R.B. 23/JUL/10 "Dinheiro é como merda"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Dinheiro é como merda"

São Paulo, 23 de julho de 2010 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, consolidando a transformação da resistência dos 65.000pts em suporte, novamente e ainda diante (1) das boas perspectivas para a economia interna, (2) da melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e (3) da valorização das commodities.
- O DÓLAR pode voltar a cair, com ''boas chances'' de fechar a semana nos R$ 1,75, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa e o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA 2,0%, já abriu em alta e, ''comemorando'' a elevação de ''apenas'' 0,5% da Selic, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também seguindo o bom desempenho das demais bolsas mundiais e a valorização das commodities, para finalmente fechar o dia acima dos 65.000pts (aos 65.748pts).
- DÓLAR -1,3% à R$ 1,76, já abriu em queda e, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para voltar a testar o "piso" de R$ 1,75, também influenciado pela elevação da Selic e pelo recuo do risco-Brasil (-3,5%).
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -0,6%, em queda pela quinta sessão consecutiva, novamente com destaques negativos para as exportadoras, prejudicadas pela nova desvalorização do dólar frente a moeda local (o iene), CHINA 1,5%, a quarta alta consecutiva e no maior patamar em 1 mês, desta vez impulsionada pelo bom desempenho das incorporadoras imobiliárias, após a notícia de que o governo vai adiar o início da cobrança de um imposto sobre o setor e CORÉIA -0,8%, pressionada pelos papeis do setor de tecnologia, diante dos temores sobre as perspectivas de crescimento dos países desenvolvidos.
- Na EUROPA, em um dia de recuperação de perdas recentes, INGLATERRA 1,9%, FRANÇA 3,0% e ALEMANHA 0,4%, impulsionadas por dados econômicos positivos da zona do euro, que surpreenderam o mercado, e por fortes resultados corporativos trimestrais de um grande número de empresas.
- Nos EUA, diante da diminuição dos ''temores'' dos investidores sobre a força da recuperação econômica, S&P 2,2%, DJ 2,0% e NASDAQ 2,7%, embaladas por previsões otimistas de grandes empresas como 3M, UPS, Caterpillar e Microsoft.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Apesar de afirmar que as conquistas econômicas do Brasil estão praticamente consolidadas e de ''avisar'' que a economia brasileira tem ''oportunidades únicas'', a agencia de classificação de risco Standard & Poor’s ressaltou que é preciso ir mais longe com novas reformas, principalmente no complexo sistema tributário.

Mostrando a crescente ''força do real'', segundo o famoso e já tradicional ''Índice Big Mac'', que compara os preços do sanduíche em diversos países para detectar pistas sobre a situação do câmbio em relação ao dólar nas economias pesquisadas, um Big Mac no Brasil custa US$ 4,91, contra US$ 3,73 nos EUA, US$ 1,78 na Argentina e US$ 1,95 na China, o que mostra que a economia brasileira é uma das poucas emergentes onde o câmbio aparece sobrevalorizado no índice.

Confirmando o ótimo momento da economia brasileira, (1) nos 6 primeiros meses de 2010 a arrecadação do FGTS bateu seu recorde histórico atingindo R$ 5,6bi e crescendo 160% na comparação com o mesmo período do ano passado, (2) as vendas de material de construção cresceram 19,78% no primeiro semestre do ano, ante o mesmo período de 2009, (3) segundo previsões dos varejistas, em 2010 as vendas do setor devem crescer 10% na comparação com 2009, (4) em JUL/10, apresentando a quinta elevação consecutiva, o Índice de Confiança do Consumidor subiu 1,1% na comparação com JUN/10 e atingiu 120pts e (5) o consumo total de energia elétrica no país cresceu 9,9% no primeiro semestre deste ano, em relação a igual período do ano passado.

Dando mais um ''sólido sinal'' positivo da economia brasileira, em JUN/10 a taxa de desemprego no país ficou em 7%, patamar (1) abaixo aos 7,5% registrados em MAI/10, (2) inferior aos 8,1% auferidos no mesmo mês no ano passado e (3) mais baixo para o mês desde o início da série histórica, em 2002.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Apesar de ''bater sem dó'' no governo Lula, o candidato tucano Serra, com um discurso cada dia mais confuso, afirmou ontem que não é o candidato da oposição e sim o candidato do ''dá para fazer mais''.

''Rebolando'' para explicar aliados inconvenientes, como o de Collor, o de José Dirceu e principalmente o de João Pedro Stédile, líder do MST, Dilma afirmou que um político não pode recusar votos.

A decisão do governador do Rio e candidato à reeleição pelo PMDB, Sérgio Cabral, de não comparecer aos debates nos meios de comunicação desagradou a 88,05% dos 1.482 leitores que participaram de uma enquete do site do Globo.

Por ter acusado o PT de ter ligações com o narcotráfico e com as Farc, o portal "Mobiliza PSDB" foi condenado pela justiça a conceder, pelo período de 10 dias, direito de resposta à campanha de Dilma.

Mostrando uma diferença de postura, ao ser questionada sobre qual qualidade destaca em Serra, Dilma afirmou que considera o tucano uma pessoa bem intencionada.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Confirmando literalmente que ''dinheiro é como merda'', já que só é útil se for espalhado, 11 toneladas das cédulas que o BC da região Norte triturava e jogava fora todo mês agora serão usadas como adubo, segundo pesquisas conclusivas de ótima qualidade, na Amazônia.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário