R.B. 24/MAI/10 "Responsável o suficiente''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Responsável o suficiente"

São Paulo, 24 de maio de 2010 (SEGUNDA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a subir, dando seqüência o movimento de recuperação após acumular uma desvalorização de -5,0% na semana passada, novamente seguindo a melhora do ''humor'' das demais bolsas mundiais e ''ajustando-se'' às bolas perspectivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR pode seguir em queda, ainda devolvendo parte da alta acumulada na semana passada (3,2%) e retomando sua ''trajetória natural'', principalmente diante do fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

SEXTA-FEIRA
- BOVESPA 3,5%, já abriu ''de lado'', para na mínima recuar -0,3%, porem logo passou a subir, acompanhando a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais e em um movimento de ''caça de barganhas'' diante das perdas acumuladas nos 6 pregões anteriores.
- DÓLAR -0,1% à R$ 1,86, abriu em alta, para na máxima atingir R$ 1,90, porem foi perdendo ''forças'' ao longo do pregão, acompanhando a melhora do ''humor'' na Bovespa e a trajetória internacional da moeda norte-americana.
- Na ÁSIA, sem uma tendência única, JAPÃO -2,5%, na mínima do ano (-7,2% em 2010) e com destaques de queda para as ações das empresas exportadoras, CORÉIA não teve pregão devido a feriado local e CHINA 1,1%, diante das expectativas de que Pequim não adotará medidas adicionais de aperto no curto prazo.
- Na EUROPA, após um dia marcado pela forte volatilidade, INGLATERRA -0,2%, FRANÇA -0,1% e ALEMANHA -0,7%, em meio ao aumento do receio dos investidores com relação às perspectivas de crescimento econômico, diante do elevado nível das dívidas soberanas e apesar de o Parlamento da Alemanha ter aprovado a contribuição do país para o pacote de 750bi de euros oferecido em conjunto pela União Européia e pelo FMI para ajudar países da zona do euro em dificuldades financeiras.
- Nos EUA, revertendo uma abertura negativa, S&P -1,5%, DJ 1,2% e NASDAQ 1,1%, impulsionadas pelo bom desempenho de ações de bancos, como JP Morgan (5,9%) e Goldman Sachs (3,3%), diante das ''apostas'' de que um projeto de regulação financeira não será tão oneroso quanto alguns temiam.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Após ressaltar que o fortalecimento da economia mundial é a melhor forma de lidar com a crise européia, Timothy Geithner, secretário do Tesouro norte-americano, afirmou, diretamente da China, que a cooperação entre os dois países é vital para a economia global e que o dólar estava em alta porque a confiança na economia norte-americana aumentava.

Dando novos sinais positivos da economia interna, (1) as vendas da sexta edição do Feirão da Casa Própria de SP deste ano foram 24,0% maiores que em 2010, batendo assim mais um recorde histórico e (2) em ABR/10 as vendas do setor de varejo de materiais de construção foram 20,9% maiores que em ABR/09.

Mostrando que, caso eleita, a atual política econômica será mantida, Dilma, candidata do PT à Presidência da República, ''prometeu'', em uma palestra para investidores em NY, que reduzirá de forma gradual a meta de inflação nos próximos anos.

Segundo estimativas do BNDES, que mapeou os aportes projetados pela indústria, em setores de infraestrutura e na construção civil entre 2010 e 2013, atualmente a expectativa de investimentos no Brasil já superou em 54,6% os níveis realizados entre 2005 e 2008.

''Apostando'' no Brasil, a montadora alemã BMW estima que, mesmo com o fim da redução do IPI, ocorrerá um incremento de 30% na venda de carros e de 100% na venda de motos da marca este ano no País este ano.

Expondo mais uma vez um dos principais e piores gargalos do Brasil, segundo uma pesquisa recente quase 2/3 dos empregadores brasileiros encontram dificuldades de encontrar pessoas qualificadas para preencher cargos disponíveis, principalmente nos setores de construção civil, indústria naval, automobilístico, ferroviário, moveleiro, siderurgia e metalurgia, transportes e serviços.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Com o crescimento de Dilma nas pesquisas, cresce na mesma proporção a pressão para que Aécio aceite a vaga de vice na chapa de Serra, porem é exatamente a possibilidade de uma derrota dos tucanos nas eleições presidenciais que afasta o neto da Tancredo do posto de vice e o aproxima cada vez mais de sua candidatura ao senado por MG.

O PT fala que Dilma é candidata de Lula, o PSB fala que Dilma é a candidata de Ciro, mas será que o PMDB falará que Dilma é candidata de Sarney? Já o DEM dirá que Serra é o candidato de Rodrigo e César Maia, o PPS dirá que Serra é o candidato de Roberto Freire e o PSDB, será que dirá que Serra é candidato de FHC?

Apesar de ''prometer'' que após seus 8 anos de mandato presidencial voltaria para São Bernardo e faria uma faculdade, Lula já iniciou articulações com outros líderes mundiais para virar secretário-geral de uma renovada ONU ou para presidir o Banco Mundial.

Enquanto a sociedade discute o alcance do projeto que pretende impedir os políticos com ficha suja de concorrerem a cargos eletivos, aprovado semana passada pelo Senado, 1/3 da bancada federal do RJ na Câmara dos Deputados, obviamente todos eles pré-candidatos à reeleição ou à Assembléia Legislativa, responde a processos.

Desafiando o Diretório Nacional do partido, que ''recomendou'' apoio a candidatura da peemedebista Roseana Sarney, as lideranças do PT maranhense reuniram-se sábado à noite, em São Luís, e reafirmaram o apoio à candidatura do deputado Flávio Dino, do PC do B, ao governo do estado e indicaram a petista Terezinha Fernandes, ex-deputada federal, como vice.

Já preparando sua equipe de governo, Dilma, mesmo antes de eleita, ''avisou'' que Palocci, que desistiu de se reeleger deputado federal para se dedicar integralmente a sua campanha, será seu ministro chefe da Casa Civil.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Enquanto o mundo se preocupa com as supostas armas atômicas do Irã, neste final de semana foram descobertos documentos secretos da África do Sul que revelam que Israel tentou vender armas nucleares para o país africano na época do apartheid, em 1975, o que é a primeira evidência real de que Israel possui armas nucleares e derruba seu argumento de que, mesmo que tivesse armas nucleares, seria um país "responsável o suficiente'' para mantê-las, uma vez que tentou vender o arsenal para outro país.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário