R.B. 27/MAI/09 "Quem manda na Casa"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Quem manda na Casa"

São Paulo, 27 de maio de 2009 (QUARTA-FEIRA).
-------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve seguir em alta, para ''finalmente'' fechar acima dos 52.000pts, influenciada pelo aumento das ''apostas'' de que ''o pior já passou'' e de que a economia brasileira sairá ''maior, mais forte e mais respeitada'' da atual crise financeira mundial.
- O DÓLAR pode seguir em queda, para ''testar o suporte'' dos R$ 2,00, influenciado pelos mesmos motivos que devem levar a valorização da Bovespa e também pelo crescente fluxo positivo de recursos externos em busca do ainda ''atraente'' patamar da taxa real de juros do Brasil.

ONTEM
- BOVESPA 2,0%, abriu em queda, para na mínima recuar -1,4%, porem passou a subir ainda na parte da manhã, influenciada por novos sinais de controle da inflação brasileira, que devem fazer o Copom seguir cortando a Selic, e pela divulgação de uma melhora surpreendente da confiança do consumidor norte-americano.
- DÓLAR -0,4% à R$ 2,02, abriu em alta, para na máxima avançar 0,5%, porem, acompanhando a melhora do ''humor'' nas bolsas mundiais, passou a cair ainda na parte da manhã, para fechar no menor patamar desde 2/OUT/08, também influenciado pelo forte recuo do risco-Brasil (-5,9%).
- Na ÁSIA, sem a referencia de NY que no dia anterior estava fechada devido a feriado, JAPÃO -0,4%, com destaques de queda para as exportadoras do setor de tecnologia, Canon (-1,6%) e Sony (-1,2%), diante da valorização da moeda local (o iene) frente ao dólar, CHINA -0,8%, prejudicada pelo declínio nas empresas de carvão, por causa das expectativas de redução dos preços, e os esforços de Pequim para alterar os valores dos recursos naturais, como forma de reduzir o consumo de energia e CORÉIA -0,6%, prejudicada pela persistência das incertezas geopolíticas após o teste nuclear do país vizinho.
- Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa para seguir a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY, INGLATERRA 1,0%, FRANÇA 1,1% e ALEMANHA 1,4%, com destaques de alta para empresas do setor varejista, como Tesco (3,5%) e Marks & Spencer (1,5%).
- Nos EUA, também revertendo rapitamente uma abertura negativa, S&P 2,6%, DJ 2,4% e NASDAQ 3,5%, diante do anuncio de que o nível de confiança do consumidor na economia teve uma surpreendente melhora de 40,8pts em ABR/09 para 54,9pts em MAI/09, ante ''apostas'' de crescimento para apenas 42,3pts.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Rejeitando, pela enésima vez, a tese do uso da política monetária para frear a desvalorização do dólar ante o real, Meireles, presidente do BC, ''garantiu'' que a taxa de juros deve ser uma âncora para a economia, em especial para cumprir as metas de inflação, e não uma biruta ao sabor das necessidades do mercado, ressaltando por fim que os movimentos na taxa de câmbio respondem a diversos fatores, incluindo as condições macroeconômicas externas, a confiança dos investidores, entre outros.

Aumentando o coro daqueles que acreditam, e até ''apostam'' nisto, que ''o pior já passou'', segundo 74% de 45 ''renomados analistas'' ouvidos pela Associação Nacional de Economistas de Empresas dos Estados Unidos, a recessão norte-americana terminará no terceiro trimestre deste ano.

Dando mais 2 sinais de que o Brasil é ''a bola da vez'' para os investidores globais, (1) em ABR/09 o volume de investimentos estrangeiros no país bateu a casa dos US$ 3,4bi, o que representa o melhor resultado desde OUT/08 e (2) nos 25 primeiros dias de MAI/09 os investimentos estrangeiros em ações de empresas brasileiras atingiram US$ 2,4bi, quase 4 vezes mais que os US$ 630mi de ABR/09.

Fazendo um dos melhores trades da década, o BC, após vender um ''caminhão'' de dólar quando a moeda norte-americana superou os R$ 2,30 e ameaçava o controle da inflação, já comprou, desde que a tendência mudou e rompeu o ''suporte'' dos R$ 2,10, ameaçando as exportações, US$ 2,4bi no mercado à vista, elevando com isto as reservas internacionais brasileiras.

Com o objetivo de dar suporte aos exportadores brasileiros, o governo pretende criar, ainda este ano, o Eximbank brasileiro, que será uma estrutura administrativa dedicada exclusivamente a financiar as exportações e a produção destinada ao mercado exterior.

''Animados'' com a queda do dólar e com a recuperação da economia interna, em ABR/09 os turistas brasileiros gastaram no exterior US$ 770mi, o que representa o melhor resultado desde OUT/08.

- A Vale subiu 1,4% e, após o fechamento do pregão, a agencia de classificação Fitch elevou sua ''nota'' para a empresa, ressaltando o sólido perfil de negócios e o perfil financeiro extremante forte da empresa.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Preocupado com a turbulência política que poderá ser gerada pela CPI da Petrobras, o governo Lula deve adiar o envio ao Congresso do projeto que pretende taxar as aplicações acima de R$ 50 mil na poupança, já que isto poderia ser usado como munição política pela oposição.

Mostrando mais uma vez ''quem manda na Casa'', Renan Calheiros, líder do PMDB no Senado, afirmou que ''criar uma CPI é um direito democrático da minoria, mas eleger presidente e indicar relator é direito da maioria''.

Respeitando, ao menos por enquanto, a vontade dos eleitores, diante da falta de acordo entre os partidos que integram a base aliada governista, a Câmara vai deixar para 2011 a votação dos pontos mais polêmicos da reforma política, como as chamadas listas fechadas para a escolha dos candidatos.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Apesar de não fechar o acordo para a construção de uma em Pernambuco, a reunião entre Lula e Chavez foi produtiva, ao menos para o ditador venezuelano, que recebeu do presidente do Brasil o apoio formal para a entrada da Venezuela no Mercosul.

Confirmando que, após a eleição de Obama, os EUA está se tornando um país multi-racial, ontem o presidente norte-americano indicou a juíza liberal moderada Sonia Sotomayor para a Suprema Corte do país, colocando pela primeira vez na história uma pessoa de origem latino-americana no mais importante tribunal do país.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
-------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário