R.B. 4/NOV/09 ''Reunião intima''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Reunião intima"

São Paulo, 4 de novembro de 2009 (QUARTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode seguir em alta, ampliando a valorização acumulada no ano (66,8%) e com o objetivo de fechar a semana próxima dos 65.000pts, seguindo a melhora do ''humor'' nas demais bolsas mundiais, hoje principalmente diante da elevação das ''apostas'' de crescimento econômico da China em 2009, e as boas perspectivas para a economia brasileira.
- O DÓLAR deve voltar a cair, acompanhando o provável ''humor positivo'' na Bovespa e o ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos'', que aliás conforme esperado não foram afugentados pelo IOF de 2%.

ONTEM
- BOVESPA 1,8%, abriu em queda, para na mínima recuar -1,2% e, em um pregão marcado pela forte volatilidade, já que na máxima avançou 2,7%, passou a subir na parte da tarde, com bom volume de negócios (R$ 6,6bi), beneficiada pelos dados positivos da economia interna e pela valorização das commodities.
- DÓLAR -0,6% à R$ 1,74, abriu em alta, para na máxima avançar atingir R$ 1,78, porem, apesar da elevação do risco-Brasil (1,3%) e dos leilões de compra do BC, passou a cair na parte da tarde, seguindo a melhora do ''humor'' na Bovespa e o fluxo positivo de recursos externos.
- Na ÁSIA, s uma tendência única, JAPÃO não houve negociações por ser feriado, CHINA 1,2%, a terceira sessão seguida de ganhos, desta vez diante da reportagem que mostra que os empréstimos concedidos pelos quatro grandes bancos do país aumentaram em OUT/09 e CORÉIA -0,6%, a sexta queda consecutiva, desta vez pressionada por ações de bancos, diante do pedido de concordata do norte-americano CIT Group.
- Na EUROPA, realizando os lucros do pregão anterior e seguindo a abertura negativa das bolsas de NY, INGLATERRA -1,2%, FRANÇA -1,5% e ALEMANHA -1,4%, também pressionadas por ações do setor bancário, já que alem da concordata do CIT o UBS anunciou um prejuízo maior que o esperado no terceiro trimestre.
- Nos EUA, sem uma tendência definida, após um pregão marcado pela volatilidade, S&P 0,2%, DJ -0,2% e NASDAQ 0,4%, em um dia marcado por notícias de bons acordos de empresas, como a Berkshire Hathaway, empresa do megainvestidor Warren Buffett, que comprou a BNSF, e pelo rebaixamento do setor de semicondutores por parte do Morgan Stanley.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Mostrando que não pensa em elevar a Selic, ao menos no curto prazo, Meirelles, presidente do BC, afirmou que a recuperação da economia brasileira após a crise, por ser gradual e consistente, não deve trazer consigo o risco de uma alta da inflação, ressaltando que, apesar de projetar um crescimento de 5% no ano que vem, o ''mercado'' tem uma expectativa de inflação de 4,4% para o próximo ano, patamar abaixo do centro da meta (4,5%).

Dando novos, e cada vez mais sólidos, sinais de crescimento da economia interna, (1) em SET/09 a produção da indústria brasileira, no nono mês consecutivo de alta, cresceu 0,8% na comparação com AGO/09, apresentando no terceiro trimestre deste ano a maior expansão (4,1%) para um trimestre desde 2003, (2) em OUT/09 as vendas à vista em SP registraram aumento de 15,6% na comparação com SET/09 e as vendas pelo crediário crescerão 5% na mesma base de comparação e (3) em OUT/09 o nível de confiança do setor varejista cresceu 5,1% em relação a SET/09.

Como fruto da recuperação da economia interna e da queda do dólar, em OUT/09 as importações no Brasil bateram um recorde mensal, atingindo US$ 12,7bi, o que consequentemente reduziu o saldo da balança comercial no mês para US$ 1,3bi, o menor resultado mensal desde JAN/09.

- Confirmando mais uma vez que a inflação está ''110% controlada'', o IPC apontou alta de 0,25% em OUT/09, patamar acima da variação de 0,16% apurada em SET/09 e dentro das ''apostas do mercado'', que iam de 0,15% a 0,26.

- O Itaú subiu 5,3%, após anunciar que teve um lucro recorrente de R$ 2,7bi no terceiro trimestre, patamar acima dos R$ 2,5bi das ''apostas do mercado''.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Diante de um importante acordo entre líderes do governo e da oposição, devem ser votados, e rapidamente aprovados, 2 projetos de lei que permitem o aumento da permanência na cadeia de condenados por crimes hediondos, sem alterar o regime de progressão.

Atualmente mais próxima de Lula do que sua esposa, Dilma, após participar do Congresso Nacional do aliado PCdoB na sexta-feira, terá no próximo sábado uma ''reunião intima'' com 560 prefeitos e os 423 vice-prefeitos petistas, além de líderes regionais, para montar uma estratégia municipalista na qual os petistas se engajem e conquistem o apoio de prefeitos de outros partidos.

Para mostrar, em ano de eleições, que é ''companheiro'' dos funcionários públicos, Aécio, governador de MG, encaminhou ontem um projeto de Lei à Assembléia Legislativa do seu Estado que prevê redução da jornada de trabalho dos servidores mineiros em 2010.

Como sabe que são mínimas as suas chances de ser o candidato tucano à presidência em 2010, Aécio, governador de MG, demonstrou desconforto com a decisão de seu partido em protelar esta decisão e admitiu que poderá concorrer ao Senado.

Apesar de ter fechado com Serra nas próximas eleições presidenciais, o PPS, numa tentativa de se fortalecer no cenário nacional, decidiu que vai lançar candidatura própria ao governo de cinco Estados: São Paulo, Mato Grosso, Rondônia, Amazonas e Sergipe.
-------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Como enfrenta resistências do Ministério da Ciência e Tecnologia e do Itamaraty, o governo Lula, também diante da resistência dos países ricos em mostrar metas mais ousadas para a queda do lançamento de CO2 durante a Conferência da ONU sobre Mudanças Climática, deve elaborar um documento apenas com as linhas gerais das medidas que devem ser adotadas até 2020, contrariando a vontade do Ministério do Meio Ambiente que defende redução de 40% das emissões nacionais até esse prazo.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
-------------------------------------------------------------------------------
Conheça e indique nosso novo Blog ( http://relatoriobrasil.blogspot.com )
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário