R.B. 14/MAI/09 "Prejudicar o pobre trabalhador"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Prejudicar o pobre trabalhador"

São Paulo, 14 de maio de 2009 (QUINTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode subir, mantendo o suporte dos 48.000pts e tentando uma recuperação após recuar -5,3% nos 3 últimos pregões, diante da constatação de que as mudanças na poupança, alem de estimularem investimentos no setor produtivo da economia, permitirão maiores cortes na taxa básica de juros.
- O DÓLAR deve cair, tentando manter a resistência nos R$ 2,10 após avançar de R$ 2,06 para R$ 2,10 em apenas 2 pregões, diante da manutenção do ''crescente e constante'' fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações, captações e ''investimentos''.

ONTEM
- BOVESPA -3,3%, já abriu em queda e, prejudicada pela divulgação de dados negativos da economia norte-americana, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar em baixa pelo terceiro dia consecutivo e reduzir os ganhos acumulados no mês para 2,9%.
- DÓLAR 1,8% à R$ 2,10, já abriu em alta e, seguindo o ''humor negativo'' das bolsas mundiais e pressionado pelos leilões de compra do BC, manteve a trajetória ascendente ao longo de todo pregão, também influenciado pela elevação do risco-Brasil (4,3%).
- Na ÁSIA, apesar das perdas nas bolsas mundiais no dia anterior, JAPÃO 0,5%, com destaques de alta para fabricantes de máquinas fotográficas, como Olympus (13,0%) e Nikon (2,8%), após divulgarem boas perspectivas futuras, CHINA 1,7%, no maior patamar desde AGO/08 e desta vez com destaque positivo para o setor petrolífero, diante da alta no preço do petróleo e das esperanças de aumento da lucratividade nas empresas e CORÉIA 0,8%, impulsionada pelas ações de construtoras, como GS Engineering & Construction (5,2%) e Hyundai Engineering & Construction (2,8%), diante das expectativas de que o plano de estímulos do governo possa ajudar a reforçar o mercado local de imóveis.
- Na EUROPA, seguindo a abertura negativa das bolsas de NY e pressionadas pelo anuncio de que em MAR/09 a produção industrial da zona do euro caiu -2,0% em relação a FEV/09 e -20,2% na comparação com MAR/08, INGLATERRA -2,1%, FRANÇA -2,4% e ALEMANHA -2,6%, pressionadas pelo recuo dos papéis dos bancos e das mineradoras, que contrabalançou o avanço do setor farmacêutico.
- Nos EUA, ainda realizando lucros recentes, S&P -2,7%, DJ -2,2% e NASDAQ -3,0%, pressionadas pela divulgação de que as vendas do setor varejista caíram -0,4% em ABR/09, ante uma expectativa de estabilidade e pelo anuncio de que o número de pessoas que receberam ao menos uma notificação de despejo cresceu 32% também em ABR/09 na comparação com MAR/09.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Com o objetivo de manter o equilíbrio das fontes de financiamento da economia, o governo decidiu que, a partir de JAN/10 as poupanças com mais de R$ 50.000,00 pagarão imposto de renda desde que a Selic esteja abaixo de 10,5 (atualmente já está em 10,25%) que e, provavelmente após a próxima reunião do Copom, os fundos de investimento, CDBs e Tesouro Direto terão suas alíquotas de IR reduzidas, o que, alem de incentivar investimentos no setor produtivo da economia, abre espaço para novas reduções da taxa básica de juros.

Com o objetivo de estimular os investimentos no setor produtivo da economia, Luciano Coutinho, presidente do BNDES, anunciou uma redução expressiva do custo dos empréstimos do banco após Mantega, ministro da Fazenda, ter anunciado um corte nas taxas de juros cobradas pelos R$ 100bi que a União repassou ao BNDES.

Mostrando que a crise ainda não afetou o consumo das famílias brasileiras com alimentos, bebidas, higiene e beleza e limpeza do lar, segundo uma pesquisa da LatinPanel houve aumento em gastos e em volume em todas as cestas pesquisadas e classes sociais no primeiro trimestre ante igual período do ano anterior, com destaques positivos para o aumento de 9% no volume de compras e de 15% nos gastos, que aliás foram puxados pelas famílias das classes D e E, que por sua vez foram beneficiadas pelo aumento real do salário mínimo e por programas sociais, como o Bolsa Família.

Confirmando a crescente atratividade e confiabilidade da economia brasileira, nos 6 primeiros dias úteis de MAI/09 o fluxo cambial, que mede a entrada e saída de dólares no país, ficou positivo em US$ 1,2bi.

- A Cesp caiu -0,3%, porem, após o fechamento do pregão, anunciou que acumulou no primeiro trimestre deste ano seu lucro liquido foi 146% maior que no mesmo período de 2008.
- A CSN despencou -4,5% e, após o fechamento do pregão, anunciou que no primeiro trimestre deste ano seu lucro líquido foi -52% menor que no primeiro trimestre de 2008.
- O Banco do Brasil recuou -2,8% e, após o fechamento do pregão, anunciou que no primeiro trimestre deste ano seu lucro líquido foi -29,1% menor que no primeiro trimestre de 2008.
- A Usiminas caiu 3,8% e, após o fechamento do pregão, anunciou que no primeiro trimestre deste ano acumulou um prejuízo líquido de R$ -112mi, contra lucro de R$ 712mi em igual período de 2008.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Usando a cartilha do PT da época do governo FHC, que dizia que ''quanto pior melhor'', a oposição, após alardear que Lula iria fazer como Collor e confiscar os recursos da poupança, agora já ameaça se mobilizar para derrubar o projeto de lei que, para garantir o equilíbrio das fontes de financiamento da economia e permitir novas reduções da taxa básica de juros, determina a tributação destas aplicações, ressaltando que Lula optou por ''prejudicar o pobre e o trabalhador'', obviamente se ''esquecendo'' que a tributação só será para quem tem mais de R$ 50 mil na poupança, o que representa menos de 1% das aplicações.

Cumprindo as ameaças que fez, a oposição, sem ''vontade política'' de votar nenhuma reforma ou matéria de interesse relevante para o Brasil, protocolou no Senado Federal, com o apoio de ''5 rebeldes'' do PMDB, uma CPI para investigar supostas irregularidades na Petrobras e na Agência Nacional do Petróleo.

Confirmando a ''farra com o dinheiro publico'', segundo Bianor Cavalcanti, coordenador do projeto de reestruturação administrativa do Senado, a Casa tem condições de funcionar perfeitamente com um terço de seu atual quadro de funcionários.

Provavelmente fazendo FHC se contorcer de inveja, segundo ''fontes seguras e oficiais'' Lula, que segundo a oposição ''mais radical'' é um analfabeto que não teve competência nem para ser torneiro mecânico, foi escolhido vencedor do Prêmio Pela Paz 2008, da UNESCO.

Mostrando toda sua ''solidariedade tucana'', Serra, governador de SP, afirmou que sua companheira de partido Yeda Crusius, governadora do RS, tem condições de se defender sozinha das acusações de caixa dois durante sua campanha ao governo do Estado, em 2006.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Provando mais uma vez que ''para cada malandro existe um otário'', ontem a Polícia Federal desarticulou uma quadrilha que, sem autorização para operar como instituição financeira, montou um ''esquema tosco de pirâmide'' no Rio Grande do Sul, Estado que aliás se considera o mais ''desenvolvido do Brasil'', que nos últimos 5 anos captou mais de R$ 2bi com a promessa de rendimentos que variavam entre 3% e 8% ao mês.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário