R.B. 24/NOV/09 ''Briga desnecessária''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Briga desnecessária"

São Paulo, 24 de novembro de 2009 (TERÇA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve cair, acompanhando a realização de lucros das demais bolsas mundiais, porem deve-se ressaltar que a tendência pode se reverter ainda na parte da manhã caso o PIB norte-americano do terceiro trimestre, que será divulgado hoje as 11:30, fique acima do esperado (3,5%).
- O DÓLAR pode seguir em queda, ampliando a desvalorização acumulada no ano (-25,9%), já que o fluxo de recursos externos continua positivo, apesar das ''ameaças'' do BC de implementar novas medidas que contenham a valorização do real.

ONTEM
- BOVESPA 0,7%, já abriu em alta e, acompanhando o valorização das bolsas de NY, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também beneficiada pelo bom desempenho das commodities.
- DÓLAR -0,2% à R$ 1,73, já abriu em queda e, apesar dos leilões de compra do BC, manteve a trajetória negativa ao longo de ''quase'' todo pregão, acompanhando o bom desempenho da Bovespa e também influenciado pelo recuo do risco-Brasil (-0,9%).
- Na ÁSIA, recuperando parte das perdas de sexta-feira, JAPÃO não operou por ser feriado, CORÉIA 0,1% e CHINA 0,9%, com destaques de alta para siderúrgicas e mineradoras, beneficiadas pela alta nos preços das commodities.
- Na EUROPA, também beneficiadas pela valorização das commodities, INGLATERRA 2,0%, FRANÇA 2,2% e ALEMANHA 2,4%, com destaques positivos para as ações de companhias de mineração, como Randgold Resources (3,4%), Fresnillo (4,2%) e Kazakhmys (4,3%).
- Nos EUA, recuperando as perdas de sexta-feira, S&P 1,4%, DJ 1,3% e NASDAQ 1,4%, impulsionadas por boas notícias sobre as vendas de casas usadas, que cresceram 10,1% em OUT/09, revertendo uma queda de -3,6% vista em SET/09 e marcando o nível mais alto do mercado de imóveis residenciais usados no país desde FEV/07.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Ressaltando que o Brasil está menos dependente de estímulos específicos e que sai da crise com crescimento ancorado em fatores mais sustentáveis, como a expansão do emprego, da renda e do crédito, Meirelles, presidente do BC, defendeu pela ''enésima vez'' o regime de metas de inflação.

Indicando que o governo fará o que pode, e até quem sabe o que não deve, para conter a queda do dólar, Nelson Barbosa, secretário de Política Econômica, ''avisou'' que o Ministério da Fazenda avalia a adoção de novas medidas regulatórias que podem contribuir para reduzir a volatilidade do câmbio, como o pleito da BM&FBovespa para que os investidores estrangeiros possam depositar no exterior as garantias exigidas em operações com derivativos.

Dando mais 2 importantes sinais de recuperação da economia interna, em OUT/09 (1) apresentando o primeiro resultado positivo em 11 meses, a arrecadação federal de impostos aumentou 0,9% na comparação com OUT/08 e (2) o estoque da Dívida Pública Federal total, em queda pelo segundo mês consecutivo, recuou -1,11% na comparação com SET/09.

Sem muitas alterações na comparação com a semana anterior, o ''mercado'' manteve em 5% suas ''apostas'' para o desempenho do PIB brasileiro país em 2010 e em 4,26% suas projeções para o IPCA de 2009, elevando somente de 4,41% para 4,43% sua previsão para a inflação de 2010, patamar ainda abaixo da meta do governo (4,5%).

Como a queda nas importações permanece, apesar do forte recuo do dólar, maior que o recuo nas exportações, até a semana passada a balança comercial brasileira acumulava um superávit anual de US$ 22,9bi, ante um resultado de US$ 21,9bi no mesmo período de 2008.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Apesar de ainda perder no segundo turno para Serra e para Ciro, a ultima pesquisa de intenções de voto, que alias foi divulgada ontem, traz uma boa noticia para Dilma, que subiu de 19% para 21% no cenário mais provável, porem a má noticia para os petista é que, apesar da aprovação de Lula estar em 78,9%, o índice de rejeição da atual ministra chefe da Casa Civil está em 34,4%, superando inclusive a de Serra (27,7%).

Acreditando que as disputas internas não dificultarão a construção de palanques fortes para Dilma em 2010, José Eduardo Dutra, provável novo presidente do PT acredita que sua possível eleição, já no primeiro turno, é ma evidência disto.

Dando mais um exemplo de ''farra com dinheiro publico'', a Corregedoria da Câmara Federal, que aliás é comandada por ACM Neto, vai investigar denúncias de que cerca de 25 deputados usaram notas frias para justificar gastos com verba indenizatória, que é de R$ 15 mil mensais e destinada apenas para o ressarcimento de despesas com a atividade parlamentar.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Podendo colocar ''a raposa para tomar conta do galinheiro'', Jamie Dimon, presidente do JPMorgan, é cotado por parlamentares norte-americanos para substituir Timothy Geithner, secretário do Tesouro dos EUA, que é apontado como culpado pela frustração com a política econômica da administração Obama.

Como provavelmente já foi avisado de que Lula lhe dará asilo político, comprando assim uma ''briga desnecessária'' com a Itália, o terrorista italiano Cesare Battisti encerrou ontem sua greve de fome iniciada há 10 dias declarando que confia nas autoridades brasileiras.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário