R.B. 30/NOV/09 ''Notável e saudável hábito''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Notável e saudável hábito"

São Paulo, 30 de novembro de 2009 (SEGUNDA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve voltar a subir, dando seqüência à sua trajetória rumo aos 70.000pts, diante da redução dos temores com Dubai e dos sinais cada dia mais claros de que a economia brasileira é a ''bola da vez''.
- O DÓLAR pode cair, retomando sua trajetória rumo aos R$ 1,70, acompanhando a provável melhora do ''humor'' na Bovespa, o fluxo positivo de recursos externos e a tendência internacional de desvalorização da moeda norte-americana.

SEXTA-FEIRA
- BOVESPA 1,0%, abriu em queda, para na mínima recuar -0,9%, porem, apesar da manutenção das perdas nas bolsas de NY e do baixo volume de negócios (R$ 4,6bi), passou a subir na parte da tarde, começando a dissipar a histeria com o episódio Dubai à medida em que se fortaleceu a convicção que os efeitos da moratória ficariam restritos ao próprio emirado árabe, sem contaminar o restante dos mercados.
- DÓLAR -0,3% à R$ 1,74, abriu em alta, para na máxima atingir R$ 1,76, porem passou a cair na parte da tarde, apesar dos leilões de compra do BC e da elevação do risco-Brasil (4,6%), influenciado positivamente pela melhora do ''humor'' na Bovespa e dissipação de boa parte do nervosismo com a moratória de Dubai.
- Na ÁSIA, reagindo ao anuncio da moratória de Dubai, JAPÃO -3,2%, no menor patamar em 4 meses, com destaques de queda para as exportadoras, como Honda (-3,8%) e Sony (-4,4%), prejudicadas pela alta da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA -2,4%, temendo a possibilidade de um aperto na política monetária por parte do governo local e CORÉIA -4,7%, também no menor patamar em 4 meses, já que o Serviço de Supervisão Financeira informou que a exposição remanescente das instituições financeiras sul-coreanas ao Dubai World e a suas afiliadas totalizava US$ 32mi no fim de SET/09.
- Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa, INGLATERRA 1,0%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 1,3%, já que as preocupações sobre as conseqüências de Dubai se dissiparam por enquanto e as ações de bancos, mineradoras e energia foram as mais compradas.
- Nos EUA, com baixo volume de negócios, já que funcionou só na parte da manhã, S&P -1,7%, DJ -1,5% e NASDAQ -1,7%, influenciados pela moratória da dívida da Dubai World em um dia sem indicadores macroeconômicos.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Afastando a economia brasileira dos efeitos da moratória de Dubai, Meirelles, presidente do BC, ''garantiu'' que os bancos brasileiros não estão expostos a este fundo nem a este tipo de problema pela própria regulação prudencial brasileira.

Novamente elogiando a economia brasileira, o jornal britânico Financial Times afirmou que o sistema financeiro brasileiro teve um ''notável e saudável hábito'' nos últimos anos, já que, ao contrário da maioria das outras grandes economias, insistiu que qualquer banco global que quisesse operar dentro de suas fronteiras teria de criar subsidiárias, que são entidades independentes com capital próprio, em vez de meras filiais de um escritório central.

Acreditando que 2010 será muito melhor que 2009, Carlos Lupi, ministro do Trabalho e Emprego, afirmou que no ano que vem o Brasil terá capacidade para gerar cerca de 2 milhões de postos de trabalho, o que representará o dobro do total de empregos gerados neste ano.

Com o ''imperialismo tupiniquim'' mostrando suas garras, 1 semana após Mantega negar que, no pior momento da crise, o governo brasileiro recebeu uma oferta para comprar o Citibank, o Banco do Brasil anunciou que, em uma ofensiva para sua internacionalização, fará aquisições para atuar no mercado de varejo bancário nos EUA e em vários países da América Latina.

Se unindo para ficar mais forte, o Brasil, após uma década apostando na conclusão das negociações da OMC, decidiu criar o maior bloco comercial e político do Hemisfério Sul com o objetivo de iniciar a liberalização dos mercados entre o Mercosul, Índia e os países do sul do continente africano, o que é um recado aos países ricos, já que os obstáculos para a conclusão da Rodada Doha seriam a falta de vontade política do governo norte-americano e europeu de ampliar concessões no setor agrícola.

- Dando mais um ''sólido sinal'' de controle da inflação, o IGP-M de NOV/09 ficou em 0,10%, acumulando com isto uma queda de -1,46% no ano.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Pego com a ''mão na massa'' ao ser filmado recebendo propina, José Roberto Arruda, governador do DF e estrela do DEM, será obrigado a renunciar ao seu mandato e, como seu vice Paulo Octávio e o presidente da Câmara legislativa, Leonardo Prudente, também estão sendo indiciados pela PF, o governo do DF pode cair ''no colo do PT'', posto que o vice-presidente da Câmara é o deputado petista Cabo Patrício.

Como é de ''praxe'', depois de muita pressão de sua cúpula, o DEM deve anunciar ainda hoje a expulsão do governador José Roberto Arruda que, sem partido, não poderá ser candidato à reeleição e a nenhum outro cargo ano que vem.

Ressaltando que seu compromisso é com os tucanos e que estará ao lado de Serra em 2010, Aécio, governador de MG, afirmou que não retiraria sua pré-candidatura à Presidência da República em favor do deputado federal Ciro Gomes, que por sua vez admitiu em duas ocasiões que sua candidatura não seria mais necessária se o mineiro for o nome tucano na disputa.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Fortalecido pelo encontro que teve com Lula, o governo do Irã anunciou neste domingo planos de construir 10 novas usinas de enriquecimento de urânio e disse que os trabalhos começarão dentro de dois meses, o que provavelmente deixará ainda mais tensas as relações com os países do Ocidente, que suspeitam de que a república islâmica quer desenvolver bombas nucleares, intenção veementemente negada por Teerã.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário