R.B. 15/MAI/09 "Idéias estúpidas"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Idéias estúpidas"

São Paulo, 15 de maio de 2009 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA deve subir, com o objetivo de fechar a semana acima dos 50.000pts, acompanhando a recuperação das demais bolsas mundiais, ainda diante das ''apostas de que o pior já passou'' e de que, no Brasil, a taxa básica de juros seguirá em queda.
- O DÓLAR pode voltar a cair, rumo aos R$ 2,00, influenciado pela provável melhora do ''humor'' nas bolsas mundiais e ainda, apesar dos leilões de compra do BC, pelo maior volume de vendas diante do fluxo positivo de recursos externos.

ONTEM
- BOVESPA 1,6%, abriu em alta e, após alguma volatilidade inicial, na qual na mínima recuou -0,7%, consolidou a trajetória ascendente ainda na parte da manhã, para fechar próxima da máxima do dia, com baixo volume de negócios (R$ 4,2bi) e em um movimento de recuperação depois de 3 pregões consecutivos de queda.
- DÓLAR -1,1% à R$ 2,08 (-4,5% em MAI/09), abriu em alta, para na máxima atingir R$ 2,12, porem passou a cair na parte da tarde, seguindo a melhora do ''humor'' nas bolsas mundiais e o recuo do risco-Brasil (-1,8%), para fechar em território negativo após 2 pregões consecutivos de alta, apesar do BC ter promovido o seu quinto leilão de compra 4,54%.
- Na ÁSIA, seguindo as fortes perdas das bolsas de NY no dia anterior, JAPÃO -2,6%, em um movimento de realização de lucros após subiu 5,8% nos 3 pregões anteriores, com destaques de queda para as exportadoras, como Sony (-6,8%), Nikon (-8,4%), Panasonic (-4,4%) e Pioneer (-13,1%), diante da desvalorização do dólar em relação a moeda local (o iene) e da divulgação de dados piores que o esperado sobre as vendas do varejo nos EUA, CHINA -0,9%, pressionada por ações de empresas do setor financeiro e CORÉIA -2,4%, com destaques de queda para ações de empresas petrolíferas.
- Na EUROPA, revertendo uma abertura negativa, INGLATERRA 0,7%, FRANÇA 0,1% e ALEMANHA 0,2%, seguindo a abertura positiva das bolsas de NY, em um movimento de recuperação após 3 dias consecutivos de perdas, com destaques de alta para papéis do setor bancário, como Barclays (3,9%), Credit Suisse (4,3%) e Lloyds (6,2%).
- Nos EUA, recuperando-se após 3 pregões consecutivos de perdas, S&P 1,0%, DJ 0,6% e NASDAQ 1,5%, diante da divulgação de resultados corporativos melhores do que o esperado, como o da varejista Wal-Mart, e do bom desempenho das ações de bancos,como JPMorgan (4,4%) e Citigroup (4,1%).
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Finalmente ''dando o braço à torcer'', Mantega, ministro da Fazenda, afirmou ontem a economia brasileira pode ficar estagnada neste ano e que, no melhor dos cenários, crescerá 2,0%, porem enfatizou que não espera retração do PIB já que ainda ''aposta'' em um "forte crescimento" no último trimestre de 2009.

Com o objetivo de dar fôlego aos investimentos no setor produtivo da economia, ontem o BNDES anunciou a redução da taxa de juros em parte de seus financiamentos, com cortes que podem chegar a -4,45% e que beneficiarão principalmente as operações de pré-embarque, empréstimo-ponte e capital de giro, todas com um perfil de capital de curto prazo.

Confirmando que o investidor brasileiro não é ''bobinho'' e que, diante da redução da Selic e das elevadas taxas de administração dos fundos de renda fixa, tem buscado novas alternativas de investimento seguro, em ABR/09 a venda de títulos públicos pela internet para pessoas físicas chegou a R$ 131,7mi, número que representa um aumento de 21,5% na comparação com ABR/08, e o número total de investidores cadastrados cresceu 34,9% na mesma base de comparação.

Dando novos sinais de que a economia brasileira está se recuperando, (1) em MAR/09 as vendas do comércio varejista cresceram 0,3% na comparação com FEV/09 e (2) o nível de emprego da industria da SP aumentou 0,8% em MAR/09 na comparação com FEV/09.

- A Aracruz caiu -3,1%, após anunciar um prejuízo de ''apenas'' R$ -1,7mi no primeiro trimestre de 2009, recuperando-se parcialmente de um prejuízo de quase R$ 3bi no quarto trimestre do ano passado, causado por ''apostas irresponsáveis'' no mercado cambial.
- A Sadia subiu 2,9% e, após o fechamento do pregão, anunciou que encerrou o primeiro trimestre deste ano com prejuízo líquido de R$ -239,2mi, contra um lucro de R$ 248,2mi obtido no mesmo período de 2008.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Assim como errou quando ''bateu forte'' em Lula antes da reeleição de 2006, esquecendo-se de apresentar propostas para apenas acusar o petista de assistencialismo como o Bolsa Família e de corrupção com o caso do mensalão, o PSDB novamente ''erra feio'' ao se aliar com os ''xiitas ignorantes'' PPS e se posicionar ficar contra as mudanças na poupança, já que, alem de permitirem que o Copom siga cortando a Selic, estas mudanças apenas afetarão os grandes especuladores, que não representam em 0,99% daqueles que investem nesta modalidade de aplicação e nem 0,01% dos eleitores que elegerão o próximo presidente em 2010.

Caso passe, por milagre, pela aprovação dos ''nobres parlamentares'', a Lei de Acesso à Informação, enviada ao Congresso na ultima quarta-feira, deve abrir as ''caixas-pretas'' que ainda existem na administração pública, já que dentre as informações que obrigatoriamente deverão estar disponíveis a todo cidadão estarão as notas fiscais apresentadas por deputados e senadores para justificar gastos com verba indenizatória, suas passagens aéreas e os gastos detalhados do Orçamento.

Dando uma ''boa munição'' para a oposição, por conta de fraudes, superfaturamentos e licitações irregulares comprovadas pela Controladoria Geral da União, 84 de 123 obras do PAC ainda nem saíram do papel.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Ao invés de trabalharem mais e melhor para evitar que a recessão mundial se prolongue por mais tempo, desde ontem, em um ato de ''ignorância e intolerância'', diversos sindicatos da Europa iniciaram protestos contra a morosidade das negociações salariais por parte dos empresários e governos locais, paralisando serviços públicos e privados como escolas, hospitais, trânsito aéreo, fabricas e comércio e, em alguns casos mais extremos como na França, até mantendo presidentes de empresas como reféns.

Finalmente criando condições para avaliar com exatidão a precariedade do ensino publico brasileiro, o MEC e os secretários estaduais de ensino concordarão que, a partir de 2010, o Enem deverá se tornar obrigatório para o aluno da rede pública obter o diploma de conclusão do ensino médio.

Mostrando que as ''idéias estúpidas'', como as que causaram perdas milionárias com especulação cambial, ainda permanecem nos corredores das diretorias da Sadia e da Perdigão, segundo ''rumores'' a empresa que surgirá da união das 2 maiores exportadores de produtos de carne processada do mundo se chamará Brasil Foods, parte em inglês, o que confundirá grande parte da população nacional, e parte em português, o que confundirá os consumidores internacionais.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário