R.B. 5/NOV/09 "Cansou de ser pequeno e de pensar pequeno"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Cansou de ser pequeno e de pensar pequeno"

São Paulo, 5 de novembro de 2009 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve cair, acompanhando as perdas das demais bolsas mundiais e realizando lucros após 2 pregões consecutivos de alta, porem deve-se ressaltar que, diante das boas perspectivas para a economia brasileira, a tendência ainda é de alta.
- O DÓLAR pode seguir em queda, acompanhando a tendência internacional da moeda norte-americana e também influenciado pelo ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos que, apesar das medidas do governo, continua batendo recordes históricos.

ONTEM
- BOVESPA 2,0%, já abriu em alta e, acompanhando o desempenho positivo das bolsas de NY e a valorização das commodities, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, novamente com bom volume de negócios (R$ 6,6bi), para acumular um ganho de quase 4% nos últimos 2 dias.
- DÓLAR -1,0% à R$ 1,73, já abriu em queda e, apesar dos leilões de compra do BC, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, seguindo o recuo do risco-Brasil (-4,2%) e o fluxo positivo de recursos externos.
- Na ÁSIA, seguindo o desempenho positivo das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 0,4%, com destaques de alta para ações de mineradoras, como Sumitomo Metal Mining (2,6%) e Mitsubishi Corp. (1,4%), CHINA 0,5%, o quarto pregão consecutivo de ganhos, já que desta vez a demanda por ações de pequenos e médios bancos e de metais não ferrosos compensaram a fraqueza nos papéis do setor imobiliário e CORÉIA 1,9%, em uma ''caça às pechinchas'', principalmente entre ações de bancos, que se seguiu à um queda recente.
- Na EUROPA, seguindo a abertura positiva das bolsas de NY, porem com baixos volume de negócios diante da expectativa para o anuncio dos juros nos EUA, INGLATERRA 1,4%, FRANÇA 2,4% e ALEMANHA 1,7%, com destaques de alta para ações de empresas do setor de mineração, diante da valorização recorde do ouro e do avanço de outros metais.
- Nos EUA, dando seqüência à trajetória de alta, S&P 0,1%, DJ 0,3% e NASDAQ 0,1%, ''animadas'' com a divulgação do crescimento acima do esperado no setor de serviços e com o anuncio do Fed de manutenção da taxa de juros, que está entre zero e 0,25%, em níveis baixos por mais algum tempo.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Tentando jogar no lixo o ''complexo de vira-latas'' que o brasileiro ainda insiste em ter, Lula, falando em Londres para os maiores investidores do mundo, afirmou que o Brasil "cansou de ser pequeno e de pensar pequeno" e que quer se tornar, já nos próximos anos, uma das economias mais importantes do mundo oferecendo ao mundo globalizado de alimentos a biocombustíveis.

Indicando que o governo, pressionado pelos exportadores, já pensa em novas medidas para conter a valorização do rela frente ao dólar, Nelson Barbosa, secretário de Política Econômica, afirmou que a moeda brasileira, que ontem fechou a R$ 1,73, está cerca de 20% acima de seu "nível de neutralidade", que atualmente seria entre R$ 2,10 e R$ 2,12, patamar que nem estimularia e nem atrapalharia o crescimento econômico do país.

Apesar do IOF de 2% para investimentos em bolsa e renda fixa, o BC informou que em OUT/09, confirmando a crescente atratividade da economia brasileira, o Brasil teve a maior entrada de dólares do ano (US$ 14,6bi), resultado que foi impulsionado principalmente pelo lançamento de ações do banco Santander e que superou por larga margem o fluxo de SET/09 (US$ 1,4bi).

Mostrando que querem um acordo mais que não querem ceder em alguns pontos, os representantes dos EUA nas negociações da rodada de Doha da OMC, apesar de afirmarem que não vão assinar nada a menos que outros países façam ofertas melhores para abrir seus mercados aos produtos agrícolas e manufaturados norte-americanos, além das empresas de serviços, ressaltaram também que ''nenhum acordo é melhor do que um acordo ruim".

- GVT subiu 1,3%, após a Telefônica elevar sua proposta para adquirir a operadora de telefonia fixa, dispondo-se agora a pagar R$ 50,50 por ação.
- A CSN subiu 3,0%, já que anunciou um lucro líquido de R$ 1,15bi no terceiro trimestre, ante lucro de R$ 40 milhões em igual período do ano passado.
- O Bradesco caiu -0,2%, pois seu lucro líquido do terceiro trimestre foi -5,2% menor que um ano antes.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Cada vez mais desesperado por aparecer, FHC, após fazer pesadas críticas a Lula e ao seu governo, falando inclusive em "subperonismo", admitiu pela primeira vez que, diferentemente do que aconteceu com ele e Serra em 2002, em 2010 a popularidade do petista, que está próxima de 70%, poderá transferir votos para Dilma.

Como não poderia ser diferente, o PCdoB, aliado histórico do PT, confirmou que, provavelmente em troca de ''apenas'' 1 ministério e da participação na elaboração do programa de governo, vai apoiar a candidatura de Dilma à presidência em 2010.

Ignorando as provas apresentadas e usando o seu velho corporativismo de sempre, ontem a comissão de sindicância da Câmara que investigou o episódio da farra das passagens aéreas aprovou nesta quarta-feira dois relatórios que inocentam os deputados Eugênio Rabelo, do PP, e Paulo Roberto, do PTB, de suposto envolvimento na venda de bilhetes emitidos pela Casa a terceiros.

Contrariando Lula duas vezes em um único dia, Jose Alencar, que ocupa a presidência enquanto Lula está em Londres, (1) elogiou o Tribunal de Contas da União, que é alvo de constantes críticas de Lula e (2) defendeu um reajuste maior para os aposentados, medida que o governo tenta a todo custo evitar que seja aprovada.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Mostrando que a ''velha comunista'' China está ''entrando de cabeça'' no capitalismo, após a abertura dos primeiros MAC Donald's nas principais cidades chinesas, o governo chinês autorizou, estrategicamente dias antes de visita de Obama, a construção em Xangai de um parque temático da Disney avaliado em US$ 3,6bi e que, após 10 anos de negociações, será um dos maiores investimentos estrangeiros da história da China.

Em mais um ato criminoso, ontem bandidos e vagabundos do MST invadiram a sede de uma Fazenda em Eldorado dos Carajás, no Pará e queimaram tratores, destruíram currais e agrediram funcionários.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário