R.B. 17/ABR/09 "Políticas egocêntricas"

--------------------------------------------------------------------------------
R.B.

"Políticas egocêntricas"

São Paulo, 17 de abril de 2009 (SEXTA-FEIRA).
--------------------------------------------------------------------------------
Mercados:

HOJE
- A BOVESPA pode voltar a subir, tentando fixar os 46.000pts como suporte, diante da crescente constatação, interna e externa, de que os efeitos da crise mundial na economia brasileira foram e ainda serão, conforme afirmou recentemente Lula, mais psicológicos do que reais.
- O DÓLAR deve seguir em queda, com ''boas chances'' de fechar o mês próximo dos R$ 2,10, influenciado cada vez mais pelo crescente fluxo positivo de recursos externos oriundos de exportações e também destinados à investimentos na economia brasileira.

ONTEM
- BOVESPA 1,7%, já abriu em alta e, com bom volume de negócios (R$ 5,0bi), manteve a trajetória positiva ao longo de todo pregão, acompanhando a melhora do ''humor'' nas bolsas de NY, para fechar aos 46.024pts, o que representa o maior patamar desde OUT/08.
- DÓLAR -0,9% à R$ 2,18, já abriu em queda e, acompanhando o ''bom humor'' das bolsas mundiais, manteve a trajetória descendente ao longo de todo pregão, para fechar pelo quinto dia consecutivo abaixo dos R$ 2,20, também influenciado pela redução do risco-Brasil (-0,8%).
- Na ÁSIA, sem uma tendência única e com baixos volumes de negócios, JAPÃO 0,1%, com os fortes ganhos registrados no início do pregão praticamente eliminados por um movimento de realização de lucros, CHINA -0,1%, realizando lucros após o anuncio de crescimento de 6,1% do PIB no primeiro trimestre, já que sumiram as esperanças de medidas adicionais de estímulo econômico por parte do governo e CORÉIA 0,3%, diante do sentimento de que o mercado está superaquecido e que é preciso estar preparado para uma correção a qualquer momento.
- Na EUROPA, impulsionadas pelo bom desempenho dos papéis do setor bancário em meio ao otimismo com a divulgação de um balanço mais forte do que a expectativa pelo JPMorgan nos EUA, INGLATERRA 2,1%, FRANÇA 1,7% e ALEMANHA 1,3%, com destaques de alta para Deutsche Bank (6,1%), Credit Suisse (7,8%) e Société Générale (3,0%).
- Nos EUA, mais uma vez revertendo uma abertura negativa, para fecharem em alta pelo segundo pregão consecutivo, S&P 1,6%, DJ 1,2% e NASDAQ 2,7%, diante da divulgação de bons resultados corporativos de grandes empresas, como o banco JP Morgan e o ''cérebro eletrônico'' Google.
--------------------------------------------------------------------------------
Economia:

Ontem, coincidentemente no mesmo dia em que Lula afirmou que o FMI não tem mais ''moral'' para ditar regras em nenhum país, Dominique Strauss-Kahn, diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional, ''avisou'', diretamente de Washington, que a economia brasileira poderá entrar em recessão este ano e alertou que a saída de capitais dos países emergentes pode ser "prolongada", porem também ressaltou que o Brasil está em uma boa posição para enfrentar a crise, dado seu considerável volume de reservas, que superam os US$ 200bi, e sua "boa política" econômica.

Discordando da opinião do FMI, Meirelles, presidente do BC, voltou a ''garantir'' que o Brasil sairá mais forte da crise e fechará este ano com um "crescimento muito saudável na margem", referindo-se a uma recuperação no final de 2009, que deverá dar um impulso à economia interna em 2010, quando o país crescerá a uma taxa mais alta do que a maioria das pessoas espera.

Dando novos sinais de recuperação da economia interna, (1) em FEV/09 as vendas do comércio varejista foram 3,8% maiores que em FEV/08 e (2) diante da retomada de encomendas no setor automotivo, ontem o grupo Fiat do Brasil anunciou que irá realizar 380 novas admissões.

Mostrando que o governo está cortando ''a própria carne'' para incentivar o crescimento da economia brasileira, em MAR/09, diante dos cortes de impostos e contribuições federais, a Receita Federal revelou que, pelo quinto mês consecutivo ocorreu queda na arrecadação de impostos, desta vez de -1,0% na comparação com MAR/08.

Diante da constatação de que 85% dos países do G-20 adotaram recentemente medidas protecionistas, as personalidades dos negócios e da política, reunidas no RJ para o Fórum Econômico Mundial para a America Latina, ressaltaram que estas ''políticas egocêntricas'' apenas contribuem para a piora da crise econômica global.

- A Vale subiu 0,7%, porem, esperando uma redução da demanda, principalmente na China, a empresa anunciou que vai adiar em pelo menos 1 ano o projeto de produção de níquel em Onça Puma, no Pará, e que vai paralisar por 8 semanas as minas e as unidades de níquel e de metais preciosos na província de Ontário, no Canadá.
- A Net caiu -6,4%, após a Anatel decidir, após mais de 1 ano de ''negociação'', que o ponto adicional de TV por assinatura não poderá mais ser cobrado.
- A Tim subiu 4,5%, após anunciar a compra do controle indireto da Intelig, empresa que atua no mercado de telefonia fixa local, longa distância nacional e internacional e transmissão de dados no país.
--------------------------------------------------------------------------------
Política:

Alegando que o instrumento desrespeita a privacidade do consumidor, uma vez que expõe seu histórico de pagamento, e não terá efeito na redução dos juros, o Procon afirmou que é contra o projeto de lei que regulamenta o cadastro positivo, que é um banco de dados do histórico dos pagamentos de pessoas físicas, inclusive dos bons pagadores que, com o apoio do governo e dos bancos, deve ser votado pela Câmara dos Deputados em 2 semanas.

Como sabe que é boa a possibilidade de Aécio ir para o PMDB disputar a presidência da Republica, Sérgio Cabral, governador do RJ, afirmou que descarta a possibilidade de ser candidato a vice-presidente em uma eventual chapa com Dilma, ministra-chefe da Casa Civil, ressaltando que há muito o que fazer ainda no seu estado.

Como queria Aécio, o comando do PSDB decidiu, ao menos até segunda ordem de FHC, que vai realizar as prévias para escolher o candidato do partido à Presidência da República, porem, para inviabilizar que o governador de MG tenha tempo de sair do PSDB caso perca a disputa com Serra, a consulta, como quer o governador de SP, só será feita em FEV ou MAR/09.

Colocando novamente o Maranhão ''no bolso'' dos Sarney, ontem, por unanimidade, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral reafirmaram a decisão de cassar o mandato de Jackson Lago, então governador do estado, com isso Roseana Sarney, segunda colocada nas eleições de 2006, assumirá o cargo em uma cerimônia de posse marcada para hoje.
--------------------------------------------------------------------------------
Crítica:

Tomando uma medida de coragem contra o aquecimento global, ontem o governo do Reino Unido anunciou que vai oferecer subsídios de cerca de R$ 16.000,00 para estimular os consumidores a comprarem carros elétricos ou híbridos e que vai investir aproximadamente R$ 66mi para o estabelecimento de pontos para carregar estes automóveis.

Conformando ''o poder da simpatia e da boa vontade'', ontem, na véspera da abertura da 5ª Cúpula das Américas, Raúl Castro, o presidente cubano, declarou, diretamente da Venezuela, que está disposto a discutir "todas as coisas" com Obama, presidente dos EUA, incluindo direitos humanos, liberdade de imprensa e presos políticos.
--------------------------------------------------------------------------------
PAZ, amor e bons negócios;
Alfredo Sequeira Filho
--------------------------------------------------------------------------------
O "R.B." representa uma opinião, não uma indicação, é proibida sua reprodução, sem a devida autorização, e qualquer critica, dúvida ou sugestão, favor contatar: alcabi@uol.com.br
--------------------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário