adoção de IOF sobre aplicações externas em ações e renda fixa.

Já em clima de despedida, Lula afirmou, ao inaugurar usinas termelétricas movidas a biomassa de cana-de-açúcar no interior de SP, que os países ricos vão acabar buscando o álcool brasileiro como alternativa de combustível menos poluente.

Dando novos e importantes sinais positivos da economia interna, (1) em AGO/10 o índice de atividade do setor da construção civil, que aliás é o que mais emprega no Brasil, ficou em 56pts, o que representa a sétima expansão mensal consecutiva na comparação com o mês anterior e (2) em AGO/10 o consumo de energia elétrica cresceu 7,1% ano ante igual intervalo de 2009.

''Apostando'' no Brasil, a fabricante de bebidas Ambev anunciou que investirá R$ 70 milhões para ampliar sua fábrica em João Pessoa, na Paraíba, com o objetivo de ampliar a capacidade de produção da unidade em 74%.

Diante dos ''crescentes e constantes'' sinais positivos da economia interna, o ''mercado'' elevou, de 7,43% para 7,53%, suas ''apostas'' para o PIB brasileiro em 2010 e também aumentou, de 5,01% para 5,05%, suas perspectivas para o IPCA deste ano.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Mostrando porque Lula tem 78% de aprovação e está conseguindo eleger Dilma já no primeiro turno, segundo uma pesquisa do IPEA a situação financeira está melhor hoje do que há 1 ano para 74% do conjunto das 3.810 famílias consultadas.

Aumentando, de 30% para 50%, as chances de um segundo turno nas eleições presidenciais, segundo a ultima pesquisa divulgada Dilma recuou de 49% para 46% (51% dos votos válidos), Serra manteve os 28% da pesquisa anterior e Marina subiu de 13% para 14%.

Afirmando que os petistas ''apelam'' paga ganhar, Serra, candidato do PSDB à Presidência, criticou ontem o partido de Dilma por pedir à Justiça a suspensão da exigência de 2 documentos para votar no próximo domingo.

Como sabem que o debate da TV Globo na próxima sexta-feira definirá se ocorrerá ou não um segundo turno, Dilma, Serra e Marina devem reservar 2 dias para se prepararem para a referida ''batalha''.

Como sabe que primeiro tem que derrotar Serra, para depois disputar o segundo turno com Dilma, Marina, candidata do PV à Presidência, afirmou ontem que o tucano "constrange jornalistas", principalmente quando eles fazem perguntas que ele não gosta.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Já preparando sua sucessão, Kim Jong-il, o ditador da Coréia do Norte que está com a saúde frágil, agraciou seu filho mais novo, que se chama Kim Jong-un e que foi educado na Suíça, com o título de general.

Reclamando do avanço das construções de colônias judias na Cisjordânia, Abbas, presidente da Autoridade Nacional Palestina, ameaçou abandonar a mesa de negociação que mantém com Israel pelo processo de paz no Oriente Médio.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário