R.B. 21/OUT/09 ''Ponto positivo''

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Ponto positivo"

São Paulo, 21 de outubro de 2009 (QUARTA-FEIRA).
-------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em queda, para romper o suporte dos 65.000pts, ainda realizando lucros recentes e usando como ''desculpa'' o anuncio de taxação de 2% do capital estrangeiro dirigido para ações e renda fixa, porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de alta e que uma eventual queda pode ser uma boa oportunidade para compra.
- O DÓLAR pode seguir em alta, para romper a resistência dos R$ 1,75, porem deve-se ressaltar que a tendência ainda é de queda, já que a taxação de 2% sobre capital estrangeiro dirigido para ações e renda fixa terá o mesmo efeito de curto prazo de se jogar água fria na fervura.

ONTEM
- BOVESPA -2,9%, já abriu em queda, para na mínima recuar -4,6% e, com ótimo volume de negócios (R$ 8,9bi), manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, realizando lucros recentes diante do anuncio da taxação de capital estrangeiro.
- DÓLAR 1,9% à R$ 1,74, já abriu em alta e, pressionado pelo mesmo motivo que levou a realização de lucros na Bovespa, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também influenciado pelos leilões de compra do BC e pela elevação do risco-Brasil (1,4%).
- Na ÁSIA, seguindo o fechamento positivo das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO 1,0%, com destaques de alta para ações de tecnologia, como Kyocera (2,3%) e da Tokyo Electron (1,4%), após a divulgação de resultados encorajadores da Apple nos EUA, CHINA 1,5%, a terceira alta consecutiva e o maior patamar em 2 meses, diante do aumento das expectativas de entrada de capital estrangeiro no curto prazo e CORÉIA 0,6%, com destaque positivo para a LG Display (3,3%), diante do anuncio de que uma interrupção no fornecimento de energia prejudicou uma fábrica de telas de cristal líquido da Corning em Taiwan.
- Na EUROPA, realizando lucros recentes e seguindo a abertura negativa das bolsas de NY, INGLATERRA -0,7%, FRANÇA -0,6% e ALEMANHA -0,7%, com destaques de queda para as empresas do setor de construção, como a Saint Gobain (-3,6%), já que o número de obras residenciais iniciadas nos EUA ficou bem abaixo do esperado.
- Nos EUA, ''timidamente'' realizando lucros recentes após atingiram as máximas em 12 meses, S&P -0,6%, DJ -0,5% e NASDAQ -0,6%, diante da divulgação de números decepcionantes sobre inflação e sobre o setor imobiliário, que ofuscaram bons resultados de companhias como Apple e Caterpillar.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Em um artigo extremamente positivo, o jornal Financial Times ''avisou'' que o Brasil é a potência do século 21 a se observar já que, com uma economia pujante e plena de recursos naturais, acabou de passar pela crise financeira em ''boa forma'', tem uma vasta descoberta de petróleo e será sede dos 2 maiores eventos esportivos do mundo: a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Se tornando um ''ponto positivo'' diante da queda da arrecadação de tributos, que no acumulado do ano até SET/09 é de -8,3% na comparação com o mesmo período de 2008, o governo estima que, com a cobrança de IOF de 2% sobre o ingresso de capital estrangeiro de curto prazo, irá arrecadar R$ 4bi por ano.

Dando mais 2 sinais de recuperação da economia interna, (1) surpreendendo positivamente até os mais otimistas, na primeira quinzena de OUT/09, mesmo com o aumento das alíquotas de IPI, o número de veículos emplacados registrou alta de 19,4% na comparação com o mesmo período do mês anterior e de 35,7% na comparação com os 15 primeiros dias de OUT/08 e (2) em SET/09 as vendas de material de construção foram 5,15% maiores do que no mês anterior.

Dando mais um sinal de controle da inflação, que infelizmente não influenciará na provável decisão do Copom de manter a Selic em 8,75% na sua reunião que termina hoje, o IGP-M de SET/09 ficou em 0,04%, patamar bem abaixo do anterior (0,41%) e aquém das ''apostas do mercado'' (0,10%).

Ressaltando que é hora de abandonar as palavras e passar à ação, Pascal Lamy, diretor-geral da OMC, afirmou que será difícil alcançar a meta de concluir a Rodada Doha em 2010 sem acelerar seriamente o ritmo das negociações.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Em mais um ''rega bofe'' realizado no Palácio da Alvorada e obviamente pago com o dinheiro publico, ontem PT e PMDB fecharam acordo para as próximas eleições, no qual o peemedebista Michel Temer será o vice da petista Dilma.

Mais uma vez ''chutando o defunto do neoliberalismo, Lula, durante a posse do novo ministro de Assuntos Estratégicos, Samuel Pinheiro Guimarães, afirmou que se tem uma coisa extraordinária que a crise econômica permitiu enxergar é que não é possível um país sobreviver se o estado for débil e fraco, e o mercado for forte, ressaltando que tem coisas que o mercado não sabe fazer, e tem coisas que o mercado não quer fazer.

Sem a assinatura de nenhum deputado petista, ontem foi entregue pela oposição um requerimento com o aval de 185 parlamentares para criação de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do MST.

Após uma sessão tensa, ontem, por 30 votos a 17, a Assembléia Legislativa do RS arquivou o processo de impeachment contra a governadora tucana Yeda Crusius, acusada entre outras coisas de desvio de recursos públicos.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Como a ''concorrência'' está cada dia mais fraca, mesmo depois de casos como o de censura ao jornal O Estado de S.Paulo, e registros de violência e restrições contra os jornalistas em várias regiões do País, o Brasil subiu 11 posições no ranking de liberdade de imprensa da organização Repórteres Sem Fronteiras.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário